A PRÁTICA DE LEITURA PARA CÃES COTERAPEUTAS:

aproximações da educação assistida por animais com a saúde e a educação

Autores

  • Valéria Cristina Christello Coimbra
  • Magda Eliete Lamas Nino Professora da Rede Municipal de Educação de Arroio do Padre no Rio Grande do Sul https://orcid.org/0000-0002-3892-0203
  • Helenara Plaszewski

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229v30n1.2023.3

Palavras-chave:

Educação Assistida por Animais. Saúde Mental. Leitura para crianças.

Resumo

A presente pesquisa que tem por objetivo descrever a experiência das crianças em relação as suas leituras para os cães coterapeutas que foi realizada em uma escola do interior do estado do RS, através da participação de quatro crianças do 4º ano A e B do Ensino Fundamental com os cães de um projeto de extensão da universidade federal de nosso Estado.  O estudo lança-se pela importante contribuição da Educação Assistida por Animais (EAAs) como recurso pedagógico na prática de leitura vinculada à saúde mental, algo que vem sendo muito valorizado em outros países e que no Brasil ainda são poucos estudos em questão, considerando-se ainda mais pelo olhar da criança. Referencial teórico Abrahão (2015); Carvalho (2015), e entre outros. Conexões com Vygotsky e Wallon, por considerar a afetividade e a cognição como processos dinâmicos da consciência, que estão em constante movimento, por toda a vida do indivíduo, bem como se complementam e são indissociáveis. Metodologicamente utilizamos o Método Criativo e Sensível por dar voz às crianças, investigando-as não como objetos de análise, mas como sujeitos participativos/investigadores, num processo de busca e conhecimento de si mesmos através da criação. Concluímos, as crianças se perceberam mais confiantes na prática de leitura pelo prazer proporcionado ao lerem para os cães, momento de alegria e descontração e oxigenação social. Elas ficaram mais abertas ao diálogo, expondo suas preocupações, conquistas e desejos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Magda Eliete Lamas Nino, Professora da Rede Municipal de Educação de Arroio do Padre no Rio Grande do Sul

Mestranda no PPGE em Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas, Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional e Pedagoga. Professora da Rede Municipal de Educação de Arroio do Padre-RS.

Referências

ABRAHÃO, F.; CARVALHO, C. Educação assistida por animais como recurso pedagógico na educação regular e especial – Uma revisão bibliográfica. Rio de Janeiro: Revista Científica Digital da FAETEC, v.01, n. 1, p.1-10, 2015.

ALBUQUERQUE, N.S.; CIARI, M.B. Cães e seres humanos: uma relação forte, complexa, duradoura e vantajosa. In: CHELINI, M.O.M.; OTTA, E. (Org.). Terapia Assistida por Animais. Barueri, SP: Manole, 2016. p.1-22.

ALMEIDA, Maíra Lopes.; ALMEIDA, Laerte Pereira de.; BRAGA, Paula Fernanda de Souza. Aspectos psicológicos na interação homem-animal de estimação. In.: IX Encontro Interno e XIII Seminário de Iniciação Científica, 2009, Uberlândia – MG. Anais eletrônicos: PIBIC, CNPQ, FAPEMIG, 2009, p. 1-6. Disponível em: http://www.https://ssl4799.websiteseguro.com/swge5/seg/cd2009/PDF/IC2009-0113.pdf. Acesso em: 12 abr. 2020.

ALVES, Rubem. A alegria de ensinar. 3 ed. São Paulo: ARS Poética, 1994.

BARBOSA, I.P.; SALGADO, R.C.F. A importância da afetividade para uma aprendizagem significativa. Disponível em: http://www.brasilescola.com. Acesso em: 05 mai. 2020.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BASTOS, Alice Beatriz Barreto Izique. Wallon e Vygotsky: Psicologia e Educação. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

CABRAL, Ivone Evangelista. Aliança de Saberes no Cuidado e Estimulação da Criança-Bebê.1998.300 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Escola de Enfermagem Anna Nery. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro,1998.

CAPOTE, P. S. O.; COSTA, M. P. R. Terapia assistida por animais: aplicação no desenvolvimento psicomotor da criança com deficiência intelectual. São Carlos: EDUFSCAR, 2011.

CHELINI,M.O.; M. IOTTA, E. Terapia Assistida por Animais.1.ed.Barueri: Manole, 2016.

COUTINHO, Maria Ione Alexandre. A afetividade no processo de ensino-aprendizagem. Disponível em: https://www.construirnoticias.com.br/a-afetividade-no-processo-de-ensino-aprendizagem. Acesso em: 14 mai. 2020.

DOTTI, J. Terapia e animais. 2. ed. São Paulo: Noética, 2014, 309 p.

ESTANISLAU, G.; BRESSAN, R.A. Saúde Mental na Escola: o que os educadores precisam saber. Porto Alegre: Artmed, 2014.

FERNANDES, Gilmara de Jesus. Leitura na Educação Infantil: benefícios e práticas significativas. 2010. 40 f. Monografia - Curso de Pedagogia, Campanha Nacional de Escolas da Comunidade – Faculdade Cenecista de Capivari, São Paulo, 2010.

FINE, Aubrey H. Understanding the AAT Rx: Applications of AAI in Clinical Practice. In: BLAZINA, Chistopher et.al. (Org.). The Psychology of the Human-Animal Bond, Nashville, TN, USA: Springer, 2011. p. 125-136.

FREINET, Celestin. A Saúde Mental da Criança. Lisboa: Edições 70, 1978.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25 ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Indignação: Cartas Pedagógicas e Outros Escritos. São Paulo: UNESP, 2000.

FREITAS, A. A de.; GOMES, A. P. F. A representação social do cão para as pessoas em situação de rua: uma diretriz para construção de políticas públicas. Pluralidades em Saúde Mental, Curitiba, v. 8, n. 2, p. 106-128, 2019.

GALVÃO, Isabel. Henri Wallon: Uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. 15. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, v.35 n.4, p. 65-7, 1995.

GRATIOT-ALFANDÉRY, Hélène. Henri Wallon. Tradução e organização: Patrícia Junqueira. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Massangana, 2010.

HALL, Sophie.; GEE, Nancy.; MILLS, Daniel. Children Reading to Dogs. A Systematic Review of the Literature. 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0149759. Acesso em: 05 abr. 2020.

ISSA, Luciana. Kion Branquelo, Joe Caramelo e amigos: as aventuras e o trabalho de quatro cães terapeutas. São Paulo: All Print, 2012.

IRVINI, Leslie. My Dog Always Eats First: Homeless People and Their Animals. Boulder, CO, USA, 2013. 197 p.

JALONGO, M.R.”What are all these dogs doing at school?” Using therapy dogs to promote children’s reading practice. Childhood Education, v.81, n.3, p:152, 2012.

KAMII, C. A Criança e o número: implicações educacionais da teoria de Piaget para a atuação junto a escolares de 4 a 6 anos. 16. ed. Campinas: Papirus, 1992.

KOBAYASHI, C, T et al. Desenvolvimento e implantação de Terapia Assistida por Animais em hospital universitário. Revista Brasileira de enfermagem, Brasília, v. 62, n. 4, p. 632-636, 2009.

KRUGER, Katherine. A.; SERPELL, James. A. Animal-assisted interventions in mental health: Definitions and theoretical foundations. In. Handbook on animal-assistedtherapy. Academic Press, 2010. p. 21-38.

LIMA, C. M et al. Intervenções Assistidas por Animais realizadas em ambiente hospitalar na promoção do cuidado com a vida. Expressa Extensão. ISSN 2358-8195, v.23, n.2, p. 89-95, 2018.

MAHONEY, Abigail Alvarenga.; ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. Henri Wallon: Psicologia e Educação. 11. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2012.

MALDONADO, Maria Tereza. Aprendizagem e afetividade. Revista de Educação AEC, v.23, n.91, p.37-44, 1994.

