Desafios e táticas de mulheres para tornarem-se estudantes de pedagogia

Autores

Palavras-chave:

Mulheres universitárias. Experiências juvenis. Afiliação. Relação com o saber. Desafios do primeiro ano.

Resumo

Este artigo tem como objetivo estudar e levantar questões sobre os desafios de afiliação das mulheres universitárias em uma universidade pública federal localizada no nordeste brasileiro, especialmente no primeiro ano do curso de Pedagogia. Trata-se de um recorte de uma pesquisa qualitativa, conforme Christine Delory-Momberger, com as descrições e análises das narrativas de duas mulheres estudantes do curso, tendo como procedimento a entrevista de pesquisa biográfica. Nas análises são mobilizadas as noções de afiliação, conforme Alain Coulon; táticas, de acordo com Certeau e relação com o saber, segundo Bernard Charlot. Identificam-se como resultados: as mulheres universitárias de modo diferenciado, com seus repertórios, suas redes de apoio e condições ou não de envolvimento com oportunidades oferecidas no curso necessitam enfrentar os desafios para se tornarem estudantes universitárias que, não sendo interrompida, produz os sentidos de sua formação que, como apontam as duas participantes da pesquisa, são fundamentais para a ampliação de seus modos de se relacionar com mundo, com os outros e com si mesmas. Desse modo, apostamos na importância de políticas educativas nas universidades que transversalizem as questões de gênero e permitam às estudantes vivenciarem experiências, no sentido empregado aqui, para, assim, desenvolverem o seu processo de afiliação em uma formação que lhes permita, além de tudo, refletir sobre (e modificar) o seu lugar no mundo.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosemeire Reis, Universidade Federal de Alagoas

Rosemeire Reis da Silva é Bolsista Produtividade em Pesquisa do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CNPq).
Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP), com estágio de doutorado na
França pela Universidade Sorbonne Paris Nord – (CAPES-COFECUB). Professora da Universidade Federal de Alagoas.
Coordena o grupo de pesquisa “Juventudes Culturas e Formação” (GPEJUV-UFAL). Integra a Rede Internacional de Relação
com o Saber (RIRSA); o Grupo de Interesse Científico (GIS) – Le Sujet dans la Cité e o Laboratoire EXPERICE – Campus
Condorcet - Université Sorbonne Paris Nord. E-mail: reisroseufal@gmail.com

Referências

ALMEIDA, Silvio Luiz de. Racismo estrutural. São Paulo: Sueli Carneiro; Pólen, 2019. 264 p. (Feminismos Plurais / coordenação de Djamila Ribeiro).

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000.

VIEIRA, Karina; CHARLOT, Bernard; CHARLOT, Veleida A. C. S. Relação com o saber em aulas remotas: uma pesquisa com universitários em tempos de pandemia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 49, 2023, p. 1-21.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Abordagens metodológicas na pesquisa biográfica. Revista Brasileira de Educação, v. 17 n. 51 set.-dez. 2012, p. 523-740

DELORY-MOMBERGER, Christine. De la recherche biographique en éducation: fondements, méthodes, pratiques. Paris: Téraèdre, 2014.

COULON, Alain. O ofício de estudante: a entrada na vida universitária. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 43, n. 4, p. 1239-1250, out./dez., 2017.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. 1. Artes de Fazer. Petrópolis. Rio de Janeiro: Vozes, 2007.

FELIX, Jeane; OLIVEIRA, Mariana Lins. A educação não escolar como potencializadora de processos (trans)formativos de jovens universitários/as. Interfaces Científicas, Aracaju, V.9, N.3, p. 83 - 95. Número Temático, 2020.

GUIMARÃES, Nadya Araújo; VIEIRA, Priscila Pereira Faria. As “ajudas”: o cuidado que não diz seu nome. Estudos Avançados, 34 (98), 2020.

LARROSA Jorge. Esperando não se sabe o quê: sobre o ofício de professor. Trad. Cristina Antunes. 1ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

MENDES, Maíra Tavares. Crítica ao conceito de afiliação de Alain Coulon: implicações para a permanência estudantil. Educação em Revista. Belo Horizonte, v.36, e222346, 2020.

MEYER, Dagmar Elisabeth Estermann. Gênero e educação: teoria e política. In: LOURO, Guacira Lopes; FELIPE, Jane; GOELLNER, Silvana Villodre. Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2003. p. 9‐27.

MEYER, Dagmar Elisabeth Estermann. A politização contemporânea da maternidade: construindo um argumento. Gênero (Niterói) , v. 6, p. 81-104, 2005.

RACOSKI, Márcia Maria; DA SILVA, Émerson Neves. O sistema de cotas para o ingresso na educação superior pública: qual sua importância e por que pesquisar?. Revista Pedagógica, [S. l.], v. 22, p. 1–17,

REIS, Rosemeire. Diálogos entre Questões de Pesquisa que Orientam a Teoria da Relação com o Saber de Bernard Charlot e a Pesquisa Biográfica em Educação de Christine Delory-Momberger. Revista Internacional Educon, 2(3), 2021, p. 1-18.

REIS, Rosemeire. Juventudes, vida universitária e relação com o saber: contribuições das narrativas de si. Debates em Educação, [S. l.], v. 14, n. 35, 2022, p. 30-57.

SILVA, Isabel Cristina Oliveira da. Jovens/mulheres da Pedagogia em mobilidade geográfica diária: dos desafios partilhados aos sentidos da construção de si como estudantes universitárias. 2023, 195 f. Tese (Doutorado em Educação), Centro de Educação, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2023.

SILVA, Rafael Felix da, ZAPSZALKA, Franklin; RAZZOLINI FILHO, Edelvino. Ensino remoto em tempos de pandemia: uma análise das dificuldades enfrentadas pelos estudantes de graduação. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação - Periódico científico Editado Pela ANPAE, 38(00), 2022.

TROMBINE, Michelle M. Semiguen Lima; ROCHA, Mônica Aparecida da; LIMA, Fernando Silva. Avaliação do Programa Reuni em universidades federais no Brasil. Revista Humanidades e Inovação, v. 07, nº 6, 2020, p. 92-105.

Downloads

Publicado

2024-06-30

Como Citar

REIS, Rosemeire; FELIX, Jeane.
Desafios e táticas de mulheres para tornarem-se estudantes de pedagogia
. Cadernos de Pesquisa, v. 31, n. 2, p. 1–32, 30 Jun 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/23834. Acesso em: 24 jul 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Ensinar e aprender na universidade"