METODOLOGIA ANALÍTICA PARA GLICEROL EM BIODIESEL: cenário atual

Autores

  • Edmar Pereira Marques Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Verônica Diniz da Silva Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Joseany de Moraes Santos Almeida Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Helmara Diniz Costa Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Glene H. R. Cavalcante Universidade Federal do Maranhão - UFMA
  • Aldaléa Lopes Brandes Marques Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Resumo

O glicerol ou glicerina livre, principal subproduto no processo de produção do biodiesel, precisa ser isolado e também monitorado pois pode causar vários problemas, sendo o seu conteúdo um indicador da qualidade do Biodiesel. Tanto nas normas europeias, americanas como brasileiras, os métodos cromatograficos são recomendados. Vários outros métodos têm sido avaliados como procedimentos alternativos. O presente trabalho mostra o cenário atual das metodologias analíticas para o glicerol em biodiesel. A análise de glicerina livre (glicerol) e glicerídeos total (mono- di-e triglicerídeos) em biodiesel B100 tem sido realizada de acordo com os métodos EN ISO 14105, EN ISO 14106, e ASTM D6584. O trabalho também mostra as melhorias para os métodos, bem como orientações para a análise bem sucedida de glicerina livre e total em biodiesel.
Palavras-chave: Glicerol. Qualidade de biodiesel. Metodologia analítica.


ANALYTICAL METHODOLOGY FOR GLYCEROL IN BIODIESEL: current scenario

Abstract: The glycerol or free glycerine, which is the main byproduct in the biodiesel production process, must be isolated because it can cause several problems, being its content an indicator of the quality of Biodiesel. As well as in the European, American and Brazilian standards, the chromatographic methods are recommended. Several other methods have been evaluated, as alternative procedures. The present work shows the current scenario of the analytical methodologies for glycerol in biodiesel. The analysis of free glycerin (glycerol) and glycerides (mono-, di-, and triglycerides) in B100 biodiesel has been performed according to EN ISO 14105, EN ISO 14106, e ASTM D6584. Improvements for the methods has been presented as well as guidelines for successful analysis of free and glycerin in biodiesel.
Keywords: Glycerol. Biodiesel quality. Analytical methods.


METODOLOGÍA DE ANÁLISIS DE GLICEROL EN BIODIESEL: escenario actual

Resumen: El glicerol o glicerina libre, que es el principal subproducto en el proceso de producción de biodiesel, debe ser aislados y también controlados porque puede causar varios problemas, y su contenido es considerado un indicador de la calidad del biodiesel. Tanto en las normas europeas, como em las estadounidenses y en las brasileñas, los métodos recomendados son los cromatográficos. Varios otros métodos han sido evaluados como procedimientos alternativos. Este trabajo muestra el escenario actual de las metodologías analíticas para el glicerol em biodiesel. El análisis de glicerina libre (glicerol) y glicéridos totales (mono-, di-y triglicéridos) em biodiesel B100 se ha realizado según la normas EN ISO 14105, EN ISO 14106, e ASTM D6584. El documento también muestra lãs mejoras de los métodos y lineamientos para el éxito del análisis de glicerina total y libre em biodiesel.
Palabras clave: Glicerol. Calidad del biodiesel. Metodología de análisis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edmar Pereira Marques, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal do Maranhão (1978), especialização em Quimica de alimentos (1979), mestrado em Química (Química Analítica- IQSC) pela Universidade de São Paulo (1988) e doutorado em Química Analítica pelo Instituto de Física e Química de São Carlos/USP (1991), pós-doutorado na universidade de York (Canada- 1993-1994). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Maranhão onde ministra as disciplinas Fisico-química e Quimica Analítica. Atua em pesquisa na área de eletroanalítica, com ênfase em metodologia analítica e eletrodos quimicamente modificados.

Verônica Diniz da Silva, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Possui graduação em Química Bacharelado pela Universidade Federal do Maranhão (2010.1). Atualmente é aluna de mestrado em Química Analítica na Universidade Federal do Maranhão. Atua em pesquisa na área de eletroanalítica, com ênfase em metodologia analítica.

Joseany de Moraes Santos Almeida, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Possui graduação em Química Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão (2010.1). Atualmente é aluna de mestrado em Química Analítica na Universidade Federal do Maranhão. Atua em pesquisa na área de eletroanalítica, com ênfase em metodologia analítica.

Helmara Diniz Costa, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Possui graduação em Química Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão (2010.2). Atualmente é aluna de mestrado em Química Analítica na Universidade Federal do Maranhão. Atua em pesquisa na área de eletroanalítica, com ênfase em metodologia analítica.

Glene H. R. Cavalcante, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Possui graduação em Química Industrial (2003) e mestrado em Química Analítica (2008) pela Universidade Federal do Maranhão. Atualmente é o Químico Responsável da Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA e exerce a função de Gerente Técnico do Laboratório de Combustíveis da UFMA (LAPQAP), em convênio com a Agência Nacional de Petróleo (ANP). Possui experiência na área de Petróleo e seus derivados, Biocombustíveis, Óleos essenciais e Eletroanalítica.

Aldaléa Lopes Brandes Marques, Universidade Federal do Maranhão - UFMA

Possui graduação em Química Industrial (UFMA, 1978), mestrado em Química Analítica (IQSC-USP, 1988), doutorado em Química Analítica (IQSC-USP, 1991) e pós-doutorado
em eletrocatálise aplicada a célula a combustíveis (Toronto, 1994). Atualmente é professora titular da Universidade Federal do Maranhão, desde 1998. Tem experiência na área
de Química Eletroanalítica, Eletrocatálise, Metodologia Analítica (espectroscopia e eletroquímica) para metais. Tem atuado no desenvolvimento e aplicação de métodos analíticos para metais, a nível de traços, aplicados a estudos de poluição e toxicologia; métodos eletroanalíticos aplicados a diferentes matrizes de petróleo, combustíveis e biocombustíveis; estudos envolvendo eletrocatálise por complexos metálicos, inclusive usando nanomateriais, aplicados a células a combustíveis.

Downloads

Publicado

2012-02-29

Como Citar

MARQUES, Edmar Pereira; SILVA, Verônica Diniz da; ALMEIDA, Joseany de Moraes Santos; COSTA, Helmara Diniz; CAVALCANTE, Glene H. R.; MARQUES, Aldaléa Lopes Brandes.
METODOLOGIA ANALÍTICA PARA GLICEROL EM BIODIESEL: cenário atual
. Cadernos de Pesquisa, 29 Fev 2012 Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/744. Acesso em: 22 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)