Direitos Humanos nos Cursos Técnicos de Nível Médio: o que dizem as pesquisas na Pós-Graduação Stricto Sensu brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2358-4319v17n1.2024.3

Palavras-chave:

direitos humanos, cursos técnicos de nível médio, Educação profissional e tecnológica

Resumo

Promover a educação em Direitos Humanos é, essencialmente, possibilitar a formação de uma cultura de respeito à dignidade humana por meio da promoção e vivência dos valores da liberdade, da justiça, da igualdade, da solidariedade, da cooperação, da tolerância e da paz. Nesse sentido, o objetivo deste estudo é catalogar o que dizem as pesquisas realizadas na Pós-Graduação Stricto Sensu brasileira acerca dos Direitos Humanos nos Cursos Técnicos de Nível Médio entre os anos de 2008 a 2022. O estudo foi constituído a partir da catalogação e da análise das teses e dissertações disponíveis na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Trata-se de uma pesquisa de natureza básica com abordagem qualitativa. Quanto aos seus objetivos, é classificada como exploratória e descritiva com procedimentos técnicos documental e bibliográfico. Conclui-se, ressaltando a relevância da temática dos Direitos Humanos a qual pugna-se que seja incluída como componente curricular dos variados níveis de ensino e cursos nacionais, tendo em vista que a educação em Direitos Humanos promove uma educação plural, inclusiva e democrática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Roberta Pasqualli, Instituto Federal de Educação

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC).

 

Neiva Teresinha Borges Petersohn, Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul

Licenciada em Formação Pedagógica para Graduados não Licenciados pelo Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSUL). Monitora da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul.

Josimar de Aparecido Vieira, Instituto Federal de Educação

Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS).

Referências

ABREU JUNIOR, J. M. de. Os processos de acesso e permanência nos cursos PROEJA do IFRJ: entre percalços, demandas e potencialidades, 2017. Tese. Disponível em: https://www.bdtd.uerj.br:8443/handle/1/10448. Acesso em: 13 jun. 2022.

ARAÚJO FILHO, J. A. de. Educação e Cidadania como direitos fundamentais: reflexões sobre a formação para a cidadania no IFCE, Campus Cedro, 2018. Dissertação. Disponível em: http://dspace.est.edu.br:8080/xmlui/handle/BR-SlFE/960. Acesso em: 13 jun. 2022.

ARRUDA, Z. A. de A. O PROEJA no IFPB Campus João Pessoa: um estudo sobre o acesso e a permanência do alunado, 2012. Dissertação. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/4741?locale=pt_BR. Acesso em: 13 jun. 2022.

BARRETO, V. de P. O fetiche dos direitos humanos e outros temas. Rio de Janeiro: Lumen Juris Editora, 2010.

BETTIN, S. A. C. Política Institucional de Educação Inclusiva de adultos com deficiência no IFSUL. Pelotas, 2009.

BRAGATO, F. F. Por uma compreensão do sentido dos direitos humanos, 2006. Disponível em http://www.controversia.unisinos.br/index.php?a=60&e=4&s=9. Acesso em: 20 mai. 2022.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 20 mai. de 2022.

BRASIL. Lei 11.892. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 20 de mai. 2022.

BREGONCI, A. de M. Estudantes surdos no PROEJA: o que nos contam as narrativas sobre os seus percursos, 2012. Dissertação. Disponível em: https://repositorio.ufes.br/handle/10/6019. Acesso em: 13. jun. 2022.

CONCEIÇÃO, D. de L. Práticas educativas dialógicas como re-conceituar a Educação de Jovens e Adultos, 2016. Tese. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8401. Acesso em: 13 jun. 2022.

DANTAS, A. C. de L. Dignidade da pessoa humana: PROEJA IFRJ e direito à educação. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2018, Tese. Disponível em: https://www.bdtd.uerj.br:8443/handle/1/10477. Acesso em: 13 jun. 2022.

DUARTE, T. de S. Educação Profissional técnica de nível médio na modalidade de educação de jovens e adultos: uma reflexão sobre a prática pedagógica docente, 2019. Dissertação. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/21810?locale=pt_BR. Acesso em: 13 jun. 2022.

FARIA, D. S. de A. O PROEJA Ensino médio no IFRN, Campus Caicó: causa da desistência e motivos de permanência, 2014. Dissertação. Disponível em: https://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFRN_d4c9eadb32948daa34961ebcbbb857be. Acesso em: 13 jun. 2022.

FEBRES, S. A. P. O processo de inclusão/exclusão sob o olhar dos alunos que ingressaram no IFSUL - Campus Pelotas através da isenção da taxa de inscrição do processo Seletivo (2008 2011), 2013. Dissertação. Disponível em: http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UCPe_e6b491692189466706a981c0a416a6a6. Acesso em: 13 jun. 2022.

FERREIRA, M. A. B. A opinião dos alunos sobre o ensino médio integrado em Administração do Instituto Federal de São Paulo/ Campus Suzano, 2019. Dissertação. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22926. Acesso em: 12 jun. 2022.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

KANT, E. Fundamentação da metafísica dos costumes e outros escritos: texto integral.São Paulo: Martins Claret, 2006.

MASCHIO, M. T. F. Educação básica e educação profissional do trabalhador jovem e adulto: desafios da integração, 2011. Tese. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/104818. Acesso em: 13 jun. 2022.

MARTINS, J. B. Dignidade da Pessoa Humana: Princípio Constitucional Fundamental. 1ªed., 4ª tir. Curitiba: Juruá: 2006.

MORAIS, J. de A. Cavalcanti de. Gênero e diversidade sexual: as experiências de estudantes LGBTI+ na educação profissional e os desafios no mundo do trabalho, 2020. Dissertação. Disponível em: https://repositorio.ifpe.edu.br/xmlui/handle/123456789/261. Acesso em: 13 jun, 2022.

MINAYO, M. C. de S. (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2002.

OLIVEIRA, J. A. M. de. Formação Profissional da Pessoa com Deficiência: uma experiência da Escola Técnica Federal de Sergipe, 2018. Tese. Disponível em: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/11529. Acesso em: 13 jun. 2022.

PEDROSA, E. M. P. Implicações do ensino médio integrado para a formação do trabalhador: uma análise IFMA Campus Monte Castelo. Universidade Federal do Maranhão 2013. Dissertação. Disponível em: https://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFMA_d89fe1a68a6c86d99755d3155b8dd8d7. Acesso em: 13 jun. 2022.

PERINNI, S. Do Direito à Educação: o núcleo de atendimento às pessoas com necessidades específicas e a inclusão escolar no IFES, 2017. Tese. Disponível em: https://repositorio.ufes.br/handle/10/6848. Acesso em: 13 jun, 2022.

PRODANOV, C. C; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico [recurso eletrônico]: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico – 2. ed. – Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SÁ, N. M. Educação em Direitos Humanos no olhar do corpo discente de nível médio do IFPI – Campus Teresina Central, 2014. Dissertação. Disponível em: http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/4022. Acesso em: 13 jun. 2022.

SALES, M. C. de. O movimento constitutivo do currículo da educação profissional integrado à educação de jovens e adultos: uma proposta emancipatória no IFB Campus Gama, 2018. Tese. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/34506. Acesso em: 13 jun. 2022.

VALENTE, M. J. C. A atualidade da educação em direitos humanos para uma formação cidadã na educação profissional e tecnológica. Universidade Federal de Santa Maria, 2021, Dissertação. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/22290. Acesso em: 13 jun. 2022.

WINTER, S. B. A política de EJA EPT no CTISM: um estudo sobre as transformações vivenciadas na e para além da pandemia, 2021. Tese. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/23549. Acesso em: 13 jun. 2022.

Downloads

Publicado

2024-03-31

Como Citar

PASQUALLI, Roberta; PETERSOHN, Neiva Teresinha Borges; VIEIRA, Josimar de Aparecido.
Direitos Humanos nos Cursos Técnicos de Nível Médio: o que dizem as pesquisas na Pós-Graduação Stricto Sensu brasileira
. Revista Educação e Emancipação, v. 17, n. 1, p. 54–73, 31 Mar 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/reducacaoemancipacao/article/view/21192. Acesso em: 20 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos