PESQUISA E FORMAÇÃO: O GRUPO DE PESQUISA E O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE

Autores

Palavras-chave:

DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE

Resumo

A relação entre universidade e escola como uma troca profícua na formação de professores pode ser vivenciada em grupos de pesquisas para favorecer o desenvolvimento profissional docente. Este artigo discute o papel de um grupo de pesquisa no desenvolvimento profissional de/as professores/as da Educação Básica. Constitui-se como uma pesquisa exploratória de base qualitativa (SAMPIERRE; COLLADO; LUCIO, 2013) sobre a experiência formativa do Grupo de Estudos e Pesquisa em Leitura e Escrita como Processo Dialógico (GLEPDIAL), da Universidade Federal do Maranhão. Os dados foram coletados via questionário aberto junto a três professoras participantes do grupo e a análise textual se fez com base em autores como García (1999), Contreras (2012), André (2010), Facci (2004) e Oliveira-Formosinho (2009), entre outros. Os resultados apontam que a participação em grupos de pesquisa fomenta o retorno à Universidade, ressignificando projetos pessoais e profissionais, possibilitando trocas e saberes, apropriação de conhecimentos adquiridos e movimentando-os para a reflexão de sua prática.

Palavras-chave: Desenvolvimento Profi ssional Docente. Grupo de Pesquisa. Formação de Professores.

RESEARCH AND EDUCATION: GLEPDIAL AND THE PROFESSIONAL DEVELOPMENT OF EDUCATORS IN BASIC EDUCATION

The relationship between school and university as a fruitful exchange on the education of teachers and professors can be experienced in research groups to favor the professional development of educators. This article addresses the formative role of the Study and Research Group on Reading and Writing as a Dialogical Process (Grupo de Estudos e Pesquisa em Leitura e Escrita como Processo Dialógico/GLEPDIAL) in the professional development of Basic Education teachers. This is established as exploratory research of qualitative foundation about the formative experience of the cited group, at the Federal University of Maranhão (Universidade Federal do Maranhão/UFMA). The text has been divided into four parts: the first part situates the theme, the objective, and the methodology; the second presents the discussion on docent formation and research, with emphasis on reflection on practice; in the third, it is presented the analysis of data in the light of the chosen authors; and in the fourth, some provocative considerations. Of qualitative foundation, with an interpretivist perspective, the data were generated via an open questionnaire along with three educators who participated in the group and whose debate was carried out through textual discourse analysis. The results point out that participating in research groups instigates the return to the University, giving new meaning to personal and professional projects, enabling exchanges and knowledge, appropriation of acquired understanding, and moving them to reflect on their practice.

Keywords: Teachers Professional Growth. Research groups. Teacher Development.

INVESTIGACIÓN Y FORMACIÓN: EL GLEPDIAL Y EL DESARROLLO PROFESIONAL DOCENTE EN LA ENSEÑANZA BÁSICA

La relación entre universidad y escuela como un intercambio ventajoso en la formación de los profesores puede ser vivida en grupos de investigaciones para mejorar el desarrollo profesional docente. Este artículo discute el papel formativo del Grupo de Estudios e investigación en Lectura y Escritura como Proceso Dialógico (GLEPDIAL) en el desarrollo profesional de los/as profesores de Enseñanza Básica. Se constituye como una investigación exploratoria cualitativa acerca de las experiencias formativas del dicho grupo en la Universidade Federal do Maranhão. El texto está compartido en cuatro partes: la primera sitúa el asunto, el objetivo y los procedimientos metodológicos; en la segunda, presenta la discusión acerca de la formación docente y la investigación, con enfoque para la reflexión de la práctica; en la tercera, el análisis de los datos por medio de los autores elegidos; y en la cuarta, algunas consideraciones provocativas. Con base cualitativa y perspectiva interpretativista, los datos resultan de cuestionario abierto en unión con tres profesoras participantes del grupo, cuyo debate se hizo por la Análisis Textual Discursiva. Los resultados apuntan que la participación en grupos de investigaciones incentiva el regreso a la Universidad, resignificando proyectos personales y profesionales, lo que promueve intercambios y apropiación de conocimientos, moviéndolos para la reflexión de su práctica.

Palabras-clave: Desarrollo Profesional Docente. Grupos de investigación. Formación de Profesores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

FRANCY SOUSA RABELO, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual do Ceará. Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (2014), Especialização em Metodologia do Ensino Superior (2004) e graduação em PEDAGOGIA (2003), ambas pela Universidade Federal do Maranhão. Foi Professora Substituta na UFMA no período de 2007 e início de 2008. Atualmente é Professora do Quadro Efetivo (desde 2008) na Universidade Federal do Maranhão, atuando principalmente nos seguintes temas: Pesquisa Educacional, Pedagogia Hospitalar, Formação de Professores, Práticas de Ensino e Estágio Supervisionado. Ministra as disciplinas: Pesquisa Educacional e Estágio Supervisionado em Educação Infantil. Coordena o Projeto de Extensão Estudar, uma ação Saudável: construindo uma Pedagogia Hospitalar (UFMA) que acontece no Hospital Universitário Materno Infantil. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisa em Leitura e Escrita como processo dialógico -GLEPDIAL/UFMA e o Grupo de Pesquisa, Docência no Ensino Superior e na Educação Básica - GDESB/PPGE/UECE.

MARIA SOCORR0 LUCENA LIMA, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Doutora em Educação na área de Didática, Teorias de Ensino e Práticas Escolares pela Universidade de São Paulo - USP (2001) com Pós-doutorado em Educação junto ao Departamento de Metodologia de Ensino e Educação Comparada na Universidade de São Paulo-USP (2007), com Estágio na Universidade do Minho-Portugal. Mestre em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará - UFC (1995), Graduada em Letras (1971) e em Pedagogia (1978) pela Universidade Regional do Cariri - URCA. Integra o quadro de pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Educação-PPGE da Universidade Estadual Estadual - UECE, na linha Docência no Ensino Superior e na Educação Básica. Foi Professora Visitante na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - UNILAB 2017-2019. Pertence ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação de Educadores - GEPEFE e Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Formação do Educador e ELOSS - Educação e Cooperação Su -Sul - UNILAB.Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Didática e Estágio Curricular Supervisionado, trabalho docente, práticas escolares, docência no ensino superior e formação continua e professores.

MARIA ISABEL SABINO DE FARIAS, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Professora Associada do Centro de Educação da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UECE (supervisora de pós-doutorado e orientadora de doutorado, mestrado, especialização, graduação e iniciação científica). Possui Estágio Pós-Doutoral em Educação pela Universidade de Brasília (UNB); Doutorado e mestrado em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC); Especialista em Metodologia do Ensino Superior pela PUC/MG; Licenciada em Pedagogia pela UECE. Editora da Revista Educação & Formação do PPGE/UECE. Membro do conselho editorial da Revista Educação em Questão (UFRN) e da Formação Docente - Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores (ANPEd GT8/Editora Autêntica), além de outros periódicos qualificados. Vice-coordenadora (2011-2012) e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UECE (2012-2017), contemplada com os financiamentos: FUNCAP/CAPES Edital 02/2013 - Estímulo à Cooperação Científica e Desenvolvimento da Pós-Graduação; FUNCAP/CAPES Edital 04/2015 - Programa de Pós-Doutorado para Jovens Doutores, que investiu na atuação de jovens doutores no desenvolvimento do Ceará. Coordenadora da Coordenadoria do Ensino lato sensu do Centro de Educação da UECE (10/2004 a 03/2010). Vice-diretora da Faculdade de Educação de Crateús – FAEC/UECE (12/1992 a 10/1996). Líder do grupo de pesquisa Educação, Cultura Escolar e Sociedade (EDUCAS) e membro do grupo de estudo e pesquisa Formação de Professores e Práticas de Ensino (FOPPE/UFSC). Coordenadora do Observatório Desenvolvimento Profissional Docente e Inovação, que tem contado com financiamentos diversos (CAPES/OBEDUC, CNPq e FUNCAP). Pesquisadora de projetos financiados pelo CNPq (Universal 2018): Pesquisa com Professores Iniciantes: Um estudo sobre indução profissional, iniciativa interinstitucional entre UFRJ, UFSC e UECE; e, Processos de indução de professores iniciantes na escola básica, investigação em rede envolvendo 14 IES e vinculada à PUC/SP. Conselheira do Conselho Estadual de Educação do Ceará (2013-2014). Tutora de projetos de pesquisa apoiados pelo Programa Jovens Pesquisadores (FUNCAP Edital 07/2012). Vice-presidente Nordeste da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd) (12/2015 a 12/2019). Vice-coordenadora (2012-2013) e Coordenadora do FORPRED Nordeste/ANPEd (2013-2015). Representante da ANPEd no Fórum Estadual de Educação do Ceará (FEE-CE). Avaliadora externa do PIBIC/UNILAB e interna da UECE. Coordenadora do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID, 11/2009 a 07/2014) e do Programa de Consolidação das Licenciaturas (PRODOCÊNCIA, 11/2010 a 02/2015) na UECE. Organizadora de eventos científicos (ANPEd, EPEN, ENDIPE, ENALIC etc.). Membro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), da Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (ANFOPE) e da Associação Nacional de Didática e Prática de Ensino (ANDIPE). Integra a Red de inducción a la docencia (RID), a Red Iberoamericana de Liderazgo y Prácticas Educativas (RILPE) e a Rede Inter-regional Norte, Nordeste e Centro-Oeste sobre Docência na Educação Básica e Superior (RIDES). Tem se dedicado a estudos e pesquisas sobre desenvolvimento profissional de professores, inovação e docência na Educação Básica e Educação Superior.

Downloads

Publicado

2022-03-29

Como Citar

RABELO, F. S., LIMA, M. S. L., & FARIAS, M. I. S. D. (2022). PESQUISA E FORMAÇÃO: O GRUPO DE PESQUISA E O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE. Cadernos De Pesquisa, 29(1), 129–148. Recuperado de http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/16072