ENSINAR E APRENDER A CULTURA CORPORAL:

contribuições da escola de Vigotski

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229v30n1.2023.6

Palavras-chave:

Cultura Corporal, Educação Física Escolar, Educação Básica, Ensinar e Aprender, Teoria Histórico-Cultural.

Resumo

Este artigo analisou a atividade de ensino e o processo de aprendizagem na Teoria Histórico-Cultural na área da Educação Física, a partir dos estudos realizados pelo Grupo de Pesquisa em Educação Física, Arte e Cultura (GEFAC) e pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação, Política e Prática Pedagógica da Cultura Corporal (GEPPECC). Para tanto, dividiu-se a pesquisa em duas etapas: 1) estudo da concepção de ser social e da educação como pressuposto para o desenvolvimento humano, fundamentado na Teoria Histórico-Cultural de Vigotski e colaboradores; 2) apresentação e análise dos estudos produzidos e socializados na comunidade científica pelos Grupos GEFAC/GEPPECC sobre o ensinar e aprender a cultura corporal na Educação Física na Educação Básica, a partir dos dados de diretórios e plataformas de registros e seus impactos. Procedeu-se à análise histórica e crítica (NETTO, 2011), orientada pelas categorias de análise e estudo: concepção de formação do homem, de educação e de cultura; concepção de ensino, aprendizagem e desenvolvimento humano; produção científica e experimental e suas repercussões. Considera-se que a Teoria Histórico-Cultural avança na compreensão e proposição do ensino e aprendizagem e constitui-se um importante aporte para o processo pedagógico da Educação Física na Educação Básica. Os Grupos GEFAC/GEPPECC, subsidiando suas pesquisas e intervenções nesta teoria tem confirmado sua importância no processo de aprendizagem e desenvolvimento das funções psicológicas superiores e da apropriação da cultura corporal.

Palavras-chave: Cultura Corporal. Educação Física Escolar. Educação Básica. Ensinar e Aprender. Teoria Histórico-Cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Nicolau Cerine da Cruz, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Mestrando no Programa de Pós-graduação em Educação (PPE) na Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual de MAringá

Bolsista CAPES/CNPQ

Telma Adriana Pacifico Martineli, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Professora Doutora no Departamento de Educação Física (DEF) e no Programa de Pós-graduação em Educação (PPE) na Universidade Estadual de Maringá.

Gabriel Ferezin Camargo, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Mestrando no Programa de Pós-graduação em Educação (PPE) na Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual de MAringá

Referências

ALMEIDA, E. M. de; MARTINELI, T. A. P. Apropriações da teoria histórico-cultural na educação física. Pró-posições (Unicamp. Online), v. 29, p. 383-400, 2018.

ALMEIDA, E. M. de. MARTINELI, T. A. P. Contribuições do slackline para o desenvolvimento humano. Revista Digital EFDeportes, Buenos Aires, Ano 20, Nº 207, 2015.

AZEVEDO, F. Da Educação Física, o que ela é, o que tem sido e o que deveria ser. São Paulo: Editora Melhoramentos, 1928.

CRUZ, B. N. C; MARTINELI, T. A. P; MAGALHÃES, C. H. F. O Futsal na perspectiva Histórico-Cultural: possibilidades pedagógicas e político-educativas. In: 28º Encontro anual de Iniciação Científica e 8º Encontro de Iniciação Científica Junior, 2019, Maringá. Anais [...]. Paraná: Universidade Estadual de Maringá, 2019.

DAVÍDOV, V.; MÁRKOVA, A. A concepção de atividade de estudo. In.: PUENTES, R.V.; MELLO, S. A. (orgs.) Teoria da Atividade de Estudo. Livro II: Contribuições de pesquisadores brasileiros e estrangeiros. Uberlândia: EDUFU. 349 p.: II (Biblioteca Psicopedagógica e Didática. Série Ensino Desenvolvimental; v. 8), p. 191-212, 2019.

DUARTE, N. A Individualidade Para-Si: contribuição a uma teoria histórico-social da formação do indivíduo. 2. Ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1999.

ELKONIN, D. Psicologia do jogo. Tradução Venancio Uribes. Madrid: Valencia, 1998.

FAXINA, G. L. S; MARTINELI, T. A. P. Técnica e Cultura Corporal: a especificidade da ginástica. In: 25º Encontro anual de Iniciação Científica e 5º Encontro de Iniciação Científica Junior, 2016, Maringá. Anais [...]. Paraná: Universidade Estadual de Maringá, 2016.

FREIRE, J. B. Educação de corpo inteiro: teoria e prática da Educação Física. São Paulo: Scipione, 1989.

GÓES, G. F; MARTINELI, T. A. P; ALMEIDA, E. M de. Cultura Corporal na Infância: por que brincar na Educação Infantil?. Humanidades & Inovação, v. 5, p. 303-314-314, 2019.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Editora Unijuí, 1994.

LEONTIEV, A. O Desenvolvimento do Psiquismo. Tradução de Rubens Eduardo Frias. 2. Ed. São Paulo: Centauro, 2004. 353 p.

MARTINELI, T. A. P. M. A educação física e a cultura no contexto da crise estrutural do capital: divergências teóricas e suas raízes filosóficas. 413 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Mário Luiz Neves de Azevedo. Maringá, 2013.

MARTINELI, T. A. P.; ALMEIDA, E. M. de. Contribuições da concepção vigotskiana de arte para o ensino da cultura corporal. Revista Psicologia Escolar Educacional, v. 21, p. 523-531, 2017.

MARTINS, L. M. O Desenvolvimento do Psiquismo e a Educação Escolar: contribuições à luz da psicologia histórico cultural e da pedagogia histórico-crítica. 2011. 248 p. (Tese Livre-Docente) - Departamento de Psicologia, Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP, 2011.

MARX, K. Contribuições à crítica da economia política. São Paulo: Martins Fontes, 1977.

MARX, K.; ENGELS. F. A Ideologia Alemã. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

MELLO, R. A. A necessidade histórica da Educação Física na escola: os impasses atuais. São Paulo: instituto Lukács, 2014. 204 p.

MILESKI, K. G; MARTINELI, T. A. Concepções pedagógicas de Educação Física: os conceitos de diferença e inclusão. Revista Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 12, n.2, p. 1-19, maio/ago 2017, ISSN 1809-4309.

NETTO, J. P. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

NEVES, L. M. W. (Org.). A nova pedagogia da hegemonia: estratégias do capital para educar o consenso. São Paulo: Xamã, 2005.

RELATÓRIO 1. Cultura Corporal: a especificidade da Ginástica e sua relação com a Arte, a Cultura e a Educação Física. 2018. 35 p.

RELATÓRIO 2. Concepções Pedagógicas e Educação: História, Política e Cultura Corporal. 2017. 16 p.

SADER, E. Prefácio. In: MESZÁROS, I. Educação para além do Capital. São Paulo: Boitempo, 2008, p. 15-18.

SANCHIS, I. P; MAHFOUND, M. Construtivismo: desdobramentos teóricos e no campo da educação. Revista Eletrônica de Educação, v. 4, n. 1, mai. p. 18- 33, 2010.

SAVIANI, D. História das idéias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2007. 473p.

SOARES, C. L. et al. Metodologia de ensino da educação física. São Paulo: Cortez, 1992.

SOARES, C. L. Educação Física: raízes europeias e Brasil. Campinas: Autores Associados,1994.

SOARES, C. L. Imagem da educação no corpo: estudo a partir da ginástica francesa no século XIX. 3. ed. São Paulo: Autores Associados, 2005.

TANI, G. et al. Educação Física escolar: fundamentos de uma abordagem desenvolvimentista. São Paulo: EDUSP, 1988.

VASCONCELOS, C. M; MARTINELI, T. A. P; ALMEIDA, E. M de. A formação do conceito na teoria de Vigotski: Contribuições para o ensino da ginástica na Educação Física. Pensar a Prática (Online), v. 22, p. 1-12, 2019.

VASCONCELOS, C. V; MARTINELI, T. A. P. A formação do conceito na Teoria de Vigotski: Contribuições para o ensino da Ginástica na Educação Física escolar. In: 25º Encontro anual de Iniciação Científica e 5º Encontro de Iniciação Científica Junior, 2016, Maringá. Anais [...]. Paraná: Universidade Estadual de Maringá, 2016.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução de Paulo Bezerra. 2. ed. – São Paulo: Martins Fontes, 2009 (Textos de psicologia).

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores/ Tradução de José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche. 7. ed. - São Paulo: Martins fontes, 2007.

VIGOTSKI, L. S; LURIA, A. R; LEONTIEV, A. N. Linguagem, Desenvolvimento e aprendizagem. Tradução de: Maria da Pena Villalobos. – 11. ed. – São Paulo: ícone, 2010. (coleção Educação Crítica).

VIGOTSKI, L.S. A psicologia da arte. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1999.

VIGOTSKI. L.S., LURIA. A.R. Estudos sobre a História do Comportamento: O Macaco, O Primitivo e a Criança. Tradução Lólio Lourenço de Oliveira. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996

Downloads

Publicado

2023-11-15

Como Citar

CERINE DA CRUZ, Bruno Nicolau; PACIFICO MARTINELI, Telma Adriana; FEREZIN CAMARGO, Gabriel.
ENSINAR E APRENDER A CULTURA CORPORAL: : contribuições da escola de Vigotski
. Cadernos de Pesquisa, v. 30, n. 1, p. 141–162, 15 Nov 2023 Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/15609. Acesso em: 14 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos