Do normal a um novo normal, onde a educação precisa estar?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2358-4319v15n1.2022.1

Palavras-chave:

história da educação, normalidade, isolamento social

Resumo

Este estudo faz uma análise do discurso de dois textos veiculados nas redes sociais da internet e duas reportagens televisionadas. replicados no ciberespaço, sobre o preconceito racial. O objetivo deste estudo é o de analisar o discurso e descrever a ideologia e sistemas de valores implícitos nos textos, além de discutir o papel da mídia, como veículo do discurso educacional no que se refere ao combate a crimes de preconceito. Por meio dessa análise discursiva, é possível não só evidenciar o modo como são manifestadas as relações intersubjetivas no contexto midiático, como também revelar as representações ideológicas contemporâneas sobre a temática racial. Para tal estudo, utilizamos a metodologia semiótica. Verifica-se, por outro lado, que se manifestam discursos com uma intencionalidade educativa que não se desenvolve na escola, abrindo espaço para uma discussão sobre o papel da mídia, como veículo de discursos educativos e preventivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdete Gusberti Cortelini, Rede Municipal de Ensino de Vista Alegre do Prata – RS

Professora Doutora (2021), Mestre em Educação (2017) e Pedagoga (1999) - Habilitação em Magistério das Matérias Pedagógicas pela Universidade de Caxias do Sul – UCS. Especialista em Pedagogia Gestora com Ênfase em Orientação, Supervisão e Administração Escolar. É professora em cargo de Coordenação Pedagógica na Rede Municipal de Ensino, município de Vista Alegre do Prata – RS.

Geraldo Antônio da Rosa, Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Doutor em Teologia pela EST-RS. Pós-Doutor em Humanidades na Universidade CarlosIII-Madri, Espanha. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade de Caxias do Sul-UCS/RS.

Dilnei Abel Daros

Doutor em Educação. Membro da Associação Nacional de História (ANPUH), da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED), Associação Brasileira de História Oral (ABHO), Membro do Grupo de Pesquisa História da Educação, Imigração e Memória (GRUPHEIM) na Universidade de Caxias do Sul (UCS) e do Projeto de Pesquisa Modos de organizar a escola primária no RS (1889-1950): histórias, memórias e práticas educativas na mesma Instituição.

Downloads

Publicado

2022-05-06

Como Citar

Cortelini, V. G., Rosa, G. A. da, & Daros, D. A. (2022). Do normal a um novo normal, onde a educação precisa estar?. Revista Educação E Emancipação, 15(1), 14–46. https://doi.org/10.18764/2358-4319v15n1.2022.1

Edição

Seção

Artigos