A RESILIÊNCIA E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL:

os pilares do sucesso organizacional na era da adversidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2595-9549v7n12.2024.7

Palavras-chave:

Resiliência, Inteligência Emocional, Contexto Organizacional, Habilidades, Adaptação

Resumo

Este artigo explora a importância da resiliência e da inteligência emocional no contexto organizacional, analisando suas definições, características e benefícios. A resiliência é abordada como a capacidade de adaptar e recuperar-se frente a situações desafiadoras, incluindo a rápida adaptação a mudanças no ambiente de trabalho. A inteligência emocional é compreendida como a habilidade de reconhecer, compreender e gerenciar as próprias emoções e as dos outros, sendo essencial para uma adaptação eficaz às demandas organizacionais. São discutidos os fundamentos teóricos e modelos relacionados à resiliência e à inteligência emocional, destacando como esses conceitos podem ser desenvolvidos e aplicados no contexto organizacional. O artigo destaca a relação positiva entre resiliência, inteligência emocional e desempenho no trabalho, além de explorar estratégias práticas para promover essas habilidades nos profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucijandison Soares, Universidade Federal do Maranhão

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Faculdade do Maranhão(2014), graduação em Administração pela Universidade Estadual do Maranhão(2017), graduação em Pedagogia pela Faculdade Atual(2015), especialização em GESTÃO EDUCACIONAL: DIREÇÃO, COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO pelo INSTITUTO FACUMINAS EAD LTDA(2023), especialização em Metodologia do Ensino Fundamental e Médio com Ênfase em Matemátca pela Faculdade de Ciência e Educação do Caparaó(2015) e especialização em Auditoria e Controladoria pelo INSTITUTO FACUMINAS EAD LTDA(2021). Atualmente é Técnico Administrativo da Universidade Federal do Maranhão, Secretário de Curso da Coordenação de Música da Universidade Federal do Maranhão e Tutor de Especialização em Matemática da Universidade Federal do Maranhão. Tem experiência na área de Matemática.

Josberg Silva Rodrigues, Universidade Federal do Maranhão

Possui graduação em Física - Licenciatura plena pela Universidade Federal do Maranhão, mestrado e doutorado em Física pela universidade Federal do Maranhão. Atualmente é professor assistente I da Universidade Federal do Maranhão-Campus São Bernardo no curso de Licenciatura em Ciências Naturais/Química. É Coordenador de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Ciências Naturais. Realiza pesquisa na área de Física, com ênfase em Física das partículas Elementares e Campos. Atuando principalmente nos seguintes temas: teoria de campos à temperatura finita, quebra da simetria de Lorentz e CPT.

Luciana de Araújo

Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Maranhão (1999). Tem experiência na área de Educação.

Referências

BERNDT, C. Resiliência - O segredo da força psíquica (1ª ed.). São Paulo: Vozes, 2018.

Disponível em: https://plataforma.bvirtual.com.br. Acesso em: 28 de julho de 2023.

BUCKINGHAM, M., & GOODALL, A. Reinventando a avaliação de desempenho: porque

o sistema tradicional falha e como as empresas líderes estão inovando. Harvard Business

Review, 2015.

CHERNISS, C., & Goleman, D. The Emotionally Intelligent Workplace. San Francisco,

CA: John Wiley & Sons, 2001.

BORGES, M. C., et al. Princípios e práticas da pedagogia empresarial (1ª ed.). Curitiba:

Intersaberes, 2022. Disponível em: https://plataforma.bvirtual.com.br. Acesso em: 29 de julho

de 2023.

COUTO, H. A. Ergonomia do corpo e do cérebro no trabalho: os princípios e a aplicação

prática. Belo Horizonte: Ergo, 2014.

GALLUP. (2017). State of the American Workplace. Gallup, Inc., 2017.

GOLEMAN, D. Inteligência emocional. (M. Santarrita, Trad.). Rio de Janeiro: Objetiva. [Ebook], 2011.

LUTHANS, F. The need for and meaning of positive organizational behavior. Journal of

Organizational Behavior, 23(1), 695-706, 2002.

MARCON, S. R. A., & AREOSA, S. V. C. Riscos e proteção psicossocial: trabalho, saúde

mental e práticas sociais (1ª ed.). Porto Alegre: ediPUCRS, 2021. Disponível em:

https://plataforma.bvirtual.com.br. Acesso em: 29 de julho de 2023.

PFEFFER, J. Dying for a Paycheck: How Modern Management Harms Employee Health and

Company Performance—and What We Can Do About It. New York: HarperCollins, 2018.

PINK, D. H. Drive: The Surprising Truth About What Motivates Us. New York: Riverhead

Books, 2011.

ROBBINS, S. P. Fundamentos do comportamento organizacional. São Paulo: Pearson

Prentice Hall, 2009.

SILVA, L. C. O., & CAMPOS, E. B. D. (2021). Psicologia da carreira: fundamentos e

perspectivas da psicologia organizacional e do trabalho (1ª ed.). São Paulo: Vetor. Disponível

em: https://plataforma.bvirtual.com.br. Acesso em: 29 de julho de 2023.

SCHWARTZ, T., Gomes, J., & MCCARTHY, C. The Way We're Working Isn't Working:

The Four Forgotten Needs That Energize Great Performance. New York: Free Press, 2016.

WERNER, E. E., & SMITH, R. S. (1992). Overcoming the Odds: High Risk Children from

Birth to Adulthood, 1992.

Downloads

Publicado

2024-06-12

Como Citar

SOARES, Lucijandison; RODRIGUES, Josberg Silva; ARAÚJO, Luciana de.
A RESILIÊNCIA E INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: : os pilares do sucesso organizacional na era da adversidade
. Infinitum: Revista Multidisciplinar , v. 7, n. 12, p. 131–146, 12 Jun 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/infinitum/article/view/23369. Acesso em: 15 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos