bell hooks

um pensar sobre “erguer a voz”

Autores

  • Amanda Gomes Pereira Universidade Federal do Maranhão
  • Maria Eduarda Ferreira Tito Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18764/2595-9549v7n12.2024.8

Resumo

O presente trabalho objetivou analisar a expressão “erguer a voz” na obra Erguer a voz: pensar como feminista, pensar como negra, da escritora bell hooks, livro em que a autora relata a sua trajetória pessoal e na qual transmite-se, por meio de seu pensamento, o enfoque nas questões de raça e de gênero. Reunindo 23 ensaios e uma entrevista, a obra aborda especificamente questões raciais e feministas, e sobre como é a sua realidade pessoal e a de mulheres negras fora ou até mesmo dentro do campo acadêmico, apontando dois elementos que envolvem o dia a dia das mulheres negras: a opressão e a dominação. A partir disso, a autora traça uma linha tênue sobre opressão e dominação com foco nas condutas racistas, feministas e sexistas. Desse modo, procuramos refletir sobre a expressão “erguer a voz”, no sentido da importância da fala, um elemento por meio do qual se denunciam as opressões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Gomes Pereira, Universidade Federal do Maranhão

Doutora em Ciências Sociais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Mestre em Ciências Sociais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Bacharel em Ciências Sociais com habilitação em Antropologia pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Atualmente, atua como Professora Adjunta de Sociologia no Curso de Ciências Humanas, Campus São Bernardo, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Coordenadora do Grupo de Estudos de Gênero e Educação Chita / Gitã.

Maria Eduarda Ferreira Tito, Universidade Federal do Maranhão

Licencianda em Ciências Humanas/ Sociologia, Centro de Ciências de São Bernardo, Universidade Federal do Maranhão.

Referências

HOOKS, bell, 1952. Erguer a voz: pensar como feminista, pensar como negra. Tradução de Cátia Bocaiuva Maringolo. São Paulo: Elefante, 2019. 380p.

Downloads

Publicado

2024-06-12

Como Citar

PEREIRA, Amanda Gomes; TITO, Maria Eduarda Ferreira.
bell hooks: um pensar sobre “erguer a voz”
. Infinitum: Revista Multidisciplinar , v. 7, n. 12, p. 147–152, 12 Jun 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/infinitum/article/view/22511. Acesso em: 15 jul 2024.

Edição

Seção

Resenha