GUIA TURÍSTICO ART DÉCO GOIÂNIA: educação patrimonial, cidadania, lazer e turismo cultural

Autores

  • Rodrigo Félix de Lima

Resumo

ART DÉCO TOUR GUIDE GOIÂNIA: heritage education, citizenship, leisure and cultural tourism

 

 

Resumo: O centro de Goiânia possui um acervo arquitetônico importante, porém passa por problemas como degradação e falta de gestão; por isso, muito do seu patrimônio vem perdendo o significado. Na busca da invenção de novos atrativos, organizou-se em 2002 a dissertação de mestrado “O aproveitamento dos recursos arquitetônicos art déco do centro de Goiânia para o lazer e o turismo”. Com o objetivo de registrá-lo na academia, surge aqui um percurso/roteiro do Guia Turístico Art Déco Goiânia, editado em 2002 e reeditado em 2021 (português/inglês). Com informações documentais, termos técnicos dos arquitetos Márcia Metran e Gustavo Neiva Coelho, embasamento teórico e documentações fotográficas, o roteiro é composto por dez edificações/monumentos, para um passeio contemplativo, para o turismo cultural ou para ações educativas voltadas para o patrimônio, no centro e a céu aberto. 

Palavras-chave: Goiânia; Patrimônio Edificado; Art Déco; Preservação; Turismo.

 

Abstract: The downtown area of Goiânia houses has an important architectural heritage, albeit unknown to the general public, it is currently afflicted by some problems, such as:  degradation, political neglect and lack of a management plan. In search of new atractives inventions, it was organised in 2002 the work of a master degree named “The uses of downtown Goiânia art déco architecture resources for leisure and tourism industry”. With the intention to register a paper for the academy arases the route/itinerary of the Art Déco Tour Guide of Goiânia, first edited in 2002 and reedited in 2021 in portuguese and English. With documental informations, technical terms used by the architects Márcia Metran and Gustavo Neiva Coelho, theoretical basis, and photos documentations, the tour guide brings ten buildings/monuments for a contemplative walk, for the cultural tourism or edutives actions for the heritage, in downtown and in a open air space. 

Keywords: Goiânia; Heritage; Art Déco; Preservation; Tourism.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Félix de Lima

Graduado em Comunicação Social; habilitação Rádio e TV pela Universidade Federal de Goiás, Técnico em Turismo pelo Instituto Federal de Goiás; Secretário Executivo Bilíngue (Português/Inglês) pela PUC/GO; Mestrado em Gestão do Turismo Cultural, pela Centro Universitário Ibero Americano - UNIBERO, São Paulo, 2003. Autor do Guia Turístico Art Déco Goiânia, Edição do Autor, 2002 e segunda Edição do Autor, 2021. Empresário dono do espaço de projetos de arte, galeria e antiquário 588 Art Show em Goiânia, Goiás, Brasil.

Referências

BOULLÓN, Roberto C. Planejamento do espaço turístico. Tradução Josely Vianna Baptista. Bauru, SP: EDUSC, 2002.

CHAUL, Nasr N. F. A construção de Goiânia e a transferência da capital. Goiânia: CEGRAF, 1988.

COELHO, Gustavo N. A modernidade do art déco na construção de Goiânia.Goiânia: Ed. Do Autor, 1997.

COELHO, Gustavo N. Antecedentes da arquitetura moderna em Goiânia: mutirão cultural, Goiânia, 1993. Goiânia: Graficor, 2001a.

COELHO, Gustavo Neiva; VALDA, Milena d’Ayla. Patrimônio cultural edificado. Goiânia: Ed.UCG, 2001b.

FERREIRA, Jackeline Mendes, Oliveira, Adriana Maria Vaz de. Políticas públicas patrimoniais: o tombamento Art Déco em Goiânia (GO). Revista Rua, v. 26, n.1, 2020. Disponível em: https://www.labeurb.unicamp.br/rua/artigo/ler_artigo/161-1-politicas-publicas-patrimoniais-o-tombamento-art-deco-em-goiania-go. Acesso em: 21 abr. 2021.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Pioneira,1979.

IPHAN. 17 de agosto: dia do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/noticias/detalhes/901/17-de-agosto-dia-do-patrimonio-historico-artistico-e-cultural. Acesso em: 21 abr. 2021.

IPHAN. Monumentos e espaços públicos tombados – Goiânia (GO). Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/1486/. Acesso em: 21 abr. 2021.

LIMA, Rodrigo Félix de. Guia turístico Art Déco Goiânia. Goiânia: Edição do Autor, 2002.

MANSO, Celina Fernandes Almeida. Goiânia art déco: acervo arquitetônico e urbanístico: dossiê de tombamento. Goiânia: SEPLAN, 2004.

MANSO, Celina Fernandes Almeida. Goiânia: uma concepção urbana, moderna e contemporânea – um certo olhar. Goiânia: Edição do Autor, 2001.

MCGREGOR, Robert. The art deco city. Napier-NZ: Art Deco Trust, Napier,1999.

MELLO, Márcia Metran. Moderno e modernismo: a arquitetura dos dois primeiros fluxos desenvolvimentistas de Goiânia ( 1933-1950?1950-1964).1996. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)- Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1996.

PIRES, M.J. Levantamento de atrativos históricos em turismo – uma proposta metodológica. In: LAGE, B.H.G.; MILONE, P.C. Turismo: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2000.

RIO DE JANEIRO. Secretaria Municipal de Urbanismo. Guia da arquitetura art déco no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: SMU/ADEMI, 1997.

RODRIGUES, José Wasth. Documento arquitetônico relativo a antiga construção civil no Brasil. 2.ed. São Paulo: Ed. Universidade de São Paulo, 1975.

SILVA, Rodrigo Lage Pereira; GOMES, CHRISTIANNE L.; ELIZALDE, Rodrigo; BAHIA, Mirleide C.; LACERDA, Leonardo L.L. Caminhos entre lazer e sustentabilidade ambiental: uma pesquisa no contexto de pós-graduação latino-americana integra a pesquisa: lazer, sustentabilidade e meio ambiente na América Latina. Apoio: CNPq (Edital Universal) e FAPEMIG (Programa Pesquisador Mineiro - PPM). Disponível em: http://congressos.cbce.org.br/index.php/5sudeste/lavras/paper/viewFile/6325/3211. Acesso em: 21 abr. 2021.

UNES, Wolney. Itendidade art déco de Goiânia. São Paulo: Ateliê Editorial; Ed. UFG, 2001.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

FÉLIX DE LIMA, Rodrigo.
GUIA TURÍSTICO ART DÉCO GOIÂNIA: educação patrimonial, cidadania, lazer e turismo cultural
. Revista Turismo & Cidades, v. 3, n. 6, p. 78–98, 30 Jun 2021 Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/turismoecidades/article/view/16342. Acesso em: 17 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos