Jogo de tabuleiro Reino das Funções como alternativa para o ensino e aprendizagem de Matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2447-5777v9n1.2023.6

Palavras-chave:

Educação matemática, Modelagem matemática, Jogos, Ensino e aprendizagem, Educação básica

Resumo

Esta pesquisa buscou analisar a construção e a validação do jogo Reino das Funções, elaborado utilizando os princípios da Modelagem Matemática (MM), para o ensino e aprendizagem do conceito de funções. Utilizaram-se, como bases teóricas, a MM e os jogos pedagógicos. Trata-se de pesquisa qualitativa e, em especial, de campo. Como principais métodos para coleta de dados, foram utilizados a observação e o questionário, realizados no desenvolvimento da proposta com os participantes da pesquisa, estudantes da graduação e professores da Educação Básica do município de Amargosa, estado da Bahia, que fazem parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), Subprojeto Matemática (2022-2024). A partir dos dados coletados e analisados, foi possível constatar que o modelo construído pode ser utilizado para introduzir ou fixar o conteúdo de funções com estudantes da Educação Básica, mas necessita de alterações, a fim de facilitar sua compreensão e desenvolvimento. Ademais, o presente estudo contribui para o ensino de matemática, uma vez que, a partir do modelo elaborado, pode-se proporcionar um ambiente de aprendizagem mais dinâmico, criativo e com a participação dos estudantes na construção de seus saberes.

Board game Kingdom of Functions as an alternative for teaching and learning mathematics

Abstract

This research sought to analyze the construction and validation of the game Kingdom of Functions, developed using the principles of mathematical modelling for teaching and learning the concept of functions. Mathematical modelling and pedagogical games were used as theoretical bases. It is a qualitative research and, in particular, a field research. Observation and a questionnaire were used as the main methods for data collection, carried out in the development of the proposal with the research participants, who are undergraduate students and teachers of basic education from the municipality of Amargosa, state of Bahia, and which are part of Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), mathematics subproject (2022-2024). From the collected and analyzed data, it was possible to verify that the built model can be used either to introduce or to fix the content of functions with basic education students, but that it needs alterations, in order to facilitate its understanding and development. Moreover, the present study contributes to the teaching of mathematics, since from the elaborated model a more dynamic and creative learning environment can be provided, with the participation of students in the construction of their knowledge.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Jacqueline Nascimento de Souza, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Jaylson Teixeira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Doutor pelo Instituto de Educação da Universidade do Minho em Portugal. Professor no Centro de Formação de Professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Zulma Elizabete de Freitas Madruga, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Doutora em Educação em Ciências e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com pós-doutorado pela Universidade de Salamanca (USAL), Espanha. Mestra em Educação em Ciências e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Licenciada em Matemática pela Universidade da Região da Campanha (URCAMP) e em Pedagogia pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER). Professora adjunta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática na Universidade Estadual de Santa Cruz (PPGECM/UESC) e do Programa de Pós-graduação em Educação Científica e Formação de Professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (PPGECFP/UESB) - Campus Jequié.

Referências

ARAUJO, J. C. L. Jogos de tabuleiro e apropriação de ambientes: o círculo mágico e a suspensão tática do cotidiano. 2019. 105 f. Dissertação (Mestrado em Mídia e Cotidiano) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.

BASSANEZI, R. C. Ensino-aprendizagem com Modelagem Matemática. São Paulo: Contexto, 2010.

BIEMBENGUT, M. S. Modelagem Matemática & Implicações no Ensino – Aprendizagem de Matemática. Blumenau: Editora da FURB, 1999.

BIEMBENGUT, M. S. Modelagem Matemática no Ensino Fundamental. São Paulo: EDIFURB, 2014.

BIEMBENGUT, M. S. Modelagem na Educação Matemática e na Ciência. São Paulo: Livraria da Física, 2016.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Lisboa: Porto Editora, 2010.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática/Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/matematica.pdf. Acesso em: 01 set. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Conselho Nacional de Educação. BNCC - Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB/CNE, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 01 set. 2023.

CARRETTA, M. L. Um Campo Reticulado, Meeples, Itens, Desafios e três Design Tricks a gosto: Quest 3x4, método para criação de jogos de tabuleiro. In: SBGames, XVI. 2017, Curitiba. Anais... Curitiba, 2017.

DALLA VECHIA, R. A Modelagem Matemática e a Realidade do Mundo Cibernético. 2012. 275 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2012.

D’AMBROSIO, U. Educação Matemática: da teoria à prática. Campinas: Papirus, 2009.

FIORENTINI, D.; LORENZATO, S. Investigando em educação Matemática: percursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, 2007.

GÓES, L. E. S. Modelagem Matemática e Jogos Digitais. In: Encontro Brasileira de Estudantes de Pós-graduação em Educação Matemática - EBRAPEM, 21. 2017, Pelotas. Anais... Pelotas, UFPel, 2017.

GONSALVES, E. P. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. Campinas: Alínea, 2001.

KAMINSKI, M. R.; BOSCARIOLI, C. Criação de jogos digitais na perspectiva de introdução à Modelagem Matemática nos anos iniciais. Revista Thema, Pelotas, v. 15, n. 4, p. 1538-1548, 2018. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.1538-1548.1060

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. São Paulo: Pedagógica e Universitária Ltda, 1986.

MADRUGA, Z. E. F.; BIEMBENGUT, M. S. Modelagem & Aleg(o)rias: um enredo entre cultura e educação. Curitiba: Appris, 2016.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação, Bauru, v. 9, n. 2, p. 191-211, 2003. https://doi.org/10.1590/S1516-73132003000200004

MOURA, M. O. Jogo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez, 2008.

PATARO, P. M.; BALESTRI, R. Matemática Essencial. 9° ano: Ensino Fundamental, anos finais. São Paulo: Scipione, 2018.

RIBEIRO, F. D. Jogos e Modelagem na Educação Matemática. São Paulo: Saraiva, 2009.

SANTOS, A. W. M.; JESUS, G. B. Um estudo referente aos jogos em três coleções de livros didáticos de Matemática para o Ensino Fundamental. In: Encontro Baiano de Educação Matemática, XVI. 2004, Salvador. Anais... Salvador, 2015.

SMOLE, K. S.; DINIZ, M. I.; MILANI, E. Cadernos de MATHEMA: jogos de Matemática- 6° a 9°. Porto Alegre: Artmed, 2007.

VIEIRA, V. L. Álgebra abstrata para licenciatura. Campina Grande: EDUEPB, 2013.

Downloads

Publicado

2023-11-06

Como Citar

SOUZA, J. N. de; TEIXEIRA, J.; MADRUGA, Z. E. de F. Jogo de tabuleiro Reino das Funções como alternativa para o ensino e aprendizagem de Matemática. Ensino & Multidisciplinaridade, São Luís, v. 9, n. 1, p. e0623, 1–14, 2023. DOI: 10.18764/2447-5777v9n1.2023.6. Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ens-multidisciplinaridade/article/view/21759. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos