OS INDICATIVOS DO RELATÓRIO “UM AJUSTE JUSTO” DO BANCO MUNDIAL À EDUCAÇÃO PÚBLICA NO BRASIL: UMA ANÁLISE CRÍTICA

Autores

Palavras-chave:

Educação Escolar, Escola Pública, Neoliberalismo, Banco Mundial.

Resumo

Uma análise da realidade brasileira nos mostra como a adesão do país ao neoliberalismo superou a esfera puramente econômica e inseriu-se na formulação e desenvolvimento de políticas públicas, inclusive educacionais, com incisiva infl uência do Banco Mundial. Nesse sentido, torna-se relevante investigar as diretrizes recentes que esta instituição indicou ao cenário educacional no Brasil, em especial, à educação básica. No presente artigo propomos, com fundamento no Materialismo Histórico-Dialético, analisar elementos do Relatório do Banco Mundial intitulado “Um Ajuste Justo” sobre o ensino fundamental e médio, publicado em 2017 a pedido do governo federal, identifi cando suas determinações à educação escolar pública. Os dados indicam, por um lado, a descaracterização dos problemas reais existentes na prática social das escolas públicas, reduzindo-os à lógica do capital no sentido de inferir a suposta necessidade de diminuição de recursos fi nanceiros e, por outro, a contundente responsabilização de docentes pelo fracasso escolar e pelos gastos, na ótica do documento, excessivos.

Palavras-chave: Educação Escolar; Escola Pública; Neoliberalismo; Banco Mundial.

INDICATIONS OF THE WORLD BANK’S “A FAIR ADJUSTMENT” REPORT TO PUBLIC EDUCATION IN BRAZIL: A CRITICAL ANALYSIS

An analysis of the Brazilian reality shows us how the country’s adherence to neoliberalism went beyond the purely economic sphere and became part of the formulation and development of public policies, including education, with the incisive influence of the World Bank. In this sense, it is relevant to investigate the recent guidelines that this institution has indicated for the educational scenario in Brazil, in particular, for basic education. In this article, we propose, based on Historical-Dialectical Materialism, to analyze elements of the World Bank Report entitled “A Fair Adjustment” on primary and secondary education, published in 2017 at the request of the federal government, identifying its determinations for public school education. The data indicate, on the one hand, the mischaracterization of the real problems existing in the social practice of public schools, reducing them to the logic of capital in the sense of inferring the supposed need to reduce financial resources and, on the other, the overwhelming accountability of teachers due to school failure and excessive expenses, in the view of the document.

Keywords: School Education; Public school; Neoliberalism; World Bank.

LOS INDICATIVOS DEL INFORME “UN AJUSTE JUSTO” DEL BANCO MUNDIAL A LA EDUCACIÓN PÚBLICA EN BRASIL: UNA ANÁLISIS CRÍTICO

Un análisis de la realidad brasileña nos muestra cómo la adhesión del país al neoliberalismo superó la esfera puramente económica y entró en la formulación y desarrollo de políticas públicas, incluso educacionales, con incisiva influencia del Banco Mundial. En este sentido, es relevante investigar las directrices recientes que esta institución indicó al escenario educacional en Brasil, en particular, a la educación básica. En este artículo, proponemos, con base en el Materialismo Histórico-Dialéctico, analizar elementos del Informe del Banco Mundial titulado “Un Ajuste Justo” sobre la educación primaria y secundaria, publicado en 2017 a pedido del gobierno federal, identificando sus determinaciones a la educación escolar pública. Los datos señalan, por un lado, la caracterización errónea de los problemas reales existentes en la práctica social de las escuelas públicas, reduciéndolos a la lógica del capital en el sentido de inferir la supuesta necesidad de reducción de los recursos financieros y, por el otro, la contundente responsabilidad de los profesores debido al fracaso escolar y por los gastos, en la óptica del documento, excesivos.

Palabras clave: Educación Escolar; Escuela Pública; Neoliberalismo; Banco Mundial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Borghi Mendes, UNESP

Doutora e Mestre em Educação para a Ciência, (UNESP). Integrante do Grupo de Pesquisa em Educação Ambiental (GPEA), vinculado PPG em Educação para a Ciência UNESP, e do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Ensino de Ciências (LEPEC), da Universidade Estadual do Norte do Paraná, campus Jacarezinho/ PR (UENP-CJ). Atualmente é Professora do Colegiado de Ciências Biológicas, no Centro de Ciências Humanas e da Educação (CCHE) na UENP-CJ.

Jorge Sobral da Silva Maia, Universidade Estadual do Norte do Paraná

Biólogo, Doutor em Educação para a Ciência (UNESP). Professor Associado do Programa de Pós-Graduação em Educação – Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e Professor do Programa de Pós- -Graduação em Educação Para a Ciência - Universidade Estadual Paulista (UNESP). Líder do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Educação para a Ciência (LEPEC/CNPq).

Downloads

Publicado

2022-03-29

Como Citar

Mendes, C. B., & Maia, J. S. da S. (2022). OS INDICATIVOS DO RELATÓRIO “UM AJUSTE JUSTO” DO BANCO MUNDIAL À EDUCAÇÃO PÚBLICA NO BRASIL: UMA ANÁLISE CRÍTICA. Cadernos De Pesquisa, 29(1), 405–432. Recuperado de http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/18987