As marcas de estereótipos nas histórias em quadrinhos de Jerônimo, o rei do sertão

Autores

  • Isaac Newton Programa de Pós Graduação Associado em Artes Visuais UFPB| UFPE
  • Alberto Ricardo Pessoa Programa de Pós Graduação Associado em Artes Visuais UFPB| UFPE

DOI:

https://doi.org/10.18764/2176-5111v19n33.2024.5

Palavras-chave:

Estereótipos, Histórias em Quadrinhos, Personagens, Produto cultura, Radionovelas

Resumo

O objetivo deste artigo é estudar e refletir sobre as marcas de discurso estereotipadas nas histórias em quadrinhos de temática regionalista brasileira, tomando como objeto de análise os personagens da obra Jerônimo, o Rei do Sertão. Ilustrada por Edmundo Rodrigues e baseada no folhetim radiofônico criado por Moysés Weltman na primeira metade do século XX, essa obra apresenta uma narrativa de aventura ambientada em uma cartografia imaginária do sertão brasileiro, diferenciando-se, assim, da maioria das radionovelas inspiradas em pastiches norte-americanos e tornando-se um grande sucesso entre crianças e adolescentes. O método de investigação adotado consiste em uma revisão bibliográfica com ênfase em estudos sobre a história das radionovelas e histórias em quadrinhos 98 Cambiassu, v. 19, n. 33 – Jan./Jun. 2024 brasileiras da época, o estereótipo aplicado na comunicação e suas reverberações no cotidiano e no imaginário social. As marcas de discurso em Jerônimo, o Rei do Sertão suscitam questionamentos sobre a genuína intenção de retratar a sociedade brasileira de maneira inclusiva e demonstram que a obra contribuiu para a perpetuação do racismo e do patriarcado em seus receptores, enquanto produto cultural massificado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isaac Newton, Programa de Pós Graduação Associado em Artes Visuais UFPB| UFPE

Mestrando em Artes Visuais pelo Programa de Pós Graduação Associado em Artes Visuais UFPB| UFPE.

Alberto Ricardo Pessoa, Programa de Pós Graduação Associado em Artes Visuais UFPB| UFPE

Doutor em Letras Universidade Presbiteriana Mackenzie - Docente Permanente no Programa de Pós Graduação Associado em Artes Visuais UFPB| UFPE.

Referências

ALMEIDA, Silvio. Racismo estrutural. São Paulo: Jandaíra, 2019.

CARDOSO, Athos Eichler. A origem das séries de aventura e mistério da radiofonia

brasileira e sua interação como história em quadrinhos (1940–1959). Anais do XXI

Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Universidade Federal de Pernambuco,

CIRNE, Moacy. Uma introdução política aos quadrinhos. Rio de Janeiro: Achiamé,

COUTINHO, Lucia Rocha. Tecendo por trás dos panos: a mulher brasileira nas relações

familiares. Rio de Janeiro: Rocco, 1996.

FREITAS, Richardson Santos de; PAULA, Lorena Tavares de. Do gibi a gibiteca: origem

e gênese de significados historicamente situados. Biblionline, v. 19, n. 1, 2023.

Disponível em: https://orcid.org/0000-0003-1794-7746. Acesso em: 20 jun. 2024.

JÚNIOR, Gonçalo. Um anjo em luz e sombra. In: COLIN, Flávio. As aventuras do Anjo:

Edição de Artista. São Paulo: Figura, 2021.

KULITZ, Layssa Bauer Von. A disputa sobre os quadrinhos: infância, arte e censura

na imprensa brasileira. Teoria e Cultura, vol. 14, no. 1, 2019, pp. 52-69. Disponível em:

https://periodicos.ufjf.br/index.php/TeoriaeCultura/article/view/25907. Acesso em: 19 jun.

MACHADO GARCIA, J.; CARDOSO, J. A. Da cultura de massa à cultura dos dados,

dos rádios ao streaming: um breve histórico sobre as histórias em quadrinhos adaptadas

para o áudio. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 22, n. 44,

DOI: 10.55738/alaic.v22i44.1061. Disponível em:

http://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/1061. Acesso em: 30 mar. 2024.

MEDEIROS, Ricardo. O que é Radioteatro. Florianópolis, Insular, 2008.

Cambiassu, v. 19, n. 33 – Jan./Jun. 2024

MOTA-RIBEIRO, Silvana. Retratos de mulher — Construções sociais e representações

visuais no feminino. Porto: Campo das Letras, 2005.

RODRIGUES, Edmundo. Jerônimo, o Rei do Sertão. Rio de Janeiro: Editora RGE, 1959.

OSTROWER, F. Criatividade e processos de criação. Petrópolis: Editora Vozes, 1987.

SCHAFER, R. M. The Tuning of the World. Nova York: Random House, 1977.

SODRÉ, Muniz; PAIVA, Raquel. O Império do Grotesco. Editora Mauad, 2014

Downloads

Publicado

2024-07-01

Como Citar

NEWTON, Isaac; PESSOA, Alberto Ricardo.
As marcas de estereótipos nas histórias em quadrinhos de Jerônimo, o rei do sertão
. Cambiassu: Estudos em Comunicação, v. 19, n. 33, p. 97–113, 1 Jul 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/cambiassu/article/view/23890. Acesso em: 21 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos