ANÁLISE DE CONTEÚDO E SEU USO NA PESQUISA EDUCACIONAL: um estudo em duas escolas da Rede de Educação Profissional Científica e Tecnológica

Autores

  • Anselmo Paulo Pires Centro Federal de Educação tecnológica de Minas Gerais - CEFET-MG http://orcid.org/0000-0002-0404-8226
  • Maria Auxiliadora Monteiro Oliveira PUCMINAS
  • Sandra Fátima Pereira Tosta Centro Universitário UNA

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229.v28n2-2020-07

Palavras-chave:

Análise de Conteúdo, Ensino noturno, Trabalhadores-alunos

Resumo

Aproximadamente desde os anos de 1980 a pesquisa de natureza qualitativa alcançou larga receptividade no Brasil, objetivandosuperar os limites dos estudos quantitativos, até então predominantes na investigação dos fenômenos sociais. Notadamente, nos campos das Ciências Humanas e Sociais, a opção pela pesquisa qualitativa evidencia os usos de metodologias como o estudo de caso, a história oral, a pesquisa participante, dentre outras. Sendo assim, este artigo tem como objetivo descrever e analisar como a técnica da Análise de Conteúdo foi utilizada em um estudo realizado entre os anos de 2014 a 2017, de acordo com os pressupostos defendidos pela pesquisadora francesa Laurence Bardin. A referência é um estudo realizado com trabalhadores-alunos do ensino noturno em duas escolas da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT). Este artigo se justifica, dentre outras razões, por contribuir para prover o preenchimento de lacunas teóricas e metodológicas no aspecto das análises de dados, dada a carência de produções acadêmicas que se propõem a abordar a temática com o rigor que se faz necessário.

Palavras-chave: Análise de Conteúdo. Ensino noturno. Trabalhadores-alunos.

ANALYSIS OF CONTENT AND ITS USE IN EDUCATIONAL RESEARCH: a study in two schools of the Network of Scientific and Technological Professional Education

Abstract

Approximately since the 1980s, qualitative research has reached wide acceptance in Brazil, aimingto overcome the limits of the quantitative studies, hitherto predominant in the investigation of social phenomena. Notably, in the fields of Humanand Social Sciences, the option for qualitative research evidences the uses of methodologies such as case study, oral history, participant research, among others. Thus, this article aims to describe and analyze how the Content Analysis technique was used in a study conducted between 2014 and 2017, according to the assumptions advocated by the French researcher Laurence Bardin. The reference is a study carried out with student sworking at night in two school softhe Federal Network of Professional, Scientific and Technological Education (RFEPCT). This article is justified, amongotherreasons, by contributing to fill the theoretical and methodological areas in the data analys is aspect, given the lack of academic productions that propose to approach the subject with the necessary rigor.

Keywords: Content Analysis. Night teaching. Worker-students.

ANÁLISIS DE CONTENIDO Y SU USO EN LA INVESTIGACIÓN EDUCACIONAL: un estudio en dos escuelas de la Red de Educación Profesional Científica y Tecnológica

Resumen

Aproximadamente desde los años 1980, la investigación de naturaleza cualitativa alcanzó una gran receptividad en Brasil, com el objetivo de superar los límites de los estúdios cuantitativos, hasta entonces, predominantes em la investigación de los fenómenos sociales. En particular, en los campos de las Ciencias Humanas y Sociales, la opción por la investigación cualitativa, evidencia los usos de metodologías como el estudio de caso, la historia oral, la investigación participante, entre otras. Siendo así, este artículo tiene como objetivo describir y analizar cómo la técnica del Análisis de Contenido fue utilizada en un studio realizado entre los años 2014 a 2017, de acuerdo con los presupuestos defendidos por la investigadora francesa Laurence Bardin. La referencia es un studio realizado con trabajadores-alumnos de la enseñanza nocturna en dos escuelas de la Red Federal de Educación Profesional, Científica y Tecnológica (RFEPCT). Este artículo se justifica, entre otras razones, por contribuir para proveer el llenado de lacunas teóricas y metodológicas en el aspecto de los análisis de datos, dada la carencia de producciones académicas que se proponen abordar la temática con el rigor que se hace necesario.

Palabras clave: Análisis de contenido. Enseñanza nocturna. Trabajadores-estudiantes.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anselmo Paulo Pires, Centro Federal de Educação tecnológica de Minas Gerais - CEFET-MG

Doutor na área de Educação Escolar e Profissão Docente pelo Programa de Pós Graduação em Educação - PPGE PUCMINAS, mestre em Educação Tecnológica pelo CEFET/MG - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Possui graduação no Programa Especial de Formação para Docentes e graduação em Tecnologia em Normalização e Qualidade Industrial. Atualmente é professor e subchefe do Departamento de Engenharia de Materiais - DEMAT do CEFET/MG. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem e Didática da Educação Profissional e Tecnológica, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Profissional, Gestão Integrada, Gestão da Qualidade e Trabalho e Educação.

Maria Auxiliadora Monteiro Oliveira, PUCMINAS

Habilitada, em nível da Graduação, em Pedagogia, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1967). Possui Mestrado em Educação: História, Política e Sociedade, realizado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993); Doutora em "Educação: Políticas e Administração Educacional, pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), 1998; Concluiu Pós-doutorado em Educação, realizado na Universidade Estadual de Campinas, em 2001; possui, também,Pós-doutorado realizado na Universidade do Porto (Portugal), 2005. Tem experiência na Área da Educação, sobretudo, no que tange às Políticas Educacionais e ao campo de Gestão Educacional. Nesta perspectiva, tem realizado pesquisas em temáticas ligadas, principalmente: às Políticas para a Educação Básica, para a Educação Profissional, para o Ensino Superior e para a Educação Inclusiva. Vem se constituíndo, ainda, como objetos de investigação, questões vinculadas à Formação/Profissionalização e ao Trabalho Docente. Quanto à "Produção Acadêmica", se destacam livros,capítulos de livros , arigos em periódicos/revistas, trabalhos completos publicados em Anais de eventos nacionais e internacionais. É cordenadora de pesquisas fomentadas pela CAPES/INEP, FAPEMIG e FIP-PUC Minas atualmente, é professora do Programa de Pós-graduação em Educação e do Curso de Pedagogia da PUC Minas. É coordenadora, no PREPES (Programa de Especialização para Professores do Ensino Superior,da PUC Minas), do Curso de Docência e Gestão do Ensino Superior.

Sandra Fátima Pereira Tosta, Centro Universitário UNA

Graduada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais e Doutora em ANTROPOLOGIA SOCIAL pela Universidade de São Paulo (1997). Professora titular da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, onde atuou como docente e pesquisadora até 2017. Professora e pesquisadora do PPG- Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local da Una, nas áreas de Antropologia Urbana, Comunicação, Educação e Desenvolvimento Local. Pesquisa e publica sobre os seguintes temas: Culturas e Educação, Mídias e Sociabilidades contemporâneas; Adolescência e Juventude (Identidade, Gênero, Etnia e Corpo) na linha de pesquisa: Educação e Culturas: Desenvolvimento Local, Coordenadora da pesquisa "Vida de professor e Violência na escola particular em MG" e a pesquisa: Etnografia para a América Latina: um outro olhar sobre a Escola no Brasil e na Argentina; Coordenadora do EDUC- Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Culturas; Organizadora da Coleção Cultura, Mídia e Escola, da Editora Autêntica. Os últimos projetos de pesquisa que coordenou foram os seguintes: CULTURAS URBANAS: Georreferenciamento e Análise Cultural de Grupos Juvenis em sua relação com a Escola e com a cidade de Belo Horizonte/MG (CNPq); Diálogos nas Fronteiras: A Educação como objeto de investigação na Antropologia Brasileira (Fapemig) e Jovem e consumo cultural em tempos de convergência midiática e as relações com a escola. É associada da ABA- Associação Brasileira de Antropologia; e da INTERCOM- Sociedade Brasileira de Ciências da Comunicação.

Downloads

Publicado

2021-04-05

Como Citar

Pires, A. P., Oliveira, M. A. M., & Tosta, S. F. P. (2021). ANÁLISE DE CONTEÚDO E SEU USO NA PESQUISA EDUCACIONAL: um estudo em duas escolas da Rede de Educação Profissional Científica e Tecnológica. Cadernos De Pesquisa, 27(2). https://doi.org/10.18764/2178-2229.v28n2-2020-07

Edição

Seção

Artigos