IMPRESSÕES DE ESTUDANTES E DOCENTES SOBRE UMA PROPOSTA DE ENSINO PAUTADA NA APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS (ABP)

Autores

  • Luciana Passos Sa Universidade Federal de Santa Catarina
  • Catiunaiara Rosa Bittencourt Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229v30n1.2023.13

Palavras-chave:

Ensino de Ciências, Ensino Aprendizagem, ABP

Resumo

O presente trabalho teve como propósito investigar as impressões de estudantes e professores acerca do Programa Conectando Saberes, cuja dinâmica se baseia na metodologia “Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP)”. Para tanto, buscamos responder a seguinte questão de pesquisa: quais as potencialidades e limites do Programa Conectando Saberes para a formação de estudantes de um curso técnico de Química? A pesquisa é qualitativa e os dados foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas. Participaram do estudo quatro egressos do Curso Técnico em Química do Instituto Federal de Santa Catarina (Campus Jaraguá do Sul) e dois professores da mesma instituição. Como procedimento de análise foi empregada a Análise Textual Discursiva. Os principais resultados apontam para importantes contribuições do Programa para a formação dos egressos, dentre elas: capacidade de trabalho em grupo, habilidades de pesquisa, desenvolvimento da autonomia e influência na escolha pela carreira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Passos Sa, Universidade Federal de Santa Catarina

Docente efetiva do Departamento de Química da Universidade Federal de Santa Catarina e credenciada no Programa de Pós Graduação em Educação Científica e Tecnológica (PPGECT), área de ensino de química.

Catiunaiara Rosa Bittencourt, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

ANDRADE, J. M.; MEIRA, G. R. J. M.; VASCONCELOS, Z. B. O processo de orientação vocacional frente ao século XXI: perspectivas e desafios. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 22, n. 3, p. 46–53, 2002.

BARBATO, R. G.; CORRÊA, A. K.; SOUZA, M. C. B. M. E. Aprender em grupo: experiência de estudantes de enfermagem e implicações para a formação profissional. Escola Anna Nery, v. 14, n. 1, p. 48–55, 2010.

BENDER, W. N. Aprendizagem baseada em projetos: educação diferenciada para o século XXI. Porto Alegre: Penso, 2014.

BUSS, C.; MACKEDANZ, L. O ensino através de projetos como metodologia ativa de ensino e de aprendizagem. Revista Thema, v. 14, n.3, p. 122–131, 2017.

CAPECCHI, M. C. V. M.; CARVALHO, A. M. P. Argumentação em uma aula de conhecimento físico com crianças na faixa de oito a dez anos. Investigações em Ensino de Ciências, v.8, n. 3, p. 171–189, 2000.

CARVALHO, J. W. S.; MALUSÁ, S.; SILVA, A. L. S.; SANTOS, A. F.; VAZ, L. R.; NOGUEIRA, F. R. Metodologias ativas e docência no Ensino Superior: um cenário que demanda por competência pedagógica. Revista Educação e Políticas em Debate, v. 7, n.3, p. 563-575, 2018.

CUNHA, J. H. Ensino através da pesquisa: relato de experiência investigativa. RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade, v. 4, edição especial, 2018.

DROESCHER, F. D.; SILVA, E. L. O pesquisador e a produção científica. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 19, n.1, p. 170–189, 2014.

GERHARD, A. C.; ROCHA FILHO, J. B. A fragmentação dos saberes na educação científica escolar na percepção de professores de uma escola de ensino médio. Investigações em Ensino de Ciências, v. 17, n. 1, p. 125–145, 2012.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

LAMY, B.; JACQUES, B. P.; GALIETA, T. Funções da avaliação da aprendizagem na formação inicial de professores de Ciências. Revista Insignare Scientia, v. 2, n.2, p. 166–184, 2019.

LEÃO, D. M. M. Paradigmas Contemporâneos de Educação: Escola Tradicional e Escola Construtivista. Cadernos de Pesquisa, n. 107, p. 187–206, 1999.

LIMA, V. V. Espiral construtivista: uma metodologia ativa de ensino-aprendizagem. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 21, n. 61, p. 421–434, 2016.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 2008.

MASSI, L.; SANTOS, G. R.; FERREIRA, J. Q.; QUEIROZ, S. L. Artigos científicos como recurso didático no ensino superior de Química. Química Nova, v. 32, n.2, p. 503–510, 2009.

MILLI J. C. L.; SOLINO, A. P.; GEHLEN, S. T. A análise textual discursiva na invesigação do tema gerador: por onde e como começar? Investigações em Ensino de Ciências, v. 21, n. 1, p. 200 – 229, 2018.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva: processo reconstrutivo de múltiplas faces. Ciência & Educação, v. 12, n.1, p. 117-128, 2006.

PEDUZZI, M.; AGRELI, H. F. Trabalho em equipe e prática colaborativa na Atenção Primária à Saúde. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 22, suppl 2, p. 1525–1534. 2018.

RODRIGUES, L. N; BATISTA, R. S.; LEITE, S. Q. M; GRECO, S. J.; CUNHA NETO, A.; LACERDA JÚNIOR, V. Educação química no projeto escolar “Quixaba”: alfabetização científica com enfoque CTSA no Ensino Fundamental a partir de temas sociocientíficos. Orbital - The Electronic Journal of Chemistry, v. 7, n. 1, p. 59 – 80, 2015.

SANTOS, A. B. Feiras de Ciência: Um incentivo para desenvolvimento da cultura científica. Revista Ciência em expansão, v. 8, n. 8, p. 155–166, 2012.

SANTOS, J. C. R.; ROCHA, K. M.; BARONEZA, A. M.; FERNANDES, D. F.; SOUZA, V. V.; BARONEZA, J. E. Metodologias ativas e interdisciplinaridade na formação do nutricionista. Semina: Ciências Sociais e Humanas, v. 38, n. 1, p. 117-128, 2017.

SANTOS, R. G.; CÂNDIDO, A. C. Bibliotecas como makerspace: oportunidades de implementação a partir de um caso prático. Ciência da Informação em Revista, v. 6, n. 1, p. 114 – 125, 2019.

SOUZA, S. C.; DOURADO, L. Aprendizagem Baseada Em Problemas (ABP): um método de aprendizagem inovador para o ensino educativo. HOLOS, v. 5, p. 182-200, 2015.

SPERANDIO, M. R.; ROSSIERI, R. A.; ROCHA, Z. F. D. C.; GOYA, A. O ensino de ciências por investigação no processo de alfabetização e letramento de alunos dos anos iniciais do ensino fundamental. Experiências em Ensino de Ciências, v. 12, n. 4, p. 1–17, 2017.

VIEIRA, A. A. N.; CLEMENTE, A.; DIAS, G. A.; FRANCA FILHO, M. T. Metodologia Científica no Brasil: ensino e interdisciplinaridade. Educação & Realidade, v. 42, n. 1, p. 237–260, 2017.

Downloads

Publicado

2023-11-15

Como Citar

Sa, L. P., & Bittencourt, C. R. (2023). IMPRESSÕES DE ESTUDANTES E DOCENTES SOBRE UMA PROPOSTA DE ENSINO PAUTADA NA APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS (ABP). Cadernos De Pesquisa, 30(1), 293–315. https://doi.org/10.18764/2178-2229v30n1.2023.13

Edição

Seção

Artigos