A TRANSIÇÃO DA CRIANÇA DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

Autores

  • Josy Cristine Martins Universidade Federal de Maringá - UEM
  • Marilda Gonçalves Dias Facci Universidade Estadual Paulista - UNESP

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229.v23n2p73-88

Palavras-chave:

Psicologia histórico-cultural. Educação infantil. Ensino fundamental. Transição. Atividade de estudo.

Resumo

O presente artigo é fruto de pesquisa realizada nos anos de 2011 e 2012, em um Centro de Educação Infantil e uma escola do Ensino Fundamental do Município de Maringá. Neste artigo apresentaremos um recorte dessa pesquisa, focando o processo de transição da criança da educação infantil para o ensino fundamental, o qual tem evidenciado a ruptura existente entre estas duas instâncias . O artigo tem como objetivo analisar se este processo de transição está contribuindo para a preparação das crianças para ingressar no primeiro ano, momento em que a atividade de estudo começa a emergir como atividade principal. A pesquisa aconteceu em 2011, na Educação Infantil e em 2012, no Ensino Fundamental. Os instrumentos utilizados foram: observação, desenhos e entrevistas com as crianças e entrevistas com as mães e com as professoras. A análise dos dados foi realizada com base nos pressupostos da Psicologia Histórico-Cultural, a partir da qual evidenciamos que a falta de articulação e integração entre a Educação Infantil e o Ensino Fundamental tem refletido negativamente na preparação das crianças para essa nova fase do desenvolvimento infantil: a entrada no Ensino Fundamental.

Palavras-chave: Psicologia histórico-cultural. Educação infantil. Ensino fundamental. Transição. Atividade de estudo.


CHILD’S TRANSITION FROM EARLY CHILDHOOD EDUCATION TO ELEMENTARY SCHOOL

Abstract: This article is the result of research carried out in the years 2011 and 2012, in an Early Childhood Education Center and an Elementary School, both located in the city of Maringá. In this article we will present a snip of that research, focusing on the transition process, which has highlighted the rupture that exists between the institutions of Early Childhood Education and Elementary School. The article aims to analyse if the transition process from Preschool to elementary school is contributing to the preparation of children to join in the first year, now that the study activity begins to emerge as main activity. The research took place in 2011, in an Early Childhood Education Center, and in 2012, in an elementary school. The instruments used were: note, drawings and interviews with the children, interviews with mothers and with the teachers. Data analysis was performed based on assumptions of Cultural-historical Psychology, from which it was shown that the lack of coordination and integration between Preschool and Elementary School has reflected negatively on children's preparation for this new stage of child development: entry into elementary school.

Keywords: Cultural-historical psychology. Early childhood education. Elementary school. Transition. Study activity.


LA TRANSICIÓN DEL NIÑO DE EDUCACIÓN INFANTIL PARA LA ESCUELA PRIMARIA

Resumen: Este artículo es resultado de la investigación llevada a cabo en los años 2011 y 2012, en un Centro de Educación Infantil y  una escuela de Enseñanza Primaria en la ciudad de Maringá. En este artículo presentaremos un recorte de esta investigación, centrándose en el proceso de transición del niño de la educación infantil para la enseñanza primaria, en el cual tiene evidenciado la ruptura existente entre estas dos instancias. El artículo tiene como objetivo analizar se el proceso de transición del preescolar a la primaria está contribuyendo a la preparación de los niños a ingresaren  en el primer año, ahora que la actividad de estudio comienza a emerger como actividad principal. La investigación se realizó en 2011, en la educación infantil y en 2012, en el primer año de la escuela primaria. Los instrumentos utilizados: observación, deseños y entrevistas con los niños y entrevistas con las madres y los profesores. La análisis de los datos fue realizada en base en los presupuestos de la Psicología Histórico-Cultural, empezando de la cual se evidencia la falta de articulación y integración entre la Educación Infantil y la Enseñanza Primaria se ha reflejado negativamente en la preparación de los niños para esta nueva fase de desarrollo infantil: la entrada en la Enseñanza Primaria

Palabras clave: Psicología histórico-cultural. Educación Infantil. Escuela Primaria. Transición. Actividad de estudio.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josy Cristine Martins, Universidade Federal de Maringá - UEM

Graduação em Direito pelo Centro Universitário Curitiba. Graduação em Psicologia pela Universidade Positivo. Mestrado em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá. Atualmente é professora do curso de Pedagogia da FAESP- Faculdade Anchieta de Ensino Superior do Paraná. É professora do curso de Psicologia da Universidade Positivo (UP). 

 

 

Marilda Gonçalves Dias Facci, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá. Mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Doutorado em Educação Escolar pela faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - UNESP e Pós-doutorado pelo Instituto de Psicologia da USP. É professora do Departamento de Psicologia e Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Estadual de Maringá. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Ensino e da Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: psicologia histórico-cultural, educação, psicologia escolar

Downloads

Publicado

2016-09-01

Como Citar

Martins, J. C., & Facci, M. G. D. (2016). A TRANSIÇÃO DA CRIANÇA DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O ENSINO FUNDAMENTAL. Cadernos De Pesquisa, 23(2), 73–88. https://doi.org/10.18764/2178-2229.v23n2p73-88

Edição

Seção

Artigos