DINÂMICAS SOCIOTERRITORIAIS E PRÁTICAS PROFISSIONAIS: entre chãos e gestão

Autores

  • Carola Arregui
  • Dirce Harue Ueno Koga
  • Rodrigo Aparecido Diniz

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2865.v22nEp1407-1430

Palavras-chave:

Território, avaliação, gestão, assistência social

Resumo

O presente artigo buscar realizar aproximações entre política social e análise socioterritorial. Confluindo a essa análise, destaca, ainda, as discussões que permeiam o trabalho social no contexto das políticas sociais, sobretudo, na política de assistência social. Busca, (ainda) ademais, situar e discutir a pesquisa e a avaliação como elementos centrais e inerentes das políticas sociais, abandonados pela perspectiva gerencial e que precisam ser reposicionados para a construção do debate sobre os propósitos da avaliação, na perspectiva socioterritorial. A partir de experiências desenvolvidas em municípios do interior de São Paulo e da cidade de Londrina-PR, este artigo busca decifrar duas linhas de força na direção dos sentidos territoriais na política de assistência social: a força da experiência e a força do sentido coletivo e público na ação, buscando aproximar chão e gestão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-09-27

Como Citar

ARREGUI, Carola; UENO KOGA, Dirce Harue; DINIZ, Rodrigo Aparecido.
DINÂMICAS SOCIOTERRITORIAIS E PRÁTICAS PROFISSIONAIS: entre chãos e gestão
. Revista de Políticas Públicas, v. 22, p. 1407–1430, 27 Set 2018Tradução . . Disponível em: . Acesso em: 14 abr 2024.