Barragem do Fundão em Mariana: representações sociais de graduandos/as em Engenharia Civil

Autores

Palavras-chave:

Representações Sociais, Desastre de Mariana, CTS.

Resumo

As Representações Sociais (RS) podem ser definidas como os conceitos, ideologias e concepções inerentes de um determinado grupo, podendo mostrar a realidade cotidiana dos sujeitos. Diante do exposto, o objetivo do presente estudo foi analisar as percepções dos/as estudantes do curso de Engenharia Civil diante do desastre de Mariana, a partir de uma abordagem CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade), buscando identificar as possíveis RS dos mesmos sobre o assunto. Para obtermos o corpus do trabalho, utilizamos a Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP), que permitiu aos/as pesquisados/as uma livre expressão acerca da frase indutora “Barragem do Fundão/Mariana 2015”. Após a coleta dos dados, construímos um quadro de quatro casas que nos possibilitou identificar as possíveis RS dos/as graduandos/as. Ao analisar o núcleo central do quadro, pudemos observar que as RS dos/as futuros/as engenheiros/as se constituem de informações que foram vinculadas na mídia após o desastre e de conceitos técnicos, provenientes da formação dos mesmos, deixando em um segundo plano suas concepções sobre a sociedade e o meio ambiente, mostrando a necessidade de uma formação mais humanizada e amparada nos estudos CTS.

Fundão Dam in Mariana: Social Representations of Civil Engineering undergratuates

Abstract

Social Representations (SR) can be defined as the concepts, ideologies and conceptions inherent in to a specific group, being able to show the everyday reality of the subjects. Given the above, the objective of this study was to analyze the perceptions of students of the Civil Engineering course, in the face of the Mariana disaster, from a STS approach (Science, Technology and Society), seeking to identify their possible SR on the subject. To obtain the corpus of the work, we used the Free Word Association Technique (FWAT), which allowed the respondents a free expression about the inductive phrase “Barragem do Fundão / Mariana 2015”. After collecting the data, we built a chart of four houses, which allowed us to identify the possible SR of the students. When analyzing the central core of the chart, we could see that the SR of future engineers is made up of information that was linked in the media after the disaster and technical concepts, arising from their formation, leaving their conceptions about society and the environment in the background, showing the need for a more humanized training and supported by CTS studies.

Keywords: Social Representations. Mariana disaster. STS.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Cavalcante Monteiro, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Graduação em Química Bacharelado e Licenciatura com Mestrado e Doutorado em Ensino de Ciências.

Professora Adjunta do Departamento de Licenciatura em Química da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 

Áreas de interesse: Formação inicial, Ensino por Investigação e Atividades experimentais

Referências

ABRIC, J. C. Estudos interdisciplinares de representação social. Cultura e Qualidade, Goiânia, p. 35-57, 2000.

ALBINO, G. G.; ANDRADE, E. R. G. A representação social de disciplinas didático-pedagógicas nas licenciaturas do IFRN: buscando o sentido da profissionalidade. In: ANDRADE, E. R. G.; MELO, E. S. N. (Orgs.). Formação docente e representações sociais: entre o vir a ser, o saber e o ser professor. Curitiba: CRV, 2016. p. 19-30.

ANDRADE, E. R. G.; MELO, E. S. N. (Orgs.). Formação docente e representações sociais: entre o vir a ser, o saber e o ser professor. 1ª ed. Curitiba: CRV, 2016.

ANDRADE, E. R. G.; MELO, E. S. N. Formação docente e representações sociais: entre o vir a ser, o saber e o ser professor. Curitiba: CRV, 2016.

BARBOSA, L. C. A. Ciência, Tecnologia e Sociedade e a Educação Profissional e Tecnológica: a relevância do enfoque CTS para uma formação humanista e integral. Simpósio Nacional de Tecnologia e Sociedade, v. 4, 2011.

BAZZO, W. A. A pertinência de abordagens CTS na educação tecnológica. Revista Iberoamericana de Educación, v. 28, n. 1, p. 83-99, 2002.

BUENO, W. C. A cobertura jornalística de catástrofes ambientais: entre a vigilância e a espetacularização da notícia. Revista C&S, v. 39, n. 1, p. 21-41, 2017.

COLENCI, A. T. O ensino de engenharia como uma atividade de serviços: a exigência de atuação em novos patamares de qualidade acadêmica. 2000. 141 f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Engenharia de Produção, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2000.

