INSTITUIÇÕES ESCOLARES E PANDEMIAS:

a gripe espanhola na cidade do Rio de Janeiro (1918) e a COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229v30n1.2023.16

Palavras-chave:

Instituições educativas brasileiras. Saúde e Educação. Doença Epidêmica.

Resumo

O estudo analisa as pandemias da gripe espanhola de 1918, na cidade do Rio de Janeiro, e da atual Covid-19, mediante aspectos do contexto brasileiro, focalizando o funcionamento escolar e ações para enfrentá-las nos primeiros meses. A metodologia é simultaneamente embasada em pesquisa documental, com o uso de textos de jornais contemporâneos a cada um dos períodos pandêmicos, e na investigação bibliográfica. Os resultados destacam que, na epidemia da gripe espanhola, um conjunto de escolas municipais foi transformado em postos de socorro, com protagonismo dos professores na assistência sanitária à população. Durante os primórdios da epidemia da Covid-19, instituições foram fechadas e passaram a oferecer o ensino remoto. As conclusões sublinham transformações nas finalidades sociais escolares e o protagonismo docente em ambos os períodos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ademir Valdir dos Santos, Universidade Federal de Santa Catarina

Docente e pesquisador do Departamento de Estudos Especializados em Educação, do Centro de Ciências da Educação e Informação.

Edvaldo Souza Couto, Universidade Federal da Bahia

Docente e pesquisador do Departamento de Educação II

Referências

A ARCHAICA pharmacia. (1913, out. 7). Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 7 out. 1913.

A EPIDEMIA. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 2 nov. 1918.

A EPIDEMIA da “grippe” toma cada vez maior vulto. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 15 out. 1918.

A EPIDEMIA DE “GRIPPE” continúa a alastrar-se alterando completamente o aspecto da cidade. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 6 out. 1918.

A EPIDEMIA DE “GRIPPE” CONTINÚA a assolar o Rio de Janeiro, tomando as proporções de verdadeiro flagello. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 17 out. 1918.

A ESCOLA MILITAR fechada. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 15 out. 1918.

A “GRIPPE” ALASTRA-SE. Vinte mil pessoas attingidas pela epidemia. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 14 out. 1918.

A “GRIPPE” NOS NOSSOS QUARTEIS e o estado sanitario da cidade Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 10 out. 1918.

AINDA O TERRÍVEL MAL que victimou os nossos marujos, nas costas africanas – a Missão Medica brasileira tambem attingida pelo morbus, a bordo do “La Plata”. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 23 set. 1918.

A “INFLUENZA HESPANHOLA” irrompeu nos navios brasileiros em operações de guerra. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 22 set. 1918.

ANDRAD, J., MACHADO, M. Com aulas suspensas, professores e alunos migram para ensino a distância. Correio Brasiliense, 3 mar. 2020. https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2020/03/22/interna_cidadesdf,835841/com-aulas-suspensas-professores-e-alunos-migram-para-ensino-a-distanc.shtml. Acesso: 06 dez. 2021.

AOS SNRS. MEDICOS. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 12 out. 1918.

AS ESCOLAS MUNICIPAES. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 13 nov. 1918.

AS PROVIDENCIAS do prefeito. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 16 out. 1918.

A VENDA de gallinhas. Em São Diogo.Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 23 out. 1918.

BACIC, L., MORAN, J. Metodologias Ativas para uma Educação Inovadora: Uma Abordagem Teórico-Prática. Porto Alegre: Penso Editora, 2017.

BERGAMO, M. Metade dos idosos brasileiros ainda não tomaram segunda dose de vacina contra a Covid-19. Folha de São Paulo, 07 mai, 2021. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monica-bergamo/2021/05/metade-dos-idosos-brasileiros-ainda-nao-tomaram-segunda-dose-de-vacina-contra-a-covid-19.shtml. Acesso: 28 nov. 2021.

BRITO, N. A. de. La dansarina: a gripe espanhola e o cotidiano na cidade do Rio de Janeiro. História, Ciências, Saúde - Manguinhos, IV(1), 11-30, 1997.

CARVALHO, B. Cercados pela morte, nos submetemos a um governo que a promove. Folha de São Paulo, 03 out. 2020. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/bernardo-carvalho/2020/10/cercados-pela-morte-nos-submetemos-a-um-governo-que-a-promove.shtml. Acesso: 02 dez. 2021.

CARVALHO, C. H; ARAÚJO, J. C. S.; GONÇALVES NETO, W. Discutindo a história da educação: a imprensa enquanto objeto de análise histórica (Uberlândia-MG, 1930-1950). In: ARAUJO, José Carlos S., GATTI JÚNIOR, Décio (Orgs.). Novos temas em história da educação brasileira: instituições escolares e educação na imprensa. São Paulo; Uberlândia: Autores Associados,

EDUFU, 2020, p.67-89.

CELLARD, A. A análise documental. In: Poupart, J. et al. (Orgs.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos (pp. 295-316). Petrópolis:Vozes, 2008.

CORDEIRO, H. Mais de 50% dos trabalhadores de enfermagem na Bahia pegaram covid-19. Correio da Bahia, 13 out. 2020. https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mais-de-50-dos-trabalhadores-de-enfermagem-na-bahia-pegaram-covid-19/. Acesso: 12 nov. 2021.

COUTO, E. S., COUTO, E. S., & CRUZ, I. M. P. #FiqueEmCasa: Educação na pandemia da Covid-19. Interfaces Científicas – Educação, 8(3) 2020. https://periodicos.set.edu.br/educacao/article/view/8777.

ECOS da epidemia de grippe. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 29 dez. 1918.

EM NICHTEROY. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 15 out. 1918.

EMILIANA, C. Sobrecarregados pelo ensino remoto, professores podem adoecer em massa, alerta psicóloga. Estado de Minas Gerais, 30 jul. 2020. https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2020/07/30/interna_gerais,1171561/sobrecarregados-pelo-ensino-remoto-professores-podem-adoecer-em-massa.shtml. Acesso: 17 nov. 2021.

FRANÇA fecha 70 escolas uma semana após a volta às aulas devido a novos casos de Covid-19. G1, 19, mai. 2020. https://g1.globo.com/educacao/noticia/2020/05/19/franca-fecha-70-escolas-uma-semana-apos-a-volta-as-aulas-devido-a-novos-casos-de-covid-19.ghtml. Acesso em 05 dez. 2021.

FREIRE, V. T. Roubança do coronavírus expõe crise política maior no país. Folha de São Paulo, 15 out. 2020.. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/viniciustorres/2020/10/roubanca-do-coronavirus-expoe-crise-politica-maior-no-pais.shtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=comptw. Acesso: 28 nov. 2021.

GALLINHAS para o “S. Sebastião”. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 22 out. 1918.

GUARACY, T. A era da intolerância: o início do século XXI e o desafio da sociedade democrática. São Paulo: Matrix, 2021.

HEPATOLAXINA e a influenza hespanhola. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 29 set. 1918.

ILHÉU, T. O que o caso de Manaus diz sobre a volta às aulas no Brasil. Guia do Estudante, 04 set. 2020. https://guiadoestudante.abril.com.br/atualidades/o-que-o-caso-de-manaus-diz-sobre-a-volta-as-aulas-no-brasil/. Acesso: 04 dez. 2021.

INFLUENZA HESPANHOLA. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 29 set. 1918.

JUNQUEIRA, D., CARDOSO, J. Charlatanismo e propaganda irregular: as violações de Bolsonaro ao exibir 18 vezes marca de cloroquina para a Covid. Repórter Brasil, 04 ago. 2021. https://reporterbrasil.org.br/2021/08/charlatanismo-e-propaganda-irregular-as-violacoes-de-bolsonaro-ao-exibir-18-vezes-marca-de-cloroquina-para-covid/. Acesso: 16 nov. 2021.

LISBOA, A. P. . Universidades de todo o mundo adotam aulas on-line durante a pandemia. Diário Brasiliense, 18 mar .2020. https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/eu-estudante/ensino_ensinosuperior/2020/03/18/interna-ensinosuperior-2019,835070/universidades-de-todo-o-mundo-adotam-aulas-on-line-durante-a-pandemia.shtml. Acesso: 24 nov. 2021.

