TRAVESTIS, TRANSEXUAIS E TRANSGÊNEROS NA ESCOLA: um estado da arte

Autores

  • Neil Franco Universidade Federal de Uberlândia - UFU
  • Graça Aparecida Cicillini Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229.v23n2p122-137

Palavras-chave:

Universo trans. Educação. Transfobia. Exclusão.

Resumo

Este ensaio apresenta um estado da arte sobre a relação universo trans e Educação, tendo como recorte o período de 2008 a 2014. Identificamos vinte publicações divulgadas na forma de textos em anais de eventos, artigos em periódicos, capítulos de livros, dissertações e teses. O material foi analisado à luz das teorias pós-críticas e sob uma abordagem qualitativa. A emergência de maiores estudos sobre a inserção e permanência de pessoas trans na escola é uma das constatações mais relevantes evidenciadas. Dentro das diversas dimensões que abrangem as discussões sobre gênero e sexualidades dissidentes, travestis, transexuais e transgêneros permanecem historicamente como o segmento social mais exposto a formas de vulnerabilidades e exclusão.

Palavras-chaves: Universo trans. Educação. Transfobia. Exclusão. 


TRANSVESTITES, TRANSSEXUALS AND TRANSGENDERS AT SCHOOL: a state of the art

Abstract: This paper presents a state of the art on the relationship between the trans universe and education, from 2008 to 2014. We identified twenty publications disseminated in the form of annals of events, journal articles, book chapters, dissertations and theses. The material was analyzed in the light of post-critical theories and under a qualitative approach. The emergence of larger studies on the inclusion and permanence of trans people in the school is one of the most significant findings highlighted. Within the various dimensions covering discussions about gender and sexuality dissidents, transvestites, transsexuals and transgender historically remain the social segment most exposed to forms of vulnerability and exclusion.

Keywords: Trans universe. Education. Transphobia. Exclusion.


TRAVESTIS, TRANSEXUALES Y PERSONAS TRANSGÉNEROS EN LA ESCUELA: un estado del arte

Resumen: Este estudio presenta un estado del arte sobre la relación universo trans y Educación, teniendo como recorte el período 2008 a 2014. Se identificaron veinte publicaciones reveladas en forma de textos en los anales de eventos, artículos en periódicos, capítulos de libros, disertaciones y tesis. El material fue analizado a la luz de las teorías post-crítica y bajo una abordaje cualitativa. La emergencia de nuevos estudios sobre la inserción y permanencia de las personas trans en la escuela fue una de las constataciones más relevantes evidenciadas. En las diferentes dimensiones que cubren las discusiones sobre género y sexualidad disidentes, travestis, transexuales y transgéneros permanecen históricamente como el segmento social más expuesto a formas de vulnerabilidad y exclusión.

Palabras clave: Universo trans. Educación. Transfobia. Exclusión.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neil Franco, Universidade Federal de Uberlândia - UFU

 

 Graduação em Educação Física. Mestre e Doutor em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Professor Adjunto da Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Educação Física. Atua no Departamento de Ginástica e Arte Corporal nas disciplinas Concepções Metodológicas Aplicadas à Ginástica, Ginástica Geral/Ginástica Para Tod@s e Hidroginástica. Pesquisador no campo das relações entre “corporeidade, escolarização e diferença”, com enfoque atual nas questões de gênero e sexualidades. 

Graça Aparecida Cicillini, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Graduação em Ciências Biológicas pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP e em Pedagogia Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá. É doutora em Metodologia de Ensino pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia, no curso de Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Ciências, Educação, Ensino, Prática Pedagógica e Ensino de Biologia. Foi pesquisadora do CNPq no período de 2004 a 2006. Teve bolsa produtividade pelo CNPq durante o período de março de 2004 a fevereiro de 2007. Publicou vários artigos em periódicos especializados e trabalhos em anais de eventos. Possui capítulos de livros e livros publicados. 

Downloads

Publicado

2016-09-01

Como Citar

FRANCO, Neil; CICILLINI, Graça Aparecida.
TRAVESTIS, TRANSEXUAIS E TRANSGÊNEROS NA ESCOLA: um estado da arte
. Cadernos de Pesquisa, v. 23, n. 2, p. 122–137, 1 Set 2016 Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/5349. Acesso em: 27 mai 2024.

Edição

Seção

Artigo de Revisão