A PESQUISA INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS DE PAISAGEM: intersecções fenomenológicas entre a Literatura e a Geografia Humanista Cultural no âmbito do GEPLIT

Autores

  • Rosângela Guedêlha da Silva Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade - Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Márcia Manir Miguel Feitosa Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Claudia Letícia Gonçalves Moraes Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB) / Universidade Federal do Maranhão (UFMA) - Campus São Bernardo

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2229.v25n4p225-243

Palavras-chave:

Interdisciplinaridade, Literatura, Geografia Humanista Cultural, Paisagem, GEPLIT,

Resumo

Este artigo objetiva refletir acerca da configuração teórica e prática da pesquisa interdisciplinar desenvolvida no âmbito do Grupo de Estudos de Paisagem em Literatura (GEPLIT), da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), uma vez que a interdisciplinaridade ainda se configura, quase sempre, um caminho rico e desafiador. Esses trabalhos voltam-se a obras literárias cujo espaço narrativo ficcional articula-se à subjetividade da experiência humana, compondo a paisagem existencial portadora de significados do que o ser humano vivencia e é enquanto ser-no-mundo. Essa é uma perspectiva fenomenológica de abordagem do espaço literário que aproxima a Literatura a áreas do conhecimento com as quais não tradicionalmente dialogava, como a Geografia Humanista Cultural. Na fundamentação, contou-se com as contribuições teóricas de Morin (2005), Santos (2010), Fazenda (1994, 2008), Tuan (2012; 2013), Dardel (2015), Relph (2014), Feitosa (2012; 2016), Marandola Jr; Gratão (2010), dentre outros. Esta é uma pesquisa qualitativa, bibliográfica e de caráter analítico. Como resultados, pode-se evidenciar a viabilidade da abordagem interdisciplinar entre a arte literária e a ciência geográfica na vertente humanista e que tal prática amplia a perspectiva analítica de textos literários ao fomentar leituras a partir da constituição estética das obras em articulação às experiências humanas de espaço e lugar, o que representa um enriquecimento à formação acadêmica dos estudiosos e uma significativa contribuição para sua atuação como pesquisadores e como docentes. 

Palavras-chave: Interdisciplinaridade. Literatura. Geografia humanista cultural. Paisagem. GEPLIT.

INTERDISCIPLINARY RESEARCH IN LANDSCAPE STUDIES: phenomenological intersections between Literature and Cultural Humanist Geography within the scope of GEPLIT

Abstract

This paper aims to reflect on the theoretical and practical configuration of the interdisciplinary research developed within the Landscape Studies Group in Literature (GEPLIT), Federal University of Maranhão (UFMA), since interdisciplinarity is almost always a rich and challenging road. These works turn to literary works whose fictional narrative space articulates with the subjectivity of human experience, composing the existential landscape bearing meanings of what the human being experiences and is as being-in-the-world. This is a phenomenological perspective of approach to literary space that brings Literature closer to areas of knowledge with which it has not traditionally spoken, such as Cultural Humanist Geography. In the rationale, the theoretical contributions of Morin (2005), Santos (2010), Fazenda (1994, 2008), Tuan (2012; 2013), Dardel (2015), Relph (2014), Marandola Jr; Gratão (2010), among others. This is a qualitative, bibliographical and analytical research. As a result, the viability of the interdisciplinary approach between literary art and geographic science in the humanist field can be evidenced, and that such practice extends the analytical perspective of literary texts by fostering readings from the aesthetic constitution of works in articulation with the human experiences of space and place, which represents an enrichment to the academic formation of scholars and a significant contribution to their performance as researchers and as teachers.

Keywords: Interdisciplinarity. Literature. Cultural humanist geography. Landscape. GEPLIT.

 LA INVESTIGACIÓN INTERDISCIPLINAR EN ESTUDIOS DE PAISAJE: intersecciones fenomenológicas entre la Literatura y la Geografía Humanista Cultural en el ámbito del GEPLIT

Resumen

Este artículo objetiva reflexionar acerca de la configuración teórica y práctica de la investigación interdisciplinaria desarrollada en el marco del Grupo de Estudios de Paisaje en Literatura (GEPLIT), de la Universidad Federal de Maranhão (UFMA), ya que la interdisciplinaridad aún se configura, casi siempre, camino rico y desafiante. Estos trabajos se vuelven a obras literarias cuyo espacio narrativo ficcional se articula a la subjetividad de la experiencia humana, componiendo el paisaje existencial portadora de significados de lo que el ser humano vive y es en cuanto ser-en-mundo. Esta es una perspectiva fenomenológica de abordaje del espacio literario que aproxima la Literatura a áreas del conocimiento con las que no tradicionalmente dialogaba, como la Geografía Humanista Cultural. En la fundamentación, se contó con las contribuciones teóricas de Morin (2005), Santos (2010), Hacienda (1994, 2008), Tuan (2012, 2013), Dardel (2015), Relph (2014), Feitosa (2012; 2016) ), Marandola Jr; (En el caso de las mujeres). Esta es una investigación cualitativa, bibliográfica y de carácter analítico. Como resultados, se puede evidenciar la viabilidad del abordaje interdisciplinario entre el arte literario y la ciencia geográfica en la vertiente humanista y que tal práctica amplía la perspectiva analítica de textos literarios al fomentar lecturas a partir de la constitución estética de las obras en articulación a las experiencias humanas espacio y lugar, lo que representa un enriquecimiento a la formación académica de los estudiosos y una significativa contribución para su actuación como investigadores y como docentes.

Palabras clave: Interdisciplinariedad. La literatura. Geografía humanista cultural. Paisaje. GEPLIT.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosângela Guedêlha da Silva, Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade - Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Mestranda em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal do Maranhão, especialista em Ensino de Língua Portuguesa pela Faculdade Cândido Mendes e graduada em Letras pela UFMA. Membro do Grupo de Estudos de Paisagem em Literatura - GEPLIT/UFMA/CNPQ. Professora do Ensino Médio - Secretaria de Estado de Educação do Maranhão e Técnica em Assuntos Educacionais da UFMA.

Márcia Manir Miguel Feitosa, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Doutora em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo, com Pós-Doutoramento em Estudos Comparatistas pela Universidade de Lisboa. Docente permanente dos programas de pós-graduação em Letras e em Cultura e Sociedade da Universidade Federal do Maranhão. Líder do Grupo de Estudos de Paisagem em Literatura (GEPLIT), cadastrado no CNPq. Organizadora, juntamente com a Profa. Ida Alves (UFF), do livro Literatura e Paisagem: perspectivas e diálogos (2010) e autora do livro A representação do espaço e do poder em Mário de Carvalho: uma apologia da subversão (2018).

Claudia Letícia Gonçalves Moraes, Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB) / Universidade Federal do Maranhão (UFMA) - Campus São Bernardo

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (bolsista pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Maranhão - FAPEMA). Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal do Maranhão e graduada em Letras - Licenciatura pela mesma universidade. Professora Assistente da Universidade Federal do Maranhão, Campus São Bernardo, atuando na área de Língua Portuguesa. Integrante dos Grupos de Pesquisa Historiografia, cânone e ensino (UnB) e Estudos de Paisagem nas Literaturas de Língua Portuguesa (UFF-UFMA).

Downloads

Publicado

2018-12-30

Como Citar

Silva, R. G. da, Feitosa, M. M. M., & Moraes, C. L. G. (2018). A PESQUISA INTERDISCIPLINAR EM ESTUDOS DE PAISAGEM: intersecções fenomenológicas entre a Literatura e a Geografia Humanista Cultural no âmbito do GEPLIT. Cadernos De Pesquisa, 25(4), 225–243. https://doi.org/10.18764/2178-2229.v25n4p225-243

Edição

Seção

Artigos