MELLO, Elizangela Fátima Fernandes de.; TEIXEIRA, Adriano Canabarro. A interação social descrita por Vigotski e a sua possível ligação com a aprendizagem colaborativa através das tecnologias de rede. In: IX Anpedsul. Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul, 9., 2012, Disponível em: http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/6/871. Acesso em: 03 fev. 2020.

NOBRE, M.O et. al. Projeto Pet Terapia: intervenções assistidas por animais: uma prática para o benefício da saúde e educação humana. Expressa Extensão, v.22, n.1, p. 78-89, 2017.

PETENUCCI, A.L. Educação Assistida por Animais. In: CHELINI, M.O.M.; OTTA, E. Terapia Assistida por Animais. Barueri, SP: Manole, 2016. 370 p.

REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma perspectiva Histórico-cultural da Educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

ROGOFF, Barbara. Observando a atividade sociocultural em três planos: apropriação participatória, participação guiada e aprendizado. In: WERTSCH, James V.; RÍO, Pablo del.; ALVAREZ, Amélia. (Org.). Estudos socioculturais da mente. Porto Alegre: Artmed, 1998. p. 123-142.

SILVA L.F.; CABRAL I.E.; CHRISTOFFEL M.M. O Brincar na Vida do Escolar com Câncer em Tratamento Ambulatorial: Possibilidades para o Desenvolvimento. Rev. bras. crescimento desenvolvimento. hum. v.18, n.3, p. 275-287, 2008.

SILVEIRA, E. A importâncias da Afetividade na Aprendizagem Escolar: O Afeto na Relação Aluno-Professor. Revista Psicologia Escolar. 2014. Disponível em: https://psicologado.com/atuacao/psicologia-escolar/a-importancia-da-afetividade-na-aprendizagem-escolar-o-afeto-na-relacao-aluno-professor. Acesso em: 07 abr. 2020.

SOARES, Cassiana Descovi.; SPOHR, Carla Beatriz. Transtorno do espectro autista: promovendo interação social através do ensino estruturado otimizado pelas intervenções assistidas por animais. In: SOARES, D, F, G, et al. (Org.). Teoria Assistida por Animais: Teoria e Prática. Caratinga: FUNEC, 2018. p.303-344.

SOUZA, C. F de. A importância do brincar e do aprender das crianças na educação infantil. Faculdade de Rolim de Moura - Ro. 2018. Disponível em: https://facsaopaulo.edu.br/wp-content/uploads/sites/16/2018/05/ed1/3.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

TEIXEIRA. Sara. O meu terapeuta é um cão. Petable. 2017. Disponível em: https://petable.care/pt/2017/06/08/o-meu-terapeuta-e-um-cao/. Acesso em: 10 jun. 2020.

VERAS, R. S.; FERREIRA, S. P. A. A afetividade na relação professor-aluno. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 38. Ed UFPR, p. 219-235, 2010.

VIVALDINI, Viviane Heredia de. Terapia Assistida por Animais: uma abordagem lúdica em reabilitação clínica de pessoas com deficiência intelectual. 2011. 91f. Dissertação (Mestrado em Psicologia da Saúde) – Faculdade de Saúde, Universidade Metodista de São Paulo, São Paulo, 2011.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: VYGOTSKY, L.S. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes,1991.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. Pensamento e linguagem. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes,1998.

XAVIER, Charlene Corrêa. A influência da afetividade na aprendizagem nos anos iniciais do ensino fundamental. 2014. 36 f. Monografia (Especialização em educação) - Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Tecnológica Federal Do Paraná, Medianeira, 2014.

Downloads

Publicado

2023-11-15

Como Citar

Coimbra, V. C. C. ., Nino, M. E. L., & Plaszewski, H. . (2023). A PRÁTICA DE LEITURA PARA CÃES COTERAPEUTAS: : aproximações da educação assistida por animais com a saúde e a educação. Cadernos De Pesquisa, 30(1), 57–81. https://doi.org/10.18764/2178-2229v30n1.2023.3

Edição

Seção

Artigos