BIBLIOTECONOMIA SOCIAL E DECOLONIZAÇÃO DO SABER

formação e desenvolvimento de acervos de bibliotecas como prática de mediação de informação afro-brasileira e africana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2526-6160v22n2.2023.9

Palavras-chave:

Biblioteconomia Social, decolonialidade, mediação de informação, desenvolvimento de coleções, formação de acervos

Resumo

Aborda a formação de acervos decoloniais em bibliotecas públicas, comunitárias/populares e escolares como prática de mediação de informação, tendo em vista a importância de acervos que representem os aspectos culturais e identitários da
população brasileira. Tem como objetivo discutir a formação e o desenvolvimento de acervos, aproximando o pensamento da Biblioteconomia Social da perspectiva dos Estudos Decoloniais, e apresentando o contexto brasileiro acerca de acervos com temática afro-brasileira e africana em bibliotecas. Metodologicamente, trata-se de uma
revisão de literatura com levantamento bibliográfico realizado na Brapci e no Google Acadêmico, em 2023, tendo recuperado 32 artigos e selecionado 16, que apresentam diagnósticos de acervos de bibliotecas na temática afro-brasileira e africana e/ou que
versam sobre a formação e o desenvolvimento de coleções nessa temática. Como resultados, percebe que há poucos estudos que avaliam acervos de bibliotecas em relação a conteúdos e autores(as) afro-brasileiros e africanos, assim como traz
indícios de ausência de conteúdos decoloniais nos acervos desse tipo de biblioteca; também apresenta aspectos referentes à elaboração de políticas de desenvolvimento de acervos decoloniais, em especial, em relação ao estudo de comunidade e à
seleção de documentos. Por fim, considera que uma política de desenvolvimento de coleções é de extrema relevância para que se conheça a realidade local e se planeje um acervo que apoie a população, contribuindo para a libertação da dominação pela
via do saber. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia S. P. Mallmann, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Comunicação e Informação pela UFRGS. Professora do Departamento de Biblioteconomia da UFRJ. 

Referências

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Conservadorismo e revolução (ou reformismo) na Biblioteconomia e na Ciência da Informação. Divers@!: Revista Eletrônica Interdisciplinar, Matinhos, v. 8, n. 2, p. 132-144, jul./dez. 2015. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/diver/article/view/45052/27431. Acesso em: 31 jul. 2023.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Mediação da informação e múltiplas linguagens. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, São Paulo, v. 2, n. 1, p. 89-103, jan./dez. 2009. Disponível em: https://revistas.ancib.org/index.php/tpbci/article/view/170. Acesso em: 31 jul. 2023.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Prefácio. In: SPUDEIT, D.; MORAES; M. Biblioteconomia Social: epistemologia transgressora para o século XXI. São Paulo: Abecin, 2018. Disponível em: https://portal.abecin.org.br/editora/article/view/216/191. Acesso em: 31 jul. 2023.

AMORIM, I. S.; ALVES, U. S. Biblioteconomia e Ciência da Informação: uma perspectiva decolonial. Revista Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Belo Horizonte, n. especial, 2022. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/198772. Acesso em: 31 jul. 2023.

ARAÚJO, A. V. F.; OLIVEIRA, L. M. B.; GRACIOSO, L.; SILVA, M. D. P. Decolonialidade e Ciência da Informação: veredas dialógicas. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, e5828, nov. 2021. Disponível em: https://revista.ibict.br/liinc/article/view/5828. Acesso em: 31 jul. 2023.

BERNARDINO-COSTA, J.; MALDONATO-TORRES, N.; GROSFOGUEL, R. Introdução. In: BERNARDINO-COSTA, J.; MALDONATO-TORRES, N.; GROSFOGUEL, R. (org.). Decolonialidade e pensamento afrodiaspórico. Belo Horizonte: Autêntica, 2018. E-book, p. 5-27.

BRASIL. Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996 [...]. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2003. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.639.htm. Acesso em: 06 fev. 2023.

BRASIL. Lei nº 11.645, de 10 março de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003 [...]. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 11 mar. 2008. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm. Acesso em: 06 fev. 2023.

CARDOSO, F. C. O negro na biblioteca: mediação da informação para a construção da identidade negra. Curitiba: CRV, 2015.

CARDOSO, F. C.; NÓBREGA, N. G. A biblioteca pública na (re)construção da identidade negra. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, [s. l.], v. 3, n. 1, p. 1-23, 2010. Disponível em: https://revistas.ancib.org/index.php/tpbci/article/view/200. Acesso em: 31 jul. 2023.

