FAMILISMO E POLÍTICA SOCIAL: aproximações com as bases da formação sócio-histórica brasileira

Autores

  • Patricia Maccarini Moraes Universidade Federal de Santa Catarina
  • Renata Nunes Universidade Federal de Santa Catarina
  • Claudio Henrique Miranda Horst Universidade Federal de Ouro Preto
  • Regina Célia Tamaso Mioto Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2865.v24n2p802-818

Palavras-chave:

Familismo, Política social, Formação sócio-histórica

Resumo

O artigo problematiza a construção do familismo no Brasil como elemento estruturante da política social na formação sóciohistórica brasileira. Destaca a necessidade de entender a vinculação orgânica entre política social e família para afrontar sua naturalização na esfera da proteção social. Ao recorrer à formação sócio-histórica observa repercussões do período colonial e imperial na configuração da cultura política na fase republicana. Aponta que tais repercussões incidem sobre a proteção social e revelam a posição estratégica da família no desenvolvimento do capitalismo. O recuo histórico é fundamental para explicar a arquitetura do familismo e demonstrar sua atualidade na estruturação da política social. Ressalta, ainda, que perdura no país uma concepção de família conectada às bases de sua formação social e econômica e com papel fundamental na reprodução ideológica da sociedade brasileira.
Palavras–chave: Familismo. Política social. Formação sócio-histórica.

FAMILISM AND SOCIAL POLICY: approaches with the bases of Brazilian socio-historical formation

Abstract

The article discusses the construction of familism in Brazil as a structuring element of social policy in Brazil’s socio-historical formation. It highlights the need to understand the link between social policy and family to confront its naturalization in the sphere of social protection. By resorting to socio-historical formation, it is observed the repercussions of colonial and imperial periods in the configuration of political culture in the republican period. Such repercussions affect social protection and reveal the family's strategic position in the development of capitalism. The historical recap is key to explain the architecture of familism and to demonstrate its relevance in social policy. It is argued that persists in the country a concept of family connected to the basis of its social-economic formation and with a key role in the ideological reproduction of the brazilian society.

Keywords: Familism. Social policy. Socio-historical formation.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-27

Como Citar

MORAES, Patricia Maccarini; NUNES, Renata; HORST, Claudio Henrique Miranda; MIOTO, Regina Célia Tamaso.
FAMILISMO E POLÍTICA SOCIAL: aproximações com as bases da formação sócio-histórica brasileira
. Revista de Políticas Públicas, v. 24, n. 2, p. 802–818, 27 Dez 2020Tradução . . Disponível em: . Acesso em: 14 abr 2024.