MELITO, L. Casos de covid-19 entre crianças disparam após retorno das aulas presenciais nos EUA. Brasil de Fato, 28 ago. 2020. https://www.brasildefato.com.br/2020/08/28/casos-de-covid-19-entre-criancas-disparam-apos-retorno-das-aulas-presenciais-nos-eua. Acesso: 04 dez. 2021.

MELO, J. R; DUARTE, E. C; MORAES, M. V.; FLECK, Karen; ARRAIS, P. S. D. Automedicação e uso indiscriminado de medicamentos durante a pandemia da COVID-19. Cad. Saúde Pública 2021; 37(4):e00053221.

MELLO, D. Home office foi adotado por 46% das empresas durante a pandemia. Agência Brasil, 28 jul. 2020. https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-07/home-office-foi-adotado-por-46-das-empresas-durante-pandemia. Acesso: 26 out. 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA autoriza que atividades remotas passem a valer como carga horária. G1, 06, fev. 2020. https://g1.globo.com/educacao/noticia/2020/06/02/mec-autoriza-que-atividades-remotas-passem-a-valer-como-carga-horaria.ghtml. Acesso: 23 nov. 2021.

NAS ESCOLAS MUNICIPAES. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 12 out. 1918.

NEVES, J. R. C. (Org.). O mundo pós-pandemia: reflexões sobre uma nova vida. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2020.

NONATO, E. R. S., SALES, M. V. S., CAVALCANTE, T. R. Cultura digital e recursos pedagógicos digitais: um panorama da docência na Covid-19. Revista Praxis Educacional, 17 (45), 2021. https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/8309.

MORIN, E. Cette crise devrait ouvrir nos esprits depuis longtemps confinés sur l’immédiat. Le Monde, 19 abr. 2020. http://lirelactu.fr/source/le-monde/80df7764-dea6-4463-a291-d8fc560ebc7f. Acesso : 27 nov. 2021.

NAPOLITANO, C. Dois meses de suspensão de aulas: o trabalho brutal de professores em uma quarentena sem folga. FEPESP, 22 mai. 2020. http://fepesp.org.br/noticia/dois-meses-de-suspensao-de-aulas-o-trabalho-brutal-de-professores-em-uma-quarentena-sem-folga/. Acesso: 02 dez. 2021.

NASCIMENTO, D. R.; VIANNA, E. S.; MORAES, M. MÔNICA C.; SILVA, D S. F.. O indivíduo, a sociedade e a doença: contexto, representação social e alguns debates na história das doenças. Khronos, 2018, 6(17), 31-47. https://doi.org/10.11606/khronos.v0i6.150982.

NOVOS casos de Covid-19 obrigam Alemanha a fechar escolas uma semana após volta às aulas. G1, 07 ago. 2020. https://g1.globo.com/mundo/noticia/2020/08/07/novos-casos-de-covid-19-obrigam-alemanha-a-fechar-escolas-uma-semana-apos-volta-as-aulas.ghtml. Acesso: 26 nov. 2021.

O INSTITUTO João Alfredo. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 14 out. 1918.

O LIMÃO por um preço exorbitante. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 15 out. 1918.

O PRESIDENTE da Republica ordenou hontem a installação de novos postos-hospitaes em varios pontos da cidade. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 23 out. 1918.

OS BONDES de passageiros podem conduzir cargas para alimentos. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 24 out. 1918.

OS CRIADORES de gallinhas e o Commissariado. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 24 out. 1918.

OS EXAMES FINAES das escolas publicas. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 7 dez. 1918.

OS POSTOS de soccorros municipaes. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 17 out. 1918.

PALHARES, I. 79% dos brasileiros dizem que reabertura de escolas agravará a pandemia, mostra Datafolha. Folha de São Paulo, 17 ago. 2020. https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/08/79-dos-brasileiros-dizem-que-reabertura-de-escolas-agravara-a-pandemiamostra-datafolha.shtml. Acesso: 04 dez. 2021.

POSTO DE SOCCORROS NO INSTITUTO Orsina da Fonseca. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 3 nov. 1918.

PRECIADO, P. B. Aprendiendo del virus. In: Amadeo, P. (Ed.) Sopa de Wuhan. Editorial ASPO, 2020.

PROCURANDO gallinhas... Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 24 out. 1918.

RESENDE, L. Entre burocracia e denúncias de corrupção, Rio aguarda abertura de 3.131 leitos.

CNN Brasil, 07 mai. 2020. https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/05/07/entre-burocracia-e-denuncia-de-corrupcao-rio-aguarda-abertura-de-3131-leitos. Acesso: 28 nov. 2021.

REUNIÃO de professores municipaes. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 27 out. 1918.

RIBEIRO, C. Aulas remotas: Tribunais alertam sobre possível uso de dados de alunos e professores. Notícias & Concursos, 12 jul. 2020. https://noticiasconcursos.com.br/noticias-concursos/aulas-remotas-tribunais-uso-de-dados/. Acesso: 03 dez. 2021.

SALDAÑA, P. Conselho de Educação permite aula remota até fim de 2021 no ensino básico e no superior. Folha de São Paulo, 06, jun. 2020. https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/10/conselho-de-educacao-permite-aula-remota-ate-fim-de-2021-no-ensino-basico-e-no-superior.shtml. Acesso: 17 nov. 2021.

SALVADOR, A. D. Métodos e técnicas de pesquisa bibliográfica. Porto Alegre: Sulina, 1970.

SANTOS, A.V. . Escolas como postos de socorros: instituições escolares na epidemia de gripe espanhola no Rio de Janeiro (1918). Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 42, n. 87, 2021.

SANTOS, B. S. A cruel pedagogia do vírus. São Paulo: Boitempo, 2020.

SAVIANI, D. História da história da educação no Brasil: um balanço prévio e necessário. EccoS, São Paulo, v.10, n. ESPECIAL, p.147-167, 2008.

SENE, A. Ensino remoto: desafios para o ensino público brasileiro durante a pandemia da Covid-19. Jornal da ADUFEPE, 10 jul. 2020. http://www.adufepe.org.br/ensino-remoto-desafios-para-o-ensino-publico-brasileiro-durante-a-pandemia-da-covid-19/. Acesso: 21 nov. 2021.

SILVA, J. F., JUNIO, A. O. S. e COUTO, E. S. Amor, sexo e distância física: pedagogias do Webnamoro na pandemia da Covid-19. Educação em Questão, 58(58), 2020a) https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/21741.

SILVA, P., LIMA, D., COUTO E. S. Lives de festas nos tempos da COVID-19: arranjos, vínculos e performances. Revista Brasileira de Pesquisa (auto)biográfica, 5(16), 503-1517, 2020b). https://www.revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/8723.

SOCCORROS para a população suburbana. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 23 out. 1918.

TELESSAÚDERS. Qual a diferença de distanciamento social, isolamento e quarentena? 2020. https://www.ufrgs.br/telessauders/posts_coronavirus/qual-a-diferenca-de-distanciamento-social-isolamento-e-quarentena/.

VALERY, G. Hospitais de campanha para a covid-19 no Brasil: uma história de atrasos e falta de planejamento. Rede Brasil Atual, 23 ago. 2020. https://www.redebrasilatual.com.br/saude-e-ciencia/2020/08/hospitais-de-campanha-para-a-covid-19-no-brasil-uma-historia-de-atrasos-e-falta-de-planejamento/. Acesso: 28 nov. 2021.

VARIAS notas. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 15 out. 1918.

VEIGA-NETO, A. Mais uma Lição: sindemia covídica e educação. Revista Educação & Realidade, 45(4), 1-20, 2020..

VIDAL, G. Saude publica. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 28 nov. 1918.

World Health Organization. Coronavírus. 2020. https://www.who.int/health-topics/coronavirus#tab=tab_1

VILLAR, M. Trabalhadores de educação começam a ser vacinados contra covid-19 no dia 26. Correio da Bahia, 16 abr. 2021. https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/trabalhadores-de-educacao-comecam-a-ser-vacinados-contra-covid-19-no-dia-26/ Acesso: 05 dez. 2021.

Downloads

Publicado

2023-11-15

Como Citar

Santos, A. V. dos, & Couto, E. S. (2023). INSTITUIÇÕES ESCOLARES E PANDEMIAS: : a gripe espanhola na cidade do Rio de Janeiro (1918) e a COVID-19. Cadernos De Pesquisa, 30(1), 365–389. https://doi.org/10.18764/2178-2229v30n1.2023.16

Edição

Seção

Artigos