A Práxis Inclusiva dos Núcleos de Atendimento a Pessoas com Necessidades Específicas e sua Relevância na Educação Profissional e Tecnológica

Autores

  • Fernanda Souza da Silva
  • Álvaro Itaúna Schalcher Pereira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA
  • Francisco Adelton Alves Ribeiro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA

DOI:

https://doi.org/10.18764/2358-4319.v13n2p250-269

Palavras-chave:

Educação inclusiva, Formação humana, Institutos Federais, Práticas inclusivas

Resumo

O presente artigo tem por objeto abordar o tema da práxis da inclusão e a relação com os Núcleos de Atendimento a Pessoas com Necessidades Específicas – NAPNEs - no âmbito dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, enfatizando a importância dos espaços formais que promovem e executam as legislações e diretrizes de inclusão por meio de ações e práticas de Atendimento Educacional Especializado, como agentes que facilitam a entrada, permanência e saída com êxito do discente com deficiência nos processos de ensino e aprendizagem. O método utilizado foi a pesquisa bibliográfica, abordando alguns conceitos que embasam a importância da inclusão além da teoria e do discurso para a educação e o mundo do trabalho, e documental, demonstrando as práticas inclusivas estabelecidas nas legislações e informações sobre a criação e finalidade dos NAPNEs. Os mesmos atuam na inclusão articulada com a Educação Profissional e Tecnológica, sendo agentes de transformação na vida dos discentes com os demais tipos de deficiências, possibilitando uma vida mais autônoma, independente e proporcionando melhorias no processo formativo de aquisição de conhecimentos. Com o desafio de aplicar as legislações vigentes de inclusão na prática, os NAPNEs podem encontrar na práxis da inclusão a ação transformadora e libertadora, que cria e modifica realidades até então determinadas por sistemas excludentes, colaborando na construção de sociedades abertas à diversidadee construindo, dentro do espaço formal de aprendizagem, a prática libertadora da condição de oprimido, para uma formação humana educacional e profissional mais completa.

Palavras-chave: Educação inclusiva. Formação humana. Institutos Federais. Práticas inclusivas.

The Inclusive Praxis of the Centers of Attention to People with Specific Needs and their Relevance in Professional and Technological Education

ABSTRACT

The purpose of this article is to address the theme of the inclusion praxis and the relationship with the Centers of Assistance to People with Specific Needs (NAPNEs) within the Federal Institutes of Education, Science and Technology, emphasizing the importance of the formal spaces that promote and implement the legislation and guidelines for inclusion through actions and practices of Specialized Educational Assistance, as agents that facilitate the successful entry, stay and exit of the student with disabilities in the teaching and learning processes. The method used was the bibliographical research, addressing some concepts that support the importance of inclusion besides theory and discourse for education and the world of work, and documentary, demonstrating the inclusive practices established in the legislations and information on the creation and purpose of the NAPNEs. They act in the articulated inclusion with the Professional and Technological Education, being agents of transformation in the life of the students with the other types of deficiencies, enabling a more autonomous life, independent and providing improvements in the formative process of knowledge acquisition. With the challenge of applying current legislation for inclusion in practice, NAPNEs can find in the praxis of inclusion transformative and liberating action that creates and modifies realities hitherto determined by exclusionary systems, collaborating in the construction of societies open to diversity and building, within the formal learning space, the liberating practice of the condition of the oppressed, for a more complete human educational and professional formation.

Keywords: Inclusive education. Human formation. Federal Institutes. Inclusive practices.

La Práxis Inclusiva de los Núcleos de Atención a Personas con Necesidades Específicas y su Relevancia en la Educación Profesional y Tecnológica

RESUMEN

El presente artículo tiene por objeto abordar el tema de la praxis de la inclusión y la relación con los Núcleos de Atención a Personas con Necesidades Específicas - NAPNEs - en el ámbito de los Institutos Federales de Educación, Ciencia y Tecnología, enfatizando la importancia de los espacios formales que promueven y se ejecutan las legislaciones y directrices de inclusión a través de acciones y prácticas de Atención Educativa Especializada, como agentes que facilitan la entrada, permanencia y salida con éxito del alumnado con discapacidad en los procesos de enseñanza y aprendizaje. El método utilizado fue la investigación bibliográfica, abordando algunos conceptos que fundamentan la importancia de la inclusión más allá de la teoría y del discurso para la educación y el mundo del trabajo, y documental, demostrando las prácticas inclusivas establecidas en las legislaciones e informaciones sobre la creación y finalidad de los mismos. NAPNEs. Los mismos actúan en la inclusión articulada con la Educación Profesional y Tecnológica, siendo agentes de transformación en la vida de los discentes con los demás tipos de deficiencias, posibilitando una vida más autónoma, independiente y proporcionando mejoras en el proceso formativo de adquisición de conocimientos. Con el desafío de aplicar las legislaciones vigentes de inclusión en la práctica, los NAPNEs pueden encontrar en la praxis de la inclusión la acción transformadora y liberadora, que crea y modifica realidades hasta entonces determinadas por sistemas excluyentes, colaborando en la construcción de sociedades abiertas a la diversidad y construyendo, dentro del espacio formal de aprendizaje, la práctica liberadora de la condición de oprimido, para una formación humana educativa y profesional más completa.

Palabras clave: Educación inclusiva. Formación humana. Institutos Federales. Prácticas inclusivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fernanda Souza da Silva

Mestranda em Educação Profissional e Tecnológica do Instituto Federal do Maranhão (ProfEPT).

Álvaro Itaúna Schalcher Pereira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA

Doutor em Engenharia e Ciência de Alimentos, Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Programa de Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT).

Francisco Adelton Alves Ribeiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA

Doutor em Biotecnologia. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Programa de Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT).

Downloads

Publicado

2020-08-30

Como Citar

SILVA, Fernanda Souza da; PEREIRA, Álvaro Itaúna Schalcher; RIBEIRO, Francisco Adelton Alves.
A Práxis Inclusiva dos Núcleos de Atendimento a Pessoas com Necessidades Específicas e sua Relevância na Educação Profissional e Tecnológica
. Revista Educação e Emancipação, v. 13, n. 2, p. p.251–269, 30 Ago 2020 Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/reducacaoemancipacao/article/view/14955. Acesso em: 17 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos