IMPACTOS DA COVID-19 NO SETOR DE VIAGENS E TURISMO: PERSPECTIVAS DO OBSERVATÓRIO DE TURISMO DE MINAS GERAIS

Autores

  • Hebert Canela Salgado Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM http://orcid.org/0000-0002-4848-912X
  • Julia Boroni de Paiva Observatório do Turismo de Minas Gerais
  • Iolanda Benfica Blaso de Souza Universidade Federal de Minas Gerais / Observatório do Turismo de Minas Gerais
  • Higor Alfredo Damaso da Silva Observatório do Turismo de Minas Gerais

Resumo

O trabalho apresenta um panorama dos impactos da COVID-19 no setor de Turismo em Minas Gerais, a partir dos resultados obtidos por meio da Sondagem Empresarial realizada em parceria com a Rede Brasileira de Observatórios do Turismo. A análise crítica, de caráter exploratório-descritivo destaca a importância do trabalho em rede, que tornou possível o diagnóstico sobre as perspectivas dos empresários no Estado. A metodologia utilizada foi a aplicação de questionários online, em âmbito nacional. Teve-se como objetivo levantar indicadores para maior compreensão de como as empresas se configuraram frente à pandemia. Concluiu-se que, uso da inteligência de dados, informações e indicadores em rede auxiliou o direcionamento das ações e políticas públicas em Minas Gerais, a consolidação do Observatório de Turismo do estado e o fortalecimento da Rede Brasileira de Observatórios de Turismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hebert Canela Salgado, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM

Curso de Bacharelado em Turismo da Faculdade Interdisciplinar em Humanidades Programa de Pós-Graduação em Estudos Rurais PPGER Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM

Julia Boroni de Paiva, Observatório do Turismo de Minas Gerais

Titulação mais relevante: Pós Graduada em Gestão Financeira pela PUC Minas

Instituição de Vínculo: Coordenadora do Observatório do Turismo de Minas Gerais/Superintendência de Políticas do Turismo da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais

Iolanda Benfica Blaso de Souza, Universidade Federal de Minas Gerais / Observatório do Turismo de Minas Gerais

Observatório do Turismo de Minas Gerais/ Superintendência de
Políticas do Turismo da Secretaria de Estado de Cultura e graduanda em Turismo de Minas Gerais
Cidade/Estado/País: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

Higor Alfredo Damaso da Silva, Observatório do Turismo de Minas Gerais

Titulação mais relevante: Graduado em Administração Pública pela Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho

Instituição de Vínculo: Observatório do Turismo de Minas Gerais/ Superintendência de Políticas do Turismo da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais

Cidade/Estado/País: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Referências

BRASIL. Decreto nº 10.359, de 20 de maio de 2020. Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança do Ministério do Turismo e remaneja e transforma cargos em comissão e funções de confiança. Brasília, DF: Presidência da República, 2020. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/decreto/D10359.htm. Acesso em: 6 jun. 2020.

BRASIL. Decreto nº 9.791, de 14 de maio de 2019. Aprova o Plano Nacional de Turismo 2018-2022. Brasília, DF: Presidência da República, 2019. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2019/decreto/D9791.htm. Acesso em: 6 jun. 2020.

BRASIL. Ministério do Turismo. PlanoNacional de Turismo 2018-2022: mais emprego e renda para o Brasil. Brasília, DF: MTUR, 2020. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/plano-nacional-do-turismo.html. Acesso em: 6 jun. 2020.

BREGOLIN, Michel. Inteligência territorial em turismo: aplicação do sistema de capitais para análise de observatórios de turismo da Europa e da América Latina. 2018. Tese (Doutorado)-Universidade Federal de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2018. Disponível em: https://repositorio.ucs.br/xmlui/handle/11338/3766. Acesso em: 6 jun. 2020.

FGV. Impacto econômico do COVID-19: propostas para o turismo brasileiro. Rio de Janeiro: FGV, 2020. Disponível em: https://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/01.COVID19_impactoeconomico_v09_compressed_1.pdf. Acesso em: 2 set. 2020.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GOMES, Ewerton Lemos; GÂNDARA, José Manoel; IVARS-BAIDAL, Josep. É importante ser um destino turístico inteligente? A compreensão dos gestores públicos dos destinos do Estado do Paraná. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, São Paulo, v. 11, n. 3, p. 503-536, set./dez. 2017. Disponível em: https://rbtur.org/rbtur/article/view/1318. Acesso em: 2 set. 2020.

GÖSSLING, Stefan; SCOTT, Daniel; HALL, C. Michael. Pandemics, tourism and global change: a rapid assessment of COVID-19. Journal of Sustainable Tourism, 2020. Disponívelem: https://doi.org/10.1080/09669582.2020.1758708. Acessoem: 2 set. 2020.

GRETZEL, Ulrike; SIGALA, Marianna; XIANG, Zheng; KOO, Chulmo. Turismo inteligente: fundamentos e desenvolvimentos.ElectronMarkets, n. 25, p. 179-188, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s12525-015-0196-8. Acesso em: 3 set. 2020.

IBGE. Seis em cada dez empresas abertas em 2012 encerraram atividades em cinco anos. Rio de Janeiro: IBGE, 2019. Disponível em: ttps://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/25739-seis-em-cada-dez-empresas-abertas-em-2012-encerraram-atividades-em-cinco-anos. Acesso em: 10 ago. 2020.

MARQUES, Osiris. Rede de Observatórios de Turismo é criada em Encontro Paranaense. Revista Eventos, Turismo e Eventos, Portal Eventos, 2017. Disponível em: https://www.revistaeventos.com.br/blog/Turismo-e-Eventos/Rede-de-Observatorios-de-Turismo-e-criada-em-Encontro-Paranaense/41402. Acesso em: 8 jun. 2020.

