A representação feminina sagrada nas imagens rituais afrodiaspóricas a partir de Luedji Luna

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2176-5111v17n30.2022.13

Palavras-chave:

Representação, videoclipe, religiosidade, ancestralidade, Luedji Luna

Resumo

O artigo investiga elementos simbólicos de ancestralidade e os ritos do Candomblé no videoclipe Banho de Folhas (2017) da cantora negra baiana Luedji Luna. Promove uma análise estética em torno das narrativas visuais e estratégias de contestação das representações das orixás femininas – ialodê – no videoclipe Banho de Folhas (2017). Recorre aos conceitos de imagens de controle e transcodificações de imagens racializadas, enquanto método, para refletir a presença simbólica de entidades afro-religiosas femininas na produção musical e audiovisual brasileira. Indica que, neste trabalho, Luedji Luna busca um reposicionamento interseccional interpelado pelos marcadores de raça, gênero e classe atravessado pela inscrição por um sistema de significação ancestral  em que o corpo memória se configura como um receptáculo de busca e aproximação espiritual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luane Fernandes Costa, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Mestranda pelo programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Participou como extensionista e bolsista da ação de extensão Moviola Feminista da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Pesquisadora voluntária do projeto de pesquisa O Cinema Diásporico de Jussara Queiroz (2018) e pesquisadora bolsista do projeto de pesquisa Realizadoras Potiguares: Perfil político de gênero e raça do audiovisual no RN (2019) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Tem interesse, principalmente, nos seguintes temas: audiovisual, gênero, raça e espiritualidade afro-brasileira.

Daniel Meirinho, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professor do Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia (PPgEM/UFRN) e do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Pós-doutorado em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (PPGCOM-UERJ). Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa (UNL, Portugal). Mestre em Comunicação e Artes pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH UNL, Portugal). Líder do Grupo de Pesquisa VISU - Laboratório de Práticas e Poéticas Visuais. Desenvolve pesquisas na área de Cultura Visual, com ênfase em fotografia, artes visuais, decolonialidade, raça, etnicidade e representação.

Referências

AMARAL, Sharyze Piroupo do. Escravidão, liberdade e resistência em Sergipe, Cotinguiba, 1860-1888. Tese – Universidade Federal da Bahia. Salvador, 2007.

AKOTIRENE, Carla. Interseccionalidade. São Paulo: Sueli Carneiro. Pólen. 2019.

BARBOSA, Helen; CARDOSO FILHO, Jorge. Manifestos para ouvir: experiência estética genderizada e racializada a partir de Luedji Luna, Anais do XXIX Encontro Anual da Compós, 2020

COÊLHO, Tamires. A escrita coletiva e ancestral na música de Luedji Luna. In: Sororidades e sonoridades [recurso eletrônico]: femininos e(m) músicas / Organizadores Nísio Teixeira, Graziela Mello Vianna. – Belo Horizonte, MG: Fafich/Selo PPGCOM/UFMG, 2021.

COLLINS, Patricia Hill. Se perdeu na tradução? Feminismo negro, interseccionalidade e política emancipatória.Parágrafo, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 6-17, jan./jun. 2017

CRENSHAW, K. Demarginalizing the Intersection of Race and Sex: A Black Feminist Critique of Antidiscrimination Doctrine, Feminist Theory, and Antiracist Politics. University of Chicago Legal Forum, 14, 1989, p. 538–54.

CRUZ, Eval. Sacerdotisa em Laranjeiras/se: trajetória e recursos na ocupação de um espaço de poder e dominação. Dissertação – Universidade Federal de Sergipe –, São Cristóvão, 2012.

DAVIS, Angela. As mulheres negras na construção de uma nova utopia. Portal Geledés, jul, 2011. Acesso em abr 2022. Disponível em: <https://www.geledes.org.br/as-mulheres-negras-na-construcao-de-uma-nova-utopia-angela-davis/>

DORNELAS, L. Faixa a Faixa: Luedji Luna - “Um Corpo No Mundo”. Red Bull, 13 de novembro de 2017. Disponível em: https://www.redbull. com/br-pt/faixa-a-faixa-luedji-luna. Acesso em: 03 jul. 2020

DRAVET, Florence. A formação das imagens do feminino na cosmologia da Umbanda e sua manifestação no imaginário brasileiro. In: Malena Contreras; Denize Araújo. (Org.). Teorias da imagem e do imaginário. 1ed. Brasília: Compós, 2014, v. 1, p. 156-177.

EVARISTO, C.. Da grafia-desenho de minha mãe, um dos lugares de nascimento de minha escrita. IN: ALEXANDRE, M. (Org.). Representações performáticas brasileiras: teorias, práticas e suas interfaces. Belo Horizonte: Mazza, 2007.

GONZALEZ, Lélia. Racismo e Sexismo na cultura brasileira. HOLLANDA, Heloisa. Pensamento feminista brasileiro: formação e contexto. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019. 400 p.

GILROY, Paul. O Atlântico Negro: modernidade e dupla consciência. Tradução de Cid Knipel. Editora 34. Universidade Cândido Mendes – Centro de Estudos Afro-Asiáticos, Rio de Janeiro, 2001.

HALL, Stuart. Cultura e Representação. Rio de Janeiro: Ed. PUC- Rio: Apicuri, 2016.

HALL, Stuart. Da Diáspora: Identidades e mediações culturais. Organização: Liv Sovik. Belo Horizonte, Editora UFMG, Brasília, UNESCO, 2003.

hooks, bell. Olhares negros: Raça e representação. São Paulo: Elefante, 2019.

IROBI, Esiaba. O que eles trouxeram consigo: carnaval e persistência da performance estética africana na diáspora. Revista Projeto História. São Paulo, no. 44, p. 273-293, 2012.

LACERDA, E. A., & TERUYA, T. K. (2020). Arte afro-brasileira: delineamentos e questões. OuvirOUver, 16(1), 142-158.

LACERDA, Yasmine. Fotografia e memória no corpo divino: orixá encarnado. Dissertação de Mestrado em Comunicação e Semiótica. PUC - São Paulo. 2018.

LOPES, Nei. Enciclopédia Brasileira de Diáspora Africana. 4. ed. - São Paulo: Selo Negro, 2011.

LUEDJI Luna. Banho de Folhas. 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/ Acesso em abr. 2022

LUEDJI Luna. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2022. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa641532/luedji-luna. Acesso em: 24 de abril de 2022. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-85-7979-060-7

MUKUNA, Kazadi wa. Contribuição Bantu na Música Popular Brasileira: perspectivas etnomusicológicas. SP: Terceira Margem, 2000.

MUNANGA, Kabengelê. Arte afro-brasileira, o que é afinal. Arte afro-brasileira - mostra do redescobrimento. São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo, 2000. p.98-109. Catálogo de exposição.

NASCIMENTO, Beatriz. O conceito de quilombo e a resistência cultural negra. In: RATTS, Alex. Eu sou atlântica: sobre a trajetória de vida de Beatriz Nascimento. São Paulo: Instituto Kuanza, 2006. p. 41-49.

NOGUEIRA, Sidnei. Intolerância religiosa. Feminismos Plurais. Sueli Carneiro: São Paulo, 2020.

OLIVEIRA, Pâmella. Resistência, empoderamento e subjetividade da mulher negra no videoclipe “Dona de mim”, de Iza. Antares, Letras e Humanidades. Programa de Pós-Graduação em Letras e Cultura. Universidade de Caxias do Sul. 2021.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível. Estética e Política. São Paulo: Editora 34 , 2005.

REIS, Isabela. Oxum e o Mito da Fragilidade Feminina. Monografia (Graduação em Comunicação Social/ Jornalismo) – Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Escola de Comunicação - ECO. Rio de Janeiro, 2018. 59f.

SANTANA, Marilda. Ancestralidade e feminismo negro nas performances de Luedji Luna e larissa luz: portadoras de vozes políticas. Revista Feminismos, v. 9, n. 1, p. 87-103, 2021.

SANTOS, Terezinha Oliveira. Tecendo palavras com (desa)fios, resiliências e resistências: reflexões de uma mulher negra e docente acadêmica. Revista en línea del Grupo de Investigación de Filosofía Práctica e Historia de las Ideas. Vol. 22. Mendoza, 2020.

SOARES, Thiago. A Estética do Videoclipe. João Pessoa, PB: Editora da UFPB. 2013.

SODRÉ, Muniz. Pensar Nagô. PETRÓPOLIS, RJ: Editora Vozes. 2017.

WILLIAM, Rodney. Apropriação cultural. São Paulo, SP: Pólen, 2019.

Downloads

Publicado

2022-12-29

Como Citar

COSTA, Luane Fernandes; MEIRINHO, Daniel.
A representação feminina sagrada nas imagens rituais afrodiaspóricas a partir de Luedji Luna
. Cambiassu: Estudos em Comunicação, v. 17, n. 30, p. 41–61, 29 Dez 2022Tradução . . Disponível em: . Acesso em: 14 abr 2024.

Edição

Seção

Artigos