CORTES JUNIOR, L. P.; CORIO, P.; FERNANDEZ, C. As representações sociais de química ambiental dos alunos iniciantes na graduação em Química. Química Nova na Escola, v. 31, n. 1, p. 46-54, 2009.

CHASSOT, A. I. Alfabetização científica: uma possibilidade para a inclusão social. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, v. 23, n. 22, p. 89-100, 2003.

CREMASCO, M. A. A responsabilidade social na formação de engenheiros. Instituto Ethos de Empresa e Responsabilidade Social. (Org.). Responsabilidade social das empresas, v. 1, p. 17-42, 2009.

FONTES, R. N.; LOPES, I. S. As representações da mídia sobre o rompimento da barragem do Fundão em Mariana, Minas Gerais. Espacios, v. 38, n. 34, p. 32-46, 2017.

FRANCO, M. L. P. B. Jovens: uma leitura de suas Representações Sociais. Difusão de ideias, p. 1-12, 2007.

FRANCO, M. L. P. B. Representações sociais, ideologia e desenvolvimento da consciência. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 121, p. 169-186, 2004.

FREITAS, C. M.; SILVA, M. A.; MENEZES, F. C. O desastre na barragem de mineração da Samarco: fratura exposta dos limites do Brasil na redução de risco de desastres. Ciência e Cultura, v. 68, n. 3, p. 25-30, 2016.

HABERMAS, J. Técnica e ciência enquanto ideologia. Os pensadores, v. 2, 1983.

JODELET, D. Representações Sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. As representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001.

LEONTIEV, A. O Desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Livros Horizonte, 1978.

LINSINGEN, I. Perspectivas curriculares CTS para o ensino de engenharia: uma proposta de formação universitária. Linhas Críticas, v. 21, n. 45, p. 297-317, 2015.

LOPES, L. M. N. O rompimento da barragem de Mariana e seus impactos socioambientais. Sinapse Múltipla, v. 5, n. 1, p. 1-1, 2016.

LORENZETTI, L.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 3, n. 1, p. 45-61, 2001.

MAZZOTTI, A. J. A. A abordagem estrutural das representações sociais. Psicologia da Educação. Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, n. 14-15, 2002.

MOSCOVICI, S. A representação social da psicanálise. Tradução: Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

MOSCOVICI, S. A psicanálise, sua imagem e seu público. Petrópolis: Vozes, 2012.

PINHEIRO, N. A. M.; SILVEIRA, R. M. C. F; BAZZO, W. A. Ciência, tecnologia e sociedade: A relevância do enfoque CTS para o contexto do ensino médio. Ciência & Educação, v. 13, n. 1, p. 71-84, 2007.

PIRES, M. A. et al. (Ir) responsabilidade social empresarial: uma avaliação do desastre de Mariana-MG. Revista de Administração Pública, v. 54, n. 5, p. 1188-1206, 2020.

REIGOTA, M. Meio Ambiente e Representação Social. 8. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2013.

SÁ, C. P. Núcleo central das representações sociais. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1996.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem CTS (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio Pesquisa em educação em ciências, v. 2, n. 2, p. 1-23, 2000.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 11 ed. ver. 1ª reimpressão. Campinas-SP: Autores Associados, 2012.

SOUSA, C. M.; GOMES, G. F. A importância do enfoque CTS na graduação de engenheiros. Educação & Tecnologia, v. 15, n. 2, 2010.

VIEIRA, A. M. E. C. S.; MELO, E. S. N. A representação social de licenciandos em pedagogia acerca do trabalho docente. In: ANDRADE, E. R. G.; MELO, E. S. N. Formação docente e representações sociais: entre vir a ser, o saber e o ser professor. Curitiba: CRV, 2016.

WANDERLEY, L. J. et al. Desastre da Samarco/Vale/BHP no Vale do Rio Doce: aspectos econômicos, políticos e socio ambientais. Ciência e Cultura, v. 68, n. 3, p. 30-35, 2016

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2021-05-24

Como Citar

Junior, A. de S. O., Mosoli, A., Leite, J. de C., & Monteiro, P. C. (2021). Barragem do Fundão em Mariana: representações sociais de graduandos/as em Engenharia Civil. Ensino &Amp; Multidisciplinaridade, 6(2), 54–65. Recuperado de http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ens-multidisciplinaridade/article/view/15497

Edição

Seção

Artigos