O artesanal e o instrumental na Universidade de São Paulo:

tradições e experiências de ensino

Autores

Palavras-chave:

Universidade de São Paulo; Formação docente; Experiências de ensino e aprendizagem.

Resumo

Com o objetivo de refletir acerca das experiências de ensino e de aprendizagem na Universidade de São Paulo (USP), o presente artigo almeja uma incursão dupla: num primeiro momento, por intermédio do perscrutamento dos seus primeiros anos de funcionamento, busca lançar um olhar para os saberes produzidos e as práticas e representações sobre o ensino na recém-criada universidade, explorando as tensões entre as intencionalidades presentes no projeto da nova instituição universitária e as respostas oferecidas por uma parte de seus sujeitos; secundando esse investimento, e com a lente de observação ajustada para uma das unidades de ensino da USP, a Faculdade de Educação, já numa fase posterior - anos 2010 -, pretende-se tecer reflexões a respeito do comparecimento, nas disciplinas de história da educação ministradas no curso de Pedagogia, de dois manuais de ensino de história da educação: História da educação na antiguidade (Histoire de l’éducation dans l’Antiquité. Paris: Éditions du Seuil, 1948), de Henri Marrou; e História da educação e da pedagogia[1] (Historia de la educación y de la pedagogía. Buenos Aires: Editorial Losada, 1951) de Lorenzo Luzuriaga, num contexto em que tal área de estudos no Brasil - a história da educação - se debruça acerca da convocação no ensino de seus conteúdos de compêndios escolares dessa natureza.

 

[1] Historia de la educación y de la pedagogía. Buenos Aires: Editorial Losada, 1951.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Referências Bibliográficas

BONTEMPI JÚNIOR, B. “História da educação brasileira: o terreno do consenso”. In: FREITAS, M. C (org.). Memória intelectual da educação brasileira. 2ª ed. Bragança Paulista: EDUSF, 2002.

CARVALHO, M. M. C. Por entre restos de memória: um relato sobre o ensino de História da Educação no Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da USP (1971-1997). In: CARVALHO, M. M. C.; GATTI JÚNIOR, D. O ensino de história da educação. Vitória: EDUFES, 2011, p. 277-304.

CARVALHO, M. M. C.; GATTI JÚNIOR, D. O ensino de história da educação. Vitória: EDUFES, 2011.

CARVALHO, M. P. de; VIDAL, D. G. Mulheres e magistério primário: tensões, ambiguidades e deslocamentos. In: HILSDORF, M. L. S.; VIDAL, D. G. (org.). Brasil 500 anos: tópicas em história da educação. São Paulo: EDUSP, 2001, p. 205-224.

COSTA RICO, A. La docencia de la Historia de la Pedagogía/Historia de la Educación en España: institucionalización, textos e rutas. In: GATTI JR., D.; MONARCHA, C.; BASTOS, M. H. C. (org.). La enseñanza de Historia de la Educación en perspectiva internacional. Salamanca: FahrenHouse, 2019, p. 39-68.

FARIA FILHO, L. M. Escolarização e cultura escolar no Brasil: reflexões em torno de alguns pressupostos e desafios. In: BENCOSTTA, M. L. A. (org.). Culturas escolares, saberes e práticas educativas: itinerários históricos. São Paulo: Cortez, 2007, p. 193-211.

FONSECA, T. N. de. História da educação e história cultural. In: ______.; VEIGA, C. G. (org.). História e historiografia da educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2003, p. 49-75.

GATTI JÚNIOR, D. Investigar o ensino de história da educação no Brasil: categorias de análise, bibliografia, manuais didáticos e programas de ensino (séculos XIX e XX). In: GATTI JR., Décio; MONARCHA, Carlos; BASTOS, Maria Helena Camara (org.). O ensino de história da educação em perspectiva internacional. Uberlândia: EDUFU, 2009, p. 95-130.

______. Intelectuais e circulação internacional de ideias na construção da disciplina História da Educação no Brasil (1955-2008). In: CARVALHO, M. M. C.; GATTI JÚNIOR, D. (org.). O ensino de história da educação. Vitória: EDUFES, 2011, p. 47-93.

______. O ensino de história da educação no Brasil: fontes e métodos de pesquisa. Cadernos de História da Educação, Uberlândia, v. 16, n. 1, p. 64-88, jan.-abr. 2017.

GATTI JR., D.; MONARCHA, C.; BASTOS, M. H. C. (org.). O ensino de história da educação em perspectiva internacional. Uberlândia: EDUFU, 2009.

GATTI JÚNIOR, D.; PINTASSILGO, J. (org.). Percursos e desafios da pesquisa e do ensino de História da Educação. Uberlândia: EDUFU, 2007.

GONÇALVES NETO, W. Investigação e ensino de história da educação: retomando um debate nunca encerrado. In: BRITO, S. H. A. de (et al). A organização do trabalho didático na história da educação. Campinas: Autores Associados, 2010, p. 87-118.

GONDRA, J. G. Historiografia da educação, seus balanços e saberes: a ultrapassagem como problema. Historia de la Educación – Anuario, v. 8, p. 15-37, 2007.

LUZURIAGA, L. História da Educação e da Pedagogia. 11ª ed. Trad. Luiz Damasco Penna e J. B. Damasco Penna. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1979.

MARROU, H.-I. História da educação na antiguidade. Trad. Mário Leônidas Casanova. São Paulo: EPU, 1990.

NUNES, C.; CARVALHO, M. M. C. Historiografia da educação e fontes. Cadernos ANPEd, n. 5, p. 7-64, 1993.

VEIGA, C. G.; PINTASSILGO, J. Pesquisas em história da educação no Brasil e em Portugal: caminhos da polifonia. Coimbra, III Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação – escolas, culturas e identidades, v. 1, p. 323-331, 2004.

VIDAL, D. G.; FARIA FILHO, L. M. História da educação no Brasil – a constituição histórica do campo e sua configuração atual. In: ______. Lentes da história: estudos de história e historiografia da educação no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2005, p. 73-128.

WARDE, M. J.; CARVALHO, M. M. C. Política e cultura na produção da educação no Brasil. Contemporaneidade e Educação. Rio de Janeiro: IEC, ano V, n. 7, 2000.

Downloads

Publicado

2024-06-30

Como Citar

NOGUEIRA DA SILVA, Katiene; DIAS DE MENEZES, Roni Cleber.
O artesanal e o instrumental na Universidade de São Paulo: : tradições e experiências de ensino
. Cadernos de Pesquisa, v. 31, n. 2, p. 1–22, 30 Jun 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/23820. Acesso em: 21 jul 2024.

Edição

Seção

Dossiê "Ensinar e aprender na universidade"