MINAS GERAIS. Decreto nº 47.526, de 06 de novembro de 2018. Regulamenta o funcionamento do Observatório do Turismo de Minas Gerais. Belo Horizonte: Assembleia Legislativa, 2018. Disponível em: https://www.almg.gov.br/consulte/legislacao/completa/completa.html?tipo=DEC&num=47526&comp=&ano=2018. Acesso em: 9 jun. 2020.

MINAS GERAIS. Lei nº 22.765, de 20 de dezembro de 2017. Institui a política estadual de turismo e dá outras providências. Belo Horizonte: Assembleia Legislativa, 2017. Disponível em: https://www.almg.gov.br/consulte/legislacao/completa/completa.html?tipo=LEI&num=22765&comp=&ano=2017. Acesso em: 9 jun. 2020.

OLIVEIRA, R. A. Gestão estratégica da informação no Setor Público de Turismo de MinasGerais. 2012. Monografia (Especialização em Gestão Estratégica da Informação) - Núcleo de Informação Tecnológica e Gerencial, da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUBD-9E8H7D. Acesso em: 8 set. 2020.

OLIVEIRA, R. A.; MIRANDA, I. P. de; AMARAL, J. P. S. Gestão da informação: o papel dos Observatórios e Turismo Brasileiros para a tomada de decisão do setor público.Marketing & Tourism Review, v.1, n. 2, 2016. DOI: https://doi.org/10.29149/mtr.v1i2.3837. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/mtr/article/view/3837. Acesso em: 15 jun. 2020.

OTMG. OBSERVATÓRIO DE TURISMO DE MINAS GERAIS. Fluxo e receita turística. Belo Horizonte: OTMG, 2020. Disponível em: https://www.observatorioturismo.mg.gov.br/?p=4524. Acesso em: 8 ago. 2020a.

OTMG. OBSERVATÓRIO DE TURISMO DE MINAS GERAIS.Resultados da sondagem empresarial: impactos e perspectivas frente ao COVID-19 no Turismo em Minas Gerais. Belo Horizonte: OTMG, 2020b. Disponível em: https://www.dropbox.com/s/os4wciufdaybcfz/RESULTADOS%20DA%20SONDAGEM%20EMPRESARIAL.pdf?dl=0. Acesso em: 9 jun. 2020.

RBOT. REDE BRASILEIRA DE OBSERVATÓRIOS DE TURISMO. Sondagem empresarial dos impactos da COVID-19 no setor do turismo no Brasil: apresentação dos resultados: Observatórios participantes da sondagem; Observatório de Turismo do Paraná... 2020. Disponível em: https://www.canva.com/design/DAD7OMxjGnc/w8UE5pJkvO4Yn6sjg_MUWQ/view?utm_content=DAD7OMxjGnc&utm_campaign=designshare&utm_medium=link&utm_source=publishsharelink#4. Acesso em: 15 jun. 2020.

SANTOS, S. R. dos; PINHEIRO, T. M. Instrumento de inteligência turística e tomada de decisão: o caso do Observatório do Turismo do Maranhão. Cenário: Revista Interdisciplinar em Turismo e Território, v. 7, n. 12, p. 10 - 24, jul. 2019. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/revistacenario/article/view/25543. Acesso em: 8 set. 2020.

TRAVEL LAB. Pulso turismo e COVID-19. 2. ed. [S.l.]: TRVL Lab, 2020. Disponível em:https://panrotasstoragenews.blob.core.windows.net/conteudo/TravelLab/TRVL%20LAB%20-%20Pulso%20COVID-19%20%202a.%20Maio%202020.pdf. Acesso em: 12 jul. 2020.

TRIGO, Luiz Gonzaga Godoi. Viagens e turismo: dos cenários imaginados às realidades disruptivas. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, São Paulo, v. 14, n. 3. p. 1-13, set./dez. 2020.

UNWTO. World Tourism Organization. COVID - 19 Related Travel Restrictions A Global Review For Tourism. Third Report as of 8 May 2020. Prepared by UNWTO Sustainable Development of Tourism Department. 2020. Disponível em <https://webunwto.s3.eu-west-1.amazonaws.com/s3fs-public/2020-05/TravelRestrictions-08-Mayo.pdf>. Acessoem 8 jun. 2020.

UNWTO. World Tourism Organization. International Tourism Highlights. Madrid: UNWTO, 2019. DOI: https://doi.org/10.18111/9789284421152. Disponível em: https://www.e-unwto.org/doi/pdf/10.18111/9789284421152. Acessoem: 8 jun. 2020.

WTTC. Economic impact 2019. World. The Economic Impact of Travel & Tourism. Regions. World Travel&TourismCouncil, 2019. Disponível em: https://www.wttc.org/-/media/files/reports/economic-impact-research/regions-2019/world2019.pdf. Acesso em: 10 mar. 2019.

YEOMAN, Ian. Don’t leave home: but then go see your country.2020. Disponível em: https://www.newsroom.co.nz/ideasroom/2020/04/19/1133096/dont-leave-home-but-then-go-and-see-your-country. Acesso em: 8 set. 2020.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2020-10-01

Como Citar

SALGADO, Hebert Canela; PAIVA, Julia Boroni de; SOUZA, Iolanda Benfica Blaso de; SILVA, Higor Alfredo Damaso da.
IMPACTOS DA COVID-19 NO SETOR DE VIAGENS E TURISMO: PERSPECTIVAS DO OBSERVATÓRIO DE TURISMO DE MINAS GERAIS
. Revista Turismo & Cidades, v. 2, p. 29–49, 1 Out 2020 Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/turismoecidades/article/view/14777. Acesso em: 23 jul 2024.

Edição

Seção

Edição especial