BIBLIOTECA, PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E EDUCAÇÃO: sugestões de práticas lúdicas para a mediação da informação ambiental = LIBRARY, SOCIO-ENVIRONMENTAL PROJECTS AND EDUCATION: suggestions of recreational practices for the mediation of environmental information

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2526-6160v21n1.2022.3

Palavras-chave:

mediação da informação, meio ambiente, educação ambiental, informação ambiental, projetos socioambientais

Resumo

A criação de um ambiente saudável com base no desenvolvimento sustentável se dá por meio de campanhas de sensibilização, de educação e de articulação com outras instituições. É obrigação de todos o zelo pelo mundo, pelo nosso planeta e a educação deve abordar em seu currículo, do ensino infantil ao ensino superior, temáticas que fomentem a participação e responsabilidade social do cidadão, instruam o cuidado com o meio ambiente e desenvolvam ideias sustentáveis. A Biblioteca no cenário da Mediação passa a ser um local de encontro para troca de saberes e experiências, um local que permite a interação e interlocução dos sujeitos que a frequentam. O objetivo da pesquisa é descrever a importância da implantação de projetos socioambientais nas bibliotecas e apontar práticas lúdicas de mediação da informação ambiental. A pesquisa é classificada como descritiva, de caráter qualitativo. A metodologia base foi realizada por pesquisa bibliográfica acerca do tema e análise de dados. É de suma importância que a conscientização e a responsabilidade ambiental sejam disseminadas na sociedade, e a Biblioteca e o Bibliotecário ganham papel importante como mediadores da informação. A Biblioteca pode ser um local de promoção da educação ambiental para o desenvolvimento de ações sustentáveis na mediação da informação para diferentes gerações e por diferentes práticas, desde a mais humanizada até a remota.

ABSTRACT

The creation of a healthy environment based on sustainable development takes place through awareness-raising campaigns, education and articulation with other institutions. It is everyone's obligation to zeal for the world, for our planet, and education must address in its curriculum, from early childhood education to higher education, themes that encourage citizen participation and social responsibility, instruct care for the environment and develop sustainable ideas. The Library in the Mediation scenario becomes a meeting place for the exchange of knowledge and experiences, a place that allows the interaction and dialogue of the subjects who attend it. The objective of the research is to describe the importance of implementing socio-environmental projects in libraries and to point out ludic practices of mediation of environmental information. The research is classified as descriptive, of a qualitative nature. The base methodology was carried out by bibliographic research on the subject and data analysis. It is extremely important that environmental awareness and responsibility are disseminated in society, and the Library and Librarian gain an important role as mediators of information. The Library can be a place to promote environmental education for the development of sustainable actions in the mediation of information for different generations and for different practices, from the most humanized to the remote.

Keywords: information mediation; environment; environmental education; environmental information; socio-environmental projects.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eddie Carlos Saraiva da Silva, Universidade Federal do Pará

Mestrando em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Pós-graduando em
Biblioteconomia e Gestão de Bibliotecas Públicas e Institucionais pela Faculdade de Educação de Minas Gerais (FACEMINAS). Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Bacharel em
Administração pela Universidade Estácio de Sá (UNESA).

Rafaele de Oliveira Ferreira, Universidade Federal do Pará

Auxiliar de biblioteca na Biblioteca Municipal Eládio Malato. Graduanda em Biblioteconomia pela
Universidade Federal do Pará (UFPA). 

Andréia Loyse de Aragão Ferreira, Universidade Federal do Pará

Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Pará.

Noêmi da Silva de Carvalho, Universidade Federal do Pará

Bibliotecária no Centro de Estudos Professor Manoel Leite. Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

Referências

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. de. Mediação da informação: ampliando o conceito de disseminação. In: VALENTIM, M. L. P. (org.). Gestão da informação e do conhecimento. São Paulo: Polis: Cultura Acadêmica, 2008. p. 41-54.

ALVES, A. P.; SAHEB, D. A educação ambiental na educação infantil. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EDUCERE, 11., 2013, Curitiba. Anais eletrônicos [...]. Curitiba: PUCPR, 2013. p. 30025-30032. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2013/7774_6497.pdf. Acesso em: 18 jan. 2021.

AZEVEDO, K. R. de; OGÉCIME, M. O papel do bibliotecário como mediador da informação na busca pelo letramento informacional. RDBCI: Rev. Digit. Bibliotecon. Ciênc. Inf., Campinas, v. 18, p. 1-17, 2020. DOI 10.20396/rdbci.v018i0.8654473. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8654473/21896. Acesso em: 18 jan. 2021.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm#:~:text=Da%20Educa%C3%A7%C3%A3o%20Infantil-,Art.,da%20fam%C3%ADlia%20e%20da%20comunidade. Acesso em: 18 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Cidadania. Coronavírus: cartilha de orientação para as comunidades terapêuticas. Brasília, DF: MDS, [2020]. Disponível em: http://www.mds.gov.br/webarquivos/cidadania/publicacoes/Coronavirus_ComTerapeuticas_online.pdf%20(1).pdf. Acesso em: 23 maio 2022.

CASTRO, M. L. de; CANHEDO JÚNIOR, S. G. Educação ambiental como instrumento de participação. In: PHILIPPI JÚNIOR, A.; PELICIONI, M. C. F. (ed.). Educação ambiental e sustentabilidade. Barueri: Manole, 2005. v. 3, cap. 15, p. 401-411. (Coleção ambiental).

JACOBI, P. Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de pesquisa, [s. l.], n. 118, p. 189-205, mar. 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/kJbkFbyJtmCrfTmfHxktgnt/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 18 jan. 2021.

LUZZI, D. Educação ambiental: pedagogia, política e sociedade. In: PHILIPPI JÚNIOR, A.; PELICIONI, M. C. F. (ed.). Educação ambiental e sustentabilidade. Barueri: Manole, 2005. v. 3, cap. 14, p. 381-400. (Coleção ambiental).

PENTEADO, H. D. Meio ambiente e formação de professores. São Paulo: Cortez, 1997.

REIGOTA, M. Desafios à educação ambiental escolar. In: JACOBI, P. et al. (org.). Educação, meio ambiente e cidadania: reflexões e experiências. São Paulo: SMA, 1998. p. 43-50.

SANTOS NETO, J. A, dos; ALMEIDA JÚNIOR, O. F. de. O caráter implícito da mediação da informação. Inf. & Soc.: Est., João Pessoa, v. 27, n. 2, p. 253-263, maio/ago. 2017. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/download/95956. Acesso em: 1 fev. 2021.

SILVA, A. M. da. Mediações e mediadores em Ciência da Informação. Prisma.com, Porto, n. 9, p. 68-104, 2009. Disponível em: http://ojs.letras.up.pt/index.php/prismacom/article/view/2057. Acesso em: 1 fev. 2021.

Downloads

Publicado

2022-06-30

Como Citar

Silva, E. C. S. da, Ferreira, R. de O., Ferreira, A. L. de A., & Carvalho, N. da S. de. (2022). BIBLIOTECA, PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS E EDUCAÇÃO: sugestões de práticas lúdicas para a mediação da informação ambiental = LIBRARY, SOCIO-ENVIRONMENTAL PROJECTS AND EDUCATION: suggestions of recreational practices for the mediation of environmental information. Revista Bibliomar, 21(1), 47–61. https://doi.org/10.18764/2526-6160v21n1.2022.3

Edição

Seção

Artigos