CARDOSO, P. J. F.; GARCÊS, F. C.; LIMA, G. S. Biblioteca de referência do núcleo de estudos afro-brasileiros da Universidade do Estado de Santa Catarina: avaliação dos empréstimos entre 2008-2013. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 19, n. 1, p. 102-110, jan./jun., 2014. Disponível em: https://revistaacb.emnuvens.com.br/racb/article/view/931. Acesso em: 31 jul. 2023.

CARDOSO, P. J. F.; LIMA, G. S. Disseminando a igualdade: um balanço da biblioteca de referência sobre diversidade cultural: BRDC/NEAB/UDESC (2009/2010). Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 17, n. 1, p. 105-117, jan./jun. 2012. Disponível em: https://revistaacb.emnuvens.com.br/racb/article/view/809. Acesso em: 31 jul. 2023.

CARDOSO, P. J. F.; SILVA, F. C. G.; COSTA, A.; LIMA, G. S. Os interagentes da biblioteca de referência NEAB/UDESC: avaliação de biblioteca especializada em temática africana, afro-brasileira e indígena. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 20, n. 3, p. 452-462, set./dez. 2015. Disponível em: https://revistaacb.emnuvens.com.br/racb/article/view/1122. Acesso em: 31 jul. 2023.

CARMO, N. L.; BERNARDINO, M. C. R.; SILVA, J. História e cultura africana e afro-brasileira nas bibliotecas públicas do Cariri Cearense. CRB-8 Digital, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 2-10, dez. 2012. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/10095. Acesso em: 31 jul. 2023.

CIVALLERO, E. Aproximación a la bibliotecología progressista. El profesional de la información, v. 22, n. 2, p. 155-162, marzo/abr. 2013. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/274676064_Aproximacion_a_la_bibliotecologia_progresista. Acesso em: 31 jul. 2023.

CURVO, L. F. S. A biblioteca escolar na perspectiva da promoção da igualdade racial. R. Bibliomar, São Luís, v. 20, n. 1, p. 106-130, jan./jun. 2021. Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/bibliomar/article/view/15156. Acesso em: 31 jul. 2023.

FIORAVANTE, E. Racismo, biblioteca escolar, educação das relações étnico-raciais e o campo da Biblioteconomia: uma conversa necessária e possível. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 17, p. 1-19, 2021. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1509. Acesso em: 31 jul. 2023.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade: e outros escritos. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981. Disponível em: https://www.gepec.ufscar.br/publicacoes/livros-e-colecoes/paulo-freire/acao-cultural-para-a-liberdade.pdf/view. Acesso em: 31 jul. 2023.

FREIRE, P. Alfabetização de adultos e bibliotecas populares: uma introdução. In: FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 23. ed. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989. p. 15-21.

GOMES, H. F. A dimensão dialógica, estética, formativa e ética da mediação da informação. Informação & Informação, Londrina, v. 19, n. 2, p. 46-59, maio/ago. 2014. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19994. Acesso em: 31 jul. 2023.

LIMA, G. S.; SILVA, F. C. G.; COSTA, A.; SILVA, A. S.; SOUZA, G. K. S.; COSTA, A.; SILVA, A. S. Africanizando os acervos: política de gestão de acervos para bibliotecas especializadas na temática afro-brasileira e africana. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 88-103, 2018. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1056. Acesso em: 31 jul. 2023.

MALDONATO-TORRES, N. Analítica da colonialidade e da decolonialidade: algumas dimensões básicas. In: BERNARDINO-COSTA, J.; MALDONATO-TORRES, N.; GROSFOGUEL, R. (org.). Decolonialidade e pensamento afrodiaspórico. Belo Horizonte: Autêntica, 2018. E-book, p. 29-61.

MALLMANN S. P., P.; FELIPE, C. B. M. Movimento da Biblioteconomia Social: uma análise da literatura em português, espanhol e inglês. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 21., 2021. Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: IBICT, 2022. Disponível em: https://enancib.ancib.org/index.php/enancib/xxienancib/paper/view/395. Acesso em: 31 jul. 2023. p. 1-15.

MARÍN, J. Interculturalidade e descolonização do saber: relações entre saber local e saber universal, no contexto da globalização. Visão Global, Joaçaba, v. 12, n. 2, p. 127-154, jul./dez. 2009. Disponível em: https://periodicos.unoesc.edu.br/visaoglobal/article/view/617. Acesso em: 31 jul. 2023.

MARTINS, L. R. S.; CHAVES, I. T.; CAVATI SOBRINHO, H. Do desenvolvimento de coleções à formação de acervo afrocentrado: uma análise do sistema de bibliotecas universitárias da Universidade Federal do Ceará. Revista Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, Belo Horizonte, n. especial, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/39923. Acesso em: 31 jul. 2023.

MATTOS, M. C. C. M. Biblioteca de referência do NEAB: preservando a história e memória dos afro-descendentes em Santa Catarina e no Brasil. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 13, n. 1, p. 239-250, jan./jun. 2008. Disponível em: https://revistaacb.emnuvens.com.br/racb/article/view/547. Acesso em: 31 jul. 2023.

PERROTTI, E.; PIERUCCINI, I. A mediação cultural como categoria autônoma. Informação & Informação, Londrina, v. 19, n. 2, p. 1-22, maio/ago. 2014. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19992. Acesso em: 31 jul. 2023.

ROCHA, R. A. M.; PAULINO, E. S.; HORTA, Í. B.; LIMA, A. L. F. S.; PAIXÃO, A. F. A. G.; DINIZ, C. X.; FIUZA, M. C. Linguagens e educação antirracista: a biblioteca como instrumento de luta no combate ao racismo. In: FEIRA BRASILEIRA DOS COLÉGIOS DE APLICAÇÃO E ESCOLAS TÉCNICAS, 9., 2021, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte: Even3, 2022. Disponível em: https://even3.blob.core.windows.net/processos/212895b37f7442e4a7f3.pdf. Acesso em: 31 jul. 2023.

SANTANA, D. R.; MARTINS, P. F. Melo. Biblioteca escolar: em busca de um espaço educacional para combater o preconceito racial e o racismo no Ensino Fundamental. Rev. Educ., Brasília, DF, ano 44, n. 165, p. 89-106, set./dez. 2021.

SILVA, D. M. F.; SILVA, J.; BERNARDINO, M. C. R. O lugar da biblioteca universitária na implementação da Lei 10.639/03 nos cursos de História e Pedagogia. Folha de Rosto em Biblioteconomia e Ciência da Informação, Juazeiro do Norte, v. 1, n. 1, p. 44-63, jan./jun., 2015. Disponível em: https://periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/view/6. Acesso em: 31 jul. 2023.

SILVA, J. L. C.; SILVA, R. L. Biblioteca, luta de classes e o posicionamento da Biblioteconomia brasileira: algumas considerações. Em Questão, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 203-217, jul./dez. 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/16023. Acesso em: 31 jul. 2023.

SILVA, R. A.; FLECHA, L. C. Q. C. A mediação da Informação e o protagonismo de Mestres da Capoeira Angola como chave no processo de promoção do giro-decolonial. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, e5788, p. 1-25, nov. 2021. Disponível em: https://revista.ibict.br/liinc/article/view/5788. Acesso em: 31 jul. 2023.

TANUS, G. F. S. C.; SOUZA, G. T. C. Decolonizando os acervos das bibliotecas públicas: formação de coleções de literatura afro-brasileira. Palabra Clave, La Plata, v. 12, n. 1, e170, oct./marzo 2022. Disponível em: https://www.palabraclave.fahce.unlp.edu.ar/article/view/pce170. Acesso em: 31 jul. 2023.

TANUS, G. F. S. C.; TANUS, G.; O., F.; ALVES, G. P.; SANTIAGO, M. A.; GOMES, M. V. S. J.; SILVA, S. S.; OLIVEIRA, S. G. T. A literatura afro-brasileira no Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas da Bahia. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 16, p. 1-24, 2020. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1287. Acesso em: 31 jul. 2023.

TANUS, G. F. S. C. Institucionalização da Biblioteconomia Progressista e Crítica. Em Questão, Porto Alegre, v. 28, n. 1, p. 432-457, jan./mar. 2022. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/109063. Acesso em: 31 jul. 2023.

TANUS, G.; TANUS, G. F. S. C. Onde estão os autores e autoras negras?: a literatura afro-brasileira nos acervos das bibliotecas públicas brasileiras. Diacrítica, Braga, v. 34, n. 2, p. 249-263, 2020. Disponível em: http://eprints.rclis.org/40257/. Acesso em: 31 jul. 2023.

VERGUEIRO, W. Bibliotecário e mudança social: por um bibliotecário ao lado do povo. R. Bibliotecon., Brasilia, DF, v. 16, n. 2, p. 207 -215, jul./dez. 1988. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/index.php/res/v/76413. Acesso em: 31 jul. 2023.

VERGUEIRO, W. Desenvolvimento de coleções. São Paulo: Polis; APB, 1989.

Downloads

Publicado

2023-12-21

Como Citar

MALLMANN, Patrícia S. P.
BIBLIOTECONOMIA SOCIAL E DECOLONIZAÇÃO DO SABER: formação e desenvolvimento de acervos de bibliotecas como prática de mediação de informação afro-brasileira e africana
. Revista Bibliomar, v. 22, n. 2, p. 13–38, 21 Dez 2023 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/bibliomar/article/view/21091. Acesso em: 22 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos