MÃES UNIVERSITÁRIAS

experiências e desafios da maternidade e da vida acadêmica em São Bernardo, Maranhão, Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2595-9549v6n10.2023.5

Palavras-chave:

Universidade, Maternidade, Mulher, São Bernardo, Maranhão, Estratégias

Resumo

A presente pesquisa tem como objetivo analisar os processos e situações que incidem sobre a permanência das discentes mães no curso de Licenciatura em Ciências Humanas/Sociologia do Centro de Ciências de São Bernardo (CCSB) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Brasil. Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativo com característica descritiva e exploratória realizada por meio de entrevistas semiestruturadas. As principais referências teóricas utilizadas para o desenvolvimento da pesquisa foram Lucila Scavoni (2001), Maria de Jesus Correia (1998) e Pierre Bourdieu (1983). Frente os objetivos que o artigo propõe o texto está dividido em três sessões. Inicialmente, destacaremos os procedimentos metodológicos utilizados na realização da pesquisa, com especial destaque para a técnica da análise de conteúdo. Na segunda sessão, exploramos referências teóricas acerca da mulher e da maternidade, ressaltando a vivência da maternidade no contexto acadêmico. Na terceira etapa do artigo apresentam-se os resultados obtidos com a realização da pesquisa, destacando as estratégias dessas mães estudantes para sua permanência na universidade e os desafios de conciliar a maternidade com os estudos superiores. Por fim, apresentamos considerações finais acerca das questões que exploramos ao longo do texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clodomir Cordeiro de Matos Júnior, Universidade Federal do Maranhão

Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade de São Paulo (PPGS/USP). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará (PPGS/UFC). Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professor do Curso de Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Humanas/Sociologia (LCH) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Campus São Bernardo, MA. Professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Imperatriz, MA. Coordenador do Laboratório de Pesquisas e Estudos sobre as Cidades e seus Conflitos (CITADINOS/UFMA). Pesquisador do Laboratório de Estudos da Violência (LEV-UFC). Pesquisador do Laboratório das Conflitualidades e Violência (LabCOVIO-UECE). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia Urbana e do Conflito, atuando principalmente nos seguintes temas: Ciências Sociais, Cidades, Mundo Rural, Violência, Jovens, Cultura, Drogas, Segurança Pública, Vítimas, Cotidiano e América Latina.

Taiane Cristine Meireles Sousa, Universidade Federal do Maranhão

Graduada na Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Humanas/Sociologia do Centro de Ciências de São Bernardo – CCSB da Universidade Federal do Maranhão - UFMA, Maranhão, Brasil. Pesquisadora do Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre as Cidades – CITADINOS – UFMA – CNPQ.

Referências

AZEVEDO, KÁTIA ROSA; ARRAIS, ALESSANDRA DA ROCHA. O mito da mãe exclusiva e seu impacto na depressão pós-parto. Psicologia: reflexão e crítica, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 269-276, 2006.

BARDIN, LAURENCE. Organização da análise. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BEAUVOIR, S. O segundo sexo: a experiência vivida. Rio de Janeiro: Nova Fronteira ,1980.

BOURDIEU, Pierre. Esboço de uma teoria da prática. In: ORTIZ, Renato (Org.). Bourdieu (Coleção Grandes Cientistas Sociais). São Paulo: Ática, 1983. Pp. 46-81

CARDOSO, F. A; AMORIM, M. A.; LACERDA, W. G. A educação como objeto de análise da sociologia: pensando a relação dos estudantes com o ensino superior. Educação em Perspectiva, Viçosa, v. 5, n. 1, p. 215-239, 2014.

CORREIA, Maria de Jesus. Sobre maternidade. Análise Psicológica, n. 3, vol. XVI, p. 365 – 371,1998.

COULON, A. A condição de estudante: a entrada na vida universitária. Salvador: EDUFBA, 2008.

MINAYO, MARIA CECÍLIA DE SOUZA. O desafio do conhecimento. São Paulo: Editora Hucitec, 2008.

SCAVONE, Lucila. A maternidade e o feminismo: dialogo com as ciências sociais. Cadernos Pagu, São Paulo, n.16, p.137-150, 2001.

SCAVONE, Lucila. Maternidade: transformações na família e nas relações de gênero. Interface: Comunicação, Saúde, Educação, v.5, n.8, p.47-60, 2001a.

SANTOS, G. G.; SILVA, L. C. A evasão na educação superior: entre debate social e objeto de pesquisa. In: SAMPAIO, S. M. R. (Org.). Observatório da vida estudantil: primeiros estudos [online]. Salvador: EDUFBA, 2011. Pp. 249-262.

SAMPAIO, S. M. R. Observatório da Vida Estudantil: histórias de vida e formação na educação superior. Salvador/BA: EDUFBA, 2008.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

URPIA, A. M. de O. Tornar-se mãe no contexto acadêmico: narrativas de um self participante. 2009. 200p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Salvador, 2009.

Downloads

Publicado

2023-10-19

Como Citar

MATOS JÚNIOR, Clodomir Cordeiro de; SOUSA, Taiane Cristine Meireles.
MÃES UNIVERSITÁRIAS: experiências e desafios da maternidade e da vida acadêmica em São Bernardo, Maranhão, Brasil
. Infinitum: Revista Multidisciplinar , v. 6, n. 10, p. 84–108, 19 Out 2023 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/infinitum/article/view/21817. Acesso em: 15 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos