STEVEN SHAPIN – BAIXANDO O TOM DA HISTÓRIA DA CIÊNCIA

Autores

Palavras-chave:

Steven Shapin, História da ciência, Revolução científca

Resumo

Propõe-se a expor, em linhas gerais, a visão de Steven Shapin, pensador vinculado à corrente conhecida como Programa Forte que radicaliza o debate mantido entre internalistas e externalistas no âmbito de compreensão da produção científica. O pensador em questão aborda sua concepção de ciência em oposição ao que ficou conhecido como forma canônica. Compreende-a enquanto fenômeno socialmente situado, razão pela qual admite a possibilidade de mais de uma interpretação acerca do que se entende enquanto Revolução Científica. Esta multiplicidade interpretativa não nos permite defender uma plena pureza metodológica em âmbito científico, razão pela qual se deve “baixar o tom” para qualquer voz que pleiteie tal assertiva.

Palavras-chave: Steven Shapin; História da Ciência; Revolução Científca.

STEVEN SHAPIN - LOWING THE TONE OF SCIENCE HISTORY

Abstract

It is proposed to outline the vision of Steven Shapin, a thinker linked to the current known as the Strong Program that radicalizes the debate held between internalists and externalists in the field of understanding scientific production. The thinker in question approaches his conception of science in opposition to what has become known as canonical form. He understands it as a socially situated phenomenon, which is why he admits the possibility of more than one interpretation of what is understood as a Scientific Revolution. This multiplicity of interpretations does not allow us to defend full methodological purity in the scientific field, which is why we must "lower the tone" for any voice
that claims such assertion.

Keywords: Steven Shapin; History of Science; Scientific Revolution.

STEVEN SHAPIN - BAJANDO EL TONO DE LA HISTORIA DE LA CIENCIA

Resumen

Se propone esbozar la visión de Steven Shapin, un pensador vinculado a la corriente conocida como el Programa Fuerte que radicaliza el debate mantenido entre los internalistas y los externalistas en el campo de la comprensión de la producción científica. El pensador en cuestión se acerca a su concepción de la ciencia en oposición a lo que se ha conocido como forma canónica. Lo
entiende como un fenómeno socialmente situado, por lo que admite la posibilidad de más de una interpretación de lo que se entiende como una Revolución Científica. Esta multiplicidad de interpretaciones no nos permite defender la plena pureza metodológica en el campo científico, por lo
que debemos "bajar el tono" para cualquier voz que afirme tal afirmación.

Palabra clave: Steven Shapin; Historia de la Ciencia; Revolución científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Vale Lima

Docente do Curso de Licenciatura em Ciências Humanas/Geografia da Universidade Federal do Maranhão.
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Mestre
em Filosofia pela Universidade Federal do Piauí.

Downloads

Publicado

2020-11-27

Como Citar

LIMA, Francisco Vale.
STEVEN SHAPIN – BAIXANDO O TOM DA HISTÓRIA DA CIÊNCIA
. Barricadas: Revista de Filosofia e Interdisciplinaridade, v. 1, n. 1, 27 Nov 2020 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/barricadas/article/view/15613. Acesso em: 21 jul 2024.

Edição

Seção

Artigos