A CONTRIBUIÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR PARA A FORMAÇÃO DO ESTUDANTE E O DESENVOLVIMENTO DO HÁBITO DE LEITURA

Autores

  • Taynara de Sousa Mendes
  • Maria Ivanaria de Almeida Sousa

Palavras-chave:

Biblioteca Escolar. Leitura. Conhecimento

Resumo

O presente artigo faz uma abordagem acerca da contribuição que a biblioteca escolar infere na formação educacional do estudante, discutindo sobre como a leitura pode influenciar no desenvolvimento da aprendizagem escolar e no aperfeiçoamento da consciência crítica do aluno. Apresenta a biblioteca escolar como uma das instituições que mais contribui para a formação de crianças e jovens leitores em vários níveis de ensino, apesar de reconhecer que esta ainda enfrenta sérios problemas de infraestrutura, de acervo e de pessoal qualificado, dentre outros. Enfatiza a biblioteca escolar como um espaço prazeroso do momento da pesquisa, da leitura e do auxílio para o despertar da consciência crítica e reflexiva do aluno através de sua interpretação, todavia expondo os entraves que permeiam o âmbito da biblioteca escolar, como infraestrutura, acervo, suportes audiovisuais e informáticos e falta, muitas vezes, de um bibliotecário, que acaba por camuflar sua significância. Tipifica a pesquisa como bibliográfica pautada principalmente nas abordagens de Pessoa (1996), Válio (1990), Baganha (2004), Foucambert (1994), Milanesi (2002), entre outros. A literatura aponta para o contexto histórico de como se desenvolve a participação da biblioteca para a formação do hábito de leitura no estudante. Conclui que as atividades exercidas na biblioteca escolar auxiliam de forma positiva o interesse dos alunos para com a leitura e o conhecimento, além de formar um indivíduo consciente, estimulando sua criatividade, que necessitam da mediação de bibliotecários e professores em conjunto coordenando e organizando este processo, mesmo diante de dificuldades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1999. p. 19-20.

BAGANHA, Filomena. Novas bibliotecas, novos conceitos. Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, [S.l.], 2004. p. 93-97. ISSN 1646-0502. Disponível em: <https://bdigital.ufp.pt/dspace/handle/10284/616>. Acesso em: 12 ago. 2016.

CAMPELLO, B. S. A biblioteca escolar: temas para uma prática pedagógica. Belo Horizonte (MG): Autentica, 2002, p. 23.

CARVALHO, D.Q. Bibliotecas Escolares: manual de organização e funcionamento. Rio de Janeiro: FENAME, 1972.

DEBUS, Eliane. A leitura literária na educação infantil: festaria de brincança. In: ENCONTRO INTERNACIONAL A CRIANÇA, A LÍNGUA E O TEXTO LITERÁRIO: DA INVESTIGAÇÃO ÀS PRÁTICAS, I, 2003, Braga. A criança, a língua e o texto literário: da investigação às práticas. Actas do I Encontro Internacional. Braga: Universidade do Minho, Instituto de Estudos da Criança, 2003. p. 225-244.

FAILA, Zoara (Org.). Retratos da leitura no Brasil 3. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo; São Paulo: Instituto Pró-Livro, 2012.

FOUCAMBERT, Jean. A leitura em questão. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

FURTADO, Cássia. A biblioteca escolar brasileira no sistema educacional da sociedade da informação. Disponível em: <http://www.eci.ufmg.br/gebe/downloads/317.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2016.

HERNANDEZ, Fernando. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho. Tradução de Jussara Haubert Rodrigues. Porto Alegre: ArtMed, 1998. p. 149.

IFLA/UNESCO The school library manifesto: the school library in teaching and learning for all. IFLA, 2000

KIESER, Herta; FACHIN, Gleisy Regina Bóries. Biblioteca escolar: espaço de interação entre bibliotecário-professor-aluno-informação - um relato. In CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 19, Anais eletrônico... Porto Alegre, 2000.

KLEIMAN, Ângela. Oficinas de leitura: teoria e prática. São Paulo: Pontes, 1998.

LERNER, Delia. Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002.

MAYRINK, P. T. A biblioteca escolar brasileira: da caracterização teórico-administrativa ao estabelecimento de diretrizes e padrões para sua organização e planejamento. 1991. 208f.

Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo.

MILANESI, Luis. Biblioteca. São Paulo: Ateliê, 2002.

MOTTA, Diana da. Biblioteca escolar: orientações básicas para organização e funcionamento. Revista do Professor, Porto Alegre, v. 15, n. 58, p. 21-24, abr./jun. 1999.

PESSOA, Ana Maria. A biblioteca na(s) escola(s): de um desnecessário passado a um futuro cheio de esperança? Cadernos BAD, Lisboa, n. 2, p. 15-30, 1996.

RIBEIRO, Maria Solange Pereira. Desenvolvimento de coleção na biblioteca escolar: uma contribuição à formação crítica sócio-cultural do educando. Transinformação, São Paulo, v.6, n.1/2/3, p.60-73, Jan./ Dez.1994

ROCA, Glória Durban. Biblioteca escolar hoje: recurso estratégico para a escola. Porto Alegre: Penso, 2012. p.23.

RUIZ, J. A. Metodologia da Pesquisa: guia para eficiência nos estudos. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1995. p. 12.

SANDRONI, L. C.; MACHADO, L. R. Ler em casa. In:_____. A criança e o livro. 2. ed. São Paulo: Ática, 1987, p. 18-21.

SANTANA FILHO, Severino Farias de. O papel da biblioteca escolar na formação do leitor. Disponível em: <http://alb.com.br/arquivomorto/edicoes_anteriores/anais15/alfabetica/FilhoSeverinoFariasdeSantana.htm>. Acesso em: 13 ago. 2016.

SILVA, Waldec Carneiro da. Miséria da biblioteca escolar. 2.ed. São Paulo. Cortez. 2003. p.120.

SILVA, Ezequiel T. Leitura e realidade brasileira. Porto alegre: mercado aberto, 1997.

________. Ler é, antes de tudo, compreender. In:_____. O ato de ler: fundamentos psicológicos para uma nova pedagogia da leitura. São Paulo: Cortez, 1981, p. 42-45.

VÁLIO, Else Benetti Marques. Biblioteca escolar: uma visão histórica. Transinformação, Campinas, v. 2, n. 1, p. 15-24, jan./abr. 1990.

XIMENES, Sérgio. Dicionário da língua portuguesa. 3. ed. São Paulo: Ediouro, 2001. p. 535-671.

Downloads

Publicado

2017-04-02

Como Citar

MENDES, Taynara de Sousa; SOUSA, Maria Ivanaria de Almeida.
A CONTRIBUIÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR PARA A FORMAÇÃO DO ESTUDANTE E O DESENVOLVIMENTO DO HÁBITO DE LEITURA
. Revista Bibliomar, v. 15, n. 1/2, p. 16–27, 2 Abr 2017 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/bibliomar/article/view/6616. Acesso em: 22 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)