Por uma definição de impressionismo literário (ou para além do impressionismo na literatura)

Autores

  • Franco Baptista Sandanello Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18764/arell.v1i2.5825

Palavras-chave:

Impressionismo literário, Impressionismo, História literária, Henry James, Marcel Proust.

Resumo

Apesar de ser um termo bastante significativo no contexto das literaturas anglófonas e francófonas, além de revisitado no universo lusófono acerca de autores como Fialho de Almeida, o impressionismo literário tem ainda pouca repercussão no Brasil, embora diversos nomes de nossa literatura possam ser a ele relacionados (Raul Pompeia, Domício da Gama, Adelino Magalhães, Menalton Braff et alli.). O presente artigo busca rever alguns pontos essenciais do termo – suas correntes interpretativas e sua significação especificamente literária – de forma a estabelecer parâmetros para um estudo sistemático e posterior do impressionismo literário no Brasil. Para tanto, e de forma a exemplificar a discussão teórica, são apresentados en passant elementos impressionistas em dois romances de dois grandes nomes usualmente vinculados ao impressionismo literário – Henry James e Marcel Proust.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-15

Como Citar

Sandanello, F. B. (2016). Por uma definição de impressionismo literário (ou para além do impressionismo na literatura). Afluente: Revista De Letras E Linguística, 1(2), 155–175. https://doi.org/10.18764/arell.v1i2.5825

Edição

Seção

Seção Livre