PRÁTICAS PREDATÓRIAS EM PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2526-6160v22n2.2023.15

Palavras-chave:

práticas predatórias, periódicos científicos, pesquisa científica

Resumo

Este estudo teve como objetivo apresentar as práticas predatórias em periódicos científicos, bem como identificar meios para detectá-las. Para tal, realizou-se uma revisão de literatura do tipo narrativa, visando descrever e discutir o estado da arte do tema em foco. Os resultados revelaram características como envio de spam para os pesquisadores, informações falsas acerca do corpo editorial e indexação, entre outras. Além disso, foram identificadas tecnologias úteis para identificar essas práticas, como: Preda Qualis, Journal Guide, Academic Journal Predatory Checking System, cartilhas e outras ferramentas que podem servir como parâmetros de identificação. Conclui-se que são necessárias ações para a sensibilização e prevenção das práticas predatórias em periódicos científicos, uma vez que o dano causado pelo compartilhamento de pesquisas falsas atinge diversos âmbitos da sociedade. Por isso, é fundamental valorizar e proteger a qualidade e a integridade da pesquisa em todas as áreas do conhecimento. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Andréina Pessoa Silva, Universidade Federal do Ceará

Pós-graduanda em Tecnologias Digitais Aplicadas à Educação (TEA) pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI). Bacharela em Biblioteconomia (2023) com experiência em periódicos científicos, com atuação como bolsista da Revista de Psicologia da UFC e da Revista Passagens.

Maria Giovanna Guedes Farias, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia (PPGCI/UFBA), com período sanduíche na Università della Calabria (Unical) na Itália, fomentado pela Capes. Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (PPGCI/UFPB). Graduada em Comunicação Social (Habilitação: Jornalismo) pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Curso de especialização em Marketing e Novas Mídias promovido pelo Umweltzentrum des Handwerkskammer Trier - Alemanha. Atualmente é Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação e do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Ceará. 

Juliana Soares Lima, Universidade Federal do Ceará

Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará. Especialista em Inovação em Unidades de Informação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Bibliotecária da Universidade Federal do Ceará. Editora Associada do Directory of Open Access Journals (DOAJ).

Referências

BARRETO SEGUNDO, João de Deus. Práticas predatórias e anticientíficas em publicação científica Predatory and unscientific practices in scientific publication. Revista Pesquisa em Fisioterapia. Salvador, 2019, n. 9, v. 3, p. 298-300. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/335487771_Praticas_predatorias_e_anticientificas_em_publicacao_cientifica/fulltext/5d687bc3a6fdccadeae43d08/Praticas-predatorias-e-anticientificas-em-publicacao-cientifica.pdf. Acesso em: 17 maio 2023.

BEALL, Jeffrey. Os editores predatórios estão a destruir a integridade da comunicação académica. In: GRADIM, Anabela; MOURA, Catarina (org.). Comunicar e Avaliar Ciência. Portugal: Editora LabCom.IFP, 2016, cap. 1, p. 11-30.

BERGER, Monica; CIRASELLA, Jill. Beyond Beall’s List: better understanding predatory publishers. College & Research Libraries, Estados Unidos da América, v. 76, n. 3, p. 132-135, 2015. Disponível em: https://crln.acrl.org/index.php/crlnews/article/view/9277. Acesso em: 24 jun. 2022.

CABELLS. Predatory Reports. Cabell’s Internation. Texas: Cabells, [20-?]. Disponível em: https://cabells.com/solutions/predatory-reports. Acesso em: 22 nov. 2022.

CARVALHO, Móises Moreira de et al. A escolha do periódico científico sob a perspectiva financeira: análise do estrato A1 na área 21. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 42, p. e2046, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbce/a/5kv9RyB8v8nHgj5nVkrtGFt/?lang=pt. Acesso em: 13 jun. 2023.

GUIMARÃES, José Augusto Chaves; HAYASHI, Maria Cristina Piumbato Innocentini. Revistas predatórias: um inimigo a ser combatido na comunicação científica. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, São Paulo, v. 21, p.e 023003, 2023. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rdbci/a/vDRj6bhnWBLFvGrt6jypS3m/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 25 maio 2023.

GRUDNIEWICZ, Agnes et al. Predatory journals: no definition, no defence. Nature, Estados Unidos da América, 2019, v. 576, p. 210 - 212. Disponível em: https://www.nature.com/articles/d41586-019-03759-y. Acesso em: 03 fev. 2023.

IAP. Combate a Conferências E Revistas Acadêmicas Predatórias: Relatório Sintético. Itália; Estados Unidos: The InterAcademy Partnership, [2022]. Disponível em: https://www.interacademies.org/sites/default/files/2022-03/3.%20Summary%20report%20-%20Portuguese.pdf. Acesso em: 24 jun. 2022.

KOBEY, Kelly D. et al.. What is a predatory journal? A scoping review. F1000Research, [s. l] v. 7, n. 1001, 2018. Disponível em: https://f1000research.com/articles/7-1001/v2. Acesso em: 3 jul. 2022.

KUHLMANN JR., Moysés. Produtivismo acadêmico, publicação em periódicos e qualidade das pesquisas. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 45, n.158, p. 838-855, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/q9tzpKgD4ggsYFGSmyhd5NK/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 23 jun. 2022.

LINACRE, Simon. The Predator Effect: Understanding the Past, Present and Future of Deceptive Academic Journals. Editora: Against the Grain (Media), LLC, 2022. Disponível em: https://www.fulcrum.org/concern/monographs/1j92gb03n. Acesso em: 3 jul. 2022.

MAINARDES, Jefferson. Práticas predatórias na publicação. Boletim Técnico do PPEC, São Paulo, v. 5, p. 1-6, 2020. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/boletins/index.php/ppec/article/view/9410. Acesso em: 3 jun. 2023.

MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. A ciência, o sistema de comunicação científica e a literatura científica. In: CAMPELLO, Bernadete Santos; CENDÓN, Beatriz Valadares; KREMER, Jeannette (org.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Ed. Universidade Federal de Minas Gerais, 2003, cap. 1, p. 21-34.

O’DONNELL, Megan. What is a predatory publisher?. Site online. Estados Unidos da América: Iowa State University, 2023. Disponível em: https://instr.iastate.libguides.com/predatory. Acesso em: 28 abr. 2023.

PENÃ, Teresa Abejon et al. Identificación y tratamiento de revistas espurias en Latindex Guía para Editores. Latindex, [s. l.] 2022, 2. ed. Disponível em: https://latindex.org/lat/documentos/Revistas_espurias-Guia_para_editores_definitiva.pdf. Acesso em: 18 abr. 2023.

REPISO, Rafael; MONTERO-DÍAZ, Julio. Guía para detectar revistas depredadoras, secuestradoras y megadepredadoras. Site online. Australia: The conversation, 2021. Disponível em: https://theconversation.com/guia-para-detectar-revistas-depredadoras-secuestradoras-y-megadepredadoras-158801. Acesso em: 29 maio 2023.

TARGINO, Maria das Graças. Comunicação científica: uma revisão de seus elementos básicos. Informação & Sociedade: Estudos, [S. l.], v. 10, n. 2, 2000. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/326. Acesso em: 11 jun. 2023.

TRZESNIAK, Piotr. A Estrutura Editorial de um Periódico Científico. In: SABADINI, Aparecida Angélica Zoqui Paulovic; SAMPAIO, Maria Imaculada Cardoso; KOLLER, Sílvia Helena. Publicar em Psicologia: um Enfoque para a Revista Científica. São Paulo: Associação Brasileira de Editores Científicos de Psicologia: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 2009, cap. 4, p. 87-102.

XIA, Jingfeng et al.. Who Publishes in “Predatory” Journals?. Journal of the association for information science and technology, v. 66, n. 7, p. 1406–1417, 2014. Disponível em: https://asistdl.onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/asi.23265. Acesso em: 21 jun. 2023.

WILKINSON, Tracey et al.. A cross-sectional study of predatory publishing emails received by career development grant awardees. BMJ Open, [s. l.], v. 9, n. 5, 2019. Disponível em: https://bmjopen.bmj.com/content/9/5/e027928. Acesso em: 3 jul. 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-21

Como Citar

SILVA, Maria Andréina Pessoa; FARIAS, Maria Giovanna Guedes; LIMA, Juliana Soares.
PRÁTICAS PREDATÓRIAS EM PERIÓDICOS CIENTÍFICOS
. Revista Bibliomar, v. 22, n. 2, p. 140–158, 21 Dez 2023 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/bibliomar/article/view/22327. Acesso em: 23 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos