REFLEXÕES SOBRE AS RECORRENTES JUSTIFICATIVAS DE AMPLIAÇÃO DA JORNADA ESCOLAR NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

Autores

  • Alessandra Victor do Nascimento Rosa Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
  • Valdeney Lima da Costa Universidade Estadual do Piauí - UESPI
  • Flávia Russo Silva Paiva

DOI:

https://doi.org/10.18764/2358-4319.v9n2p183-202

Palavras-chave:

Políticas educacionais. Escola pública. Jornada escolar ampliada.

Resumo

O presente artigo analisa as configurações da ampliação da jornada escolar que foram e estão sendo planejadas para as escolas públicas no âmbito do Ensino Fundamental, relacionando a problemática consubstanciada entre essa ampliação e suas distintas finalidades. Para tanto, levantamos as seguintes questões: Como vem se efetivando a ampliação da jornada escolar no contexto da educação pública brasileira? Quais as justificativas mais recorrentes para essa ampliação? Visando ao desenvolvimento deste trabalho realizamos uma pesquisa bibliográfica a partir dos estudos de Parente (2006, 2010), Teixeira (1977), Ribeiro (1986), Arroyo (1986), Cavaliere (2002, 2007, 2009), Arcoverde (2003), Algebaile (2009), Maurício (2009), Monlevade (2009) e Rosa (2016). Os resultados deste estudo evidenciam que a ampliação da jornada escolar no contexto da educação pública brasileira, e voltando-se ao ensino fundamental, tem se realizado, basicamente, a partir da extensão do tempo de permanência dos estudantes na escola e a partir de diferentes entendimentos de como tal tempo escolar estendido deve ser ocupado, bem como sob distintos fundamentos para sua ampliação. Diante disso, observamos que as questões que envolvem a ampliação da jornada escolar, atualmente, se configuram a partir de múltiplas concepções, ideias e práticas emergentes na educação brasileira que precisam ser exploradas, sobretudo de modo aprofundado em trabalhos acadêmicos.

Palavras-chave: Políticas educacionais. Escola pública. Jornada escolar ampliada. 

ABSTRACT

 This article analyzes the settings of the extension of the school day that were and are being planned for public schools in the elementary school, relating the problem embodied between this expansion and its different purposes. Therefore, we raise the following questions: How has been effective the expansion of the school day in the context of Brazilian public education? What are the most frequent reasons for this expansion? Aiming at the development of this study conducted a literature search from studies of Parente (2006, 2010), Teixeira (1977), Ribeiro (1986), Arroyo (1986), Cavaliere (2002, 2007 and 2009), Arcoverde (2003) Algebaile (2009), Maurício (2009), Monlevade (2009) and Rosa (2016). The results of this study show that the expansion of the school day in the context of Brazilian public education, and returning to the elementary school, has done basically from the extension of students' time spent at school and from different understandings how this extended school time should be occupied and under different foundations for its expansion. Thus, we observe that the issues surrounding the expansion of the school day, currently, are configured from multiple views, ideas and practices emerging in Brazilian education that need to be explored, especially in depth in academic papers.

Keywords: Educational policies. Public school. Extended school day. 

RESUMEN

 El presente artículo analiza las configuraciones de la ampliación de jornada escolar que han sido y están siendo planeadas para las escuelas públicas en el ámbito de la  Enseñanza Fundamental, relacionando la problemática consustanciada entre esa ampliación y sus diferentes finalidades. Para eso,  planteamos las siguientes cuestiones: Como se efectiva la ampliación de la jornada escolar  en el contexto de la educación pública brasileña? Cuáles son las justificaciones  más frecuentes de esta ampliación? Buscando el desarrollo de este estudio se há llevado a cabo una búsqueda bibliográfica a partir de los estudios  de Parente (2006, 2010), Teixeira (1977), Ribeiro (1986), Arroyo (1986), Cavaliere (2002, 2007 y 2009), Arcoverde (2003), Algebaile (2009), Maurício (2009), Monlevade (2009) y Rosa (2016). Los resultados de este estudio muestran que la ampliación de la jornada escolar en el contexto de la educación pública brasileña, y se  volviendo a laenseñanza  primaria, se há llevado a cabo, básicamente, a partir de la  ampliación del tiempo de permanência de  los estudiantes en la escuela y de diferentes entendimientos de como este tiempo escolar ampliado debe estar ocupado, bien como bajo diferentes bases para su ampliación. Ante esto, hemos observado que las cuestiones relacionadas con la ampliación de la jornada escolar, en la actualidad, se configuran desde múltiplas concepciones, ideas y prácticas emergentes en la educación brasileña que necesitan ser exploradas, sobretodo en profundidad en trabajos académicos.

Palabras clave: Políticas educativas. Escuelas públicas. Jornada escolar extendida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Victor do Nascimento Rosa, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

Técnica em Assuntos Educacionais da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Pesquisadora do Núcleo de Estudos Tempos, Espaços e Educação Integral (NEEPHI)/UNIRIO.

Valdeney Lima da Costa, Universidade Estadual do Piauí - UESPI

Professor Assistente da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Pesquisador do Núcleo de Estudos Tempos, Espaços e Educação Integral (NEEPHI)/UNIRIO.

Flávia Russo Silva Paiva

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Pesquisadora do Núcleo de Estudos Tempos, Espaços e Educação Integral (NEEPHI)/UNIRIO.

Downloads

Publicado

2016-12-26

Como Citar

Rosa, A. V. do N., Costa, V. L. da, & Paiva, F. R. S. (2016). REFLEXÕES SOBRE AS RECORRENTES JUSTIFICATIVAS DE AMPLIAÇÃO DA JORNADA ESCOLAR NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. Revista Educação E Emancipação, p. 183–202. https://doi.org/10.18764/2358-4319.v9n2p183-202

Edição

Seção

Artigos