RELATO DE EXPERIÊNCIA

uso de aplicativos digitais nas aulas de Língua Portuguesa na Educação Básica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2595-9549v6n11.2023.12

Palavras-chave:

Relato de experiência, Ensino remoto, Aplicativos digitais, Poemas visuais

Resumo

O presente trabalho trata-se de um relato de experiência sobre oficinas de leitura e produção textual do gênero poema visual, na modalidade de ensino remoto. A pesquisa objetiva analisar a importância de aplicativos digitais, tais como, WhatsApp, Quiz e Padlet, nas aulas de Língua Portuguesa, no Ensino Fundamental. Como desdobramento do objetivo geral, temos os seguintes objetivos específicos: a) relatar atividades de leitura e produção textual do gênero poema visual  realizadas a partir de aplicativos digitais, na Educação Básica, em turmas de 9º ano do Ensino Fundamental; b) discutir a importância dos multiletramentos, dentre eles, o letramento digital nas práticas de leitura e de escrita; c) relacionar o letramento literário com o letramento digital, como forma de aproximar a escola das práticas linguageiras da contemporaneidade digital. Diante disso, temos como questão problema: como os recursos digitais podem contribuir com estratégias de leitura e produção textual na educação básica? A metodologia consta de um relato de experiência sobre a realização de oficinas de leitura e produção textual do gênero poema visual, usando aplicativos digitais. As atividades foram desenvolvidas com alunos do ensino fundamental, na cidade de São Bernardo-MA. Dentre as técnicas de pesquisa utilizadas, destacamos a observação no contexto escolar, e a análise de textos de alunos, produzidos nas oficinas, por meio de aplicativos digitais, tais como: Padlet, Quiz, WhatsApp. As discussões propostas nos ajudam a entender como os aplicativos digitais contribuem para o desenvolvimento de multiletramentos nas aulas de Língua Portuguesa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pamela Rayssa Silva Pinho Viana, Universidade Federal do Maranhão

Graduada no curso de Licenciatura em Linguagens e Códigos – Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Eliane Pereira Santos, Universidade Federal do Maranhão

Possui graduação em Letras/Português pela Universidade Estadual do Piauí (2005), mestrado em Letras/ Linguística pela Universidade Federal do Piauí (2013) e doutorado em Letras/ Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (2018).  Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão (UFMA-Campus São Bernardo). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Ensino; Gêneros discursivos impressos e digitais; Textos multimodais, Análise do Discurso com foco na teoria dialógica.

Maria Francisca da Silva, Universidade Federal do Maranhão

Doutorado e mestrado em Letras Neolatinas Espanhol (UFRJ); Graduada em Letras Língua Espanhola (UFRR);  Professora Adjunta do Curso de Linguagens e Códigos Língua Portuguesa Centro de Ciências de São Bernardo – MA.

Referências

BAKHTIN, M. M. Estética da Criação Verbal. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003 [1979].

BERGMANN, Jonthan; SAMS, Aaron Aprendizagem invertida: uma metodologia ativa de aprendizagem. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação – MEC (2017). Base Nacional Comum Curricular.

COSCARELLI, C. V., RIBEIRO, Ana Elisa (Orgs.). Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2017.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Editora Contexto, 2009.

DEBALD, Blasius. Metodologias ativas no ensino superior: o protagonismo do aluno/ Organizador – Porto Alegre: Penso, 2020.

MARCUSCHI, Luiz A. Gêneros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital. In: MARCUSCHI, Luiz A.; XAVIER, Antônio C. (org.). Hipertexto e gêneros digitais. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004. p. 13 – 67.

ROJO, Roxane. Escola conectada: os multiletramentos e as TIC´s. São Paulo: Parábola, 2013.

SANTOS, E. P. Gêneros discursivos: uma abordagem dialógica da linguagem. Revista FSA. Teresina - n° 9, p. 243-259, 2012.

SANTOS, E.P. Estilo e marcas linguísticas: duas faces de um mesmo enunciado. Matraga. Rio de Janeiro, v.26, n.47, p.360-376, mai. /ag. 2019

SOARES, Magda Becker. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação. n. 25, p. 5-17, jan./abr. 2004.

SOARES, Magda. O que é letramento e alfabetização. SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica. Visualizar documento. [GS Search], 1998.

Downloads

Publicado

2024-01-28

Como Citar

VIANA, Pamela Rayssa Silva Pinho; SANTOS, Eliane Pereira; SILVA, Maria Francisca da.
RELATO DE EXPERIÊNCIA: uso de aplicativos digitais nas aulas de Língua Portuguesa na Educação Básica
. Infinitum: Revista Multidisciplinar , v. 6, n. 11, p. 115–128, 28 Jan 2024 Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/infinitum/article/view/21943. Acesso em: 14 jul 2024.

Edição

Seção

Relatos de Experiências