A INSTITUCIONALIZAÇÃO DO VOLUNTARIADO: uma nova consigna para a educação brasileira?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229v29n1.2022.20

Palavras-chave:

Nova Gestão Pública, Diretrizes da Educação para o Voluntariado na Educação Básica e Superior, Voluntariado

Resumo

O artigo decorre do mapeamento e análise de documentos emanados pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) produzidos nos últimos cinco anos. Objetiva-se desvelar as razões do Governo Temer (2016-2018) encomendar ao CNE uma diretriz específi ca para o voluntariado? Argumenta-se que normatizar ações de voluntariado no âmbito da educação básica e superior, o Brasil acompanha o movimento global que desconsidera a educação como bem público, instituindo, em conjunto com outras reformas, um arcabouço de orientação neoliberal e de viés neoconservador. Desvela-se um processo de indução de trabalho voluntário via diretrizes curriculares, sendo ensinado e computado como atividade educativa nas instituições de educação básica e superior em sintonia com a valorização no âmbito do trabalho.

Palavras-chave: Nova Gestão Pública. Diretrizes da Educação para o Voluntariado na Educação Básica e Superior. Voluntariado.

THE INSTITUTIONALIZATION OF VOLUNTEERING: A NEW CONSIGNA FOR BRAZILIAN EDUCATION?

The article stems from the mapping and analysis of documents issued by the National Council of Education (CNE) produced in the last fi ve years. Is it intended to reveal the reasons why the Temer Government (2016-2018) ordered a specifi c guideline for volunteering from the CNE? It is argued that to regulate voluntary actions in the scope of basic and higher education, Brazil follows the global movement that disregards education as a public good, instituting, together with other reforms, a framework of neoliberal orientation and neoconservative bias. A processo fi nduction of voluntary work is revealed through curricular guidelines, being taught and computed as an education al activity in basic and higher education institutions in line with the appreciation in the scope of work.

Keywords: New Public Management. Education Guidelines for Volunteering in Basic and Higher Education. Volunteering.

LA INSTITUCIONALIZACIÓN DEL VOLUNTARIADO: ¿UNA NUEVA CONSIGNA PARA LA EDUCACIÓN BRASILEÑA?

El artículo surge del mapeo y análisis de documentos emitidos por el Consejo Nacional de Educación (CNE) producidos en los últimos cinco años. ¿Se pretende desvelar las razones por las que el Gobierno de Temer (2016-2018) ordenó al CNE una directriz específica para el voluntariado? Se argumenta que al regular las acciones voluntarias en el ámbito de la educación básica y superior, Brasil sigue el movimiento global que desestima la educación como un bien público, instituyendo, junto con otras reformas, un marco de orientación neoliberal y sesgo neoconservador. Se revela un proceso de inducción al trabajo voluntario a través de lineamientos curriculares, siendo enseñado y computado como actividad educativa en las instituciones de educación básica y superior en concordancia con la apreciación en el ámbito del trabajo.

Palabras clave: Nueva administración pública. Lineamientos Educativos para el Voluntariado en Educación Básica y Superior. Voluntariado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Nunes Militão, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)

Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP). Professora da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e docente vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu/FAED/UFGD). Líder do GEPPEF – Grupo de Estudos e Pesquisa Políticas Educacionais e Formação de Professores.

Downloads

Publicado

2022-03-29

Como Citar

Militão, A. N. (2022). A INSTITUCIONALIZAÇÃO DO VOLUNTARIADO: uma nova consigna para a educação brasileira?. Cadernos De Pesquisa, 29(1), 453–476. https://doi.org/10.18764/2178-2229v29n1.2022.20