Escola e Pomitafro: uma festa como uma identidade de uma cidade

Autores

  • Marcos Teixeira de Souza

DOI:

https://doi.org/10.18764/2358-4319.v10n1p150-168

Palavras-chave:

Vila Pavão. Pomitafro. Escola

Resumo

A cidade de Vila Pavão, situada cerca de 276 km da capital Vitória, e localizada no noroeste espírito-santense, possui desde 1989 uma festa de cunho interétnico chamada Pomitafro. Inicialmente era a Pomitafro uma festa escolar, a partir de 1993 passa a ser uma festa municipal. Geralmente realizada no mês de Agosto de cada ano, tal festa tinha (ou tem) como propósito a integração das principais “etnias colonizadoras” do município: Pomeranos, Italianos e afrodescendentes (daí o termo Pomitafro). Este artigo pretende discutir a Festa Pomitafro, à luz de alguns dados secundários (obtidos no Questionário da Prova Brasil 2011), no que tange às perguntas 02, 26, 31 42 e 43, respondidas pelos alunos do nono ano de duas escolas públicas e importantes de Vila Pavão. Os resultados apontam que o município reúne condições socioculturais propícias para a realização e a manutenção da Pomitafro na localidade.

Palavras-chave: Vila Pavão. Pomitafro. Escola.

School and Pomitafro: a feast as an identity of a city

ABSTRACT

The city of Vila Pavão, located some 276 km from the capital Vitória, and located in the northwest of Espírito Santo, since a 1989, has interethnic feast called Pomitafro. Initially it was the Pomitafro a school party, but since 1993 becomes a municipal feast. Usually held in August each year, this feast has (or had) as its purpose the integration of the main “colonizing ethnic groups” of the city: Pomeranians, Italian and African descent (the term Pomitafro). This paper discusses the Pomitafro Feast, concerning some data (obtained in the Questionnaire of Test Brazil 2011), with respect to questions 02, 26, 31 42 and 43, answered by ninth graders from two public schools and important of Vila Pavão. The results show that the municipality meets sociocultural conditions to the achievement and maintenance of Pomitafro in the locality

Keywords: Vila Pavão. Pomitafro. School.

Escuela y Pomitafro: una festividad como una identidad de uma ciudad

RESUMEN

La ciudad de Vila Pavão, situada a unos 276 km de la capital Vitória, y situado en el noroeste del Espírito Santo, tiene desde 1989 una fi esta interétnica llamada Pomitafro. Inicialmente fue la Pomitafro una fi esta de la escuela, pero a partir de 1993 se convierte en una fi esta municipal. En general, celebrada en agosto de cada año, com el objetivo la integración de los principales colonizadores “grupos étnicos” de la ciudad: pomeranios, las personas de ascendencia italiana y africana (de ahí la palabra Pomitafro). Este artículo aborda el Partido Pomitafro, a la luz de algunos datos secundarios (obtenidos en el Cuestionario de Prueba Brasil 2011), con respecto a las preguntas 02, 26, 31 42 y 43, respondida por noveno grado de dos escuelas públicas e importantes aldea del pavo real. Los resultados muestran que el municipio cumple con las condiciones socioculturales que conduzcan al logro y el mantenimiento de Pomitafro en la localidad.

Palabras clave: Vila Pavão. Pomitafro. Escuela.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Teixeira de Souza

Mestre em Letras e em Ciências Humanas – Unigranrio. Doutorando em Sociologia – Iuperj. Membro pesquisador do Centro de Estudos Afro-Asiáticos – CEAA. E-mail: prof1marcos@hotmail.com

Downloads

Publicado

2017-06-13

Como Citar

Souza, M. T. de. (2017). Escola e Pomitafro: uma festa como uma identidade de uma cidade. Revista Educação E Emancipação, p.150–168. https://doi.org/10.18764/2358-4319.v10n1p150-168

Edição

Seção

Artigos