O problema da pobreza de experiência na formação do professor: desafios da educação inclusiva

Autores

  • Michelli Agra Universidade Federal Fluminense - UFF

DOI:

https://doi.org/10.18764/2358-4319.v11n1p58-77

Palavras-chave:

Experiência, Formação do Professor, Educação Inclusiva.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo discutir os desafios da educação inclusiva, com base no conceito de experiência aplicado à problemática da formação do professor. Utiliza-se como referencial teórico-metodológico, a Teoria Crítica da Sociedade, com base nos autores Theodor Adorno e Walter Benjamin. As considerações giram em torno da argumentação das possíveis causas e efeitos do empobrecimento da experiência na sociedade burguesa capitalista, com a seguinte questão: ‘Para que viver experiências na formação de professor?’ No sentido que se procura expor, a experiência deixa marcas que passam a pertencer à subjetividade do indivíduo, além de potencializar a racionalidade e a autonomia. A educação inclusiva, por sua vez, revela a educação geral e pode contribuir para uma educação que propicie a resistência e a emancipação humana.

Palavras-chave: Experiência; Formação do Professor; Educação Inclusiva.

 

The problem of poverty of experience in teacher training: challenges of inclusive education

ABSTRACT

This article aims to discuss the challenges of inclusive education, based on the concept of experience applied to the problem of teacher education. The Critical Theory of Society, based on the authors Theodor Adorno and Walter Benjamin was used as theoretical-methodological reference. Considerations revolve around arguing the possible causes and effects of the impoverishment of experience in capitalist bourgeois society, with the following question: 'Why live experiences in teacher training?' In the sense we seek to expose, experience leaves marks that pass to belong to the subjectivity of the individual, in addition to enhancing rationality and autonomy. Inclusive education, in turn, reveals general education and can contribute to an education that fosters resistance and human emancipation.

Keywords: Experience; Teacher Training; Inclusive education.

 

El problema de la pobreza de experiencia en la formación del profesor: desafíos de la educación inclusiva 

RESUMEN

El presente artículo tiene como objetivo discutir los desafíos de la educación inclusiva, basándose en el concepto de experiencia aplicado a la problemática de la formación docente. Se utiliza como referencial teórico-metodológico, la Teoría Crítica de la Sociedad, basándose en autores como Theodor Adorno y Walter Benjamin. Las consideraciones giran alrededor de la argumentación de las posibles causas y efectos del empobrecimiento de la experiencia en la sociedad burguesa capitalista, con la siguiente cuestión: ¿Para qué vivir experiencias en la experiencia en la formación docente? En el sentido en que se busca exponer, la experiencia deja señas que pertenecen a la subjetividad del individuo, además de potenciar la racionalidad y la autonomía. La educación inclusiva, a su vez, revela la educación general y puede contribuir para una educación que favorezca la resistencia y la emancipación humana.

Palabras clave: Experiencia; Formación docente; Educación Inclusiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelli Agra, Universidade Federal Fluminense - UFF

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal Fluminense/UFF, bolsista CAPES, sob orientação da Profa. Dra. Valdelúcia Alves da Costa. Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal Fluminense/UFF. Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ. Bacharelado em Arquivologia pela Universidade Federal Fluminense/UFF.

Downloads

Publicado

2018-04-27

Como Citar

Agra, M. (2018). O problema da pobreza de experiência na formação do professor: desafios da educação inclusiva. Revista Educação E Emancipação, 11(1), p. 58–77. https://doi.org/10.18764/2358-4319.v11n1p58-77

Edição

Seção

Artigos