PERSPECTIVAS INICIAIS DOS IMPACTOS DA COVID-19 NO TURISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA – BRASIL

Autores

  • Luana Emmendoerfer Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Engenharia e Gestão do Conhecimento.
  • Alexandre Augusto Biz Universidade Federal de Santa Catarina http://orcid.org/0000-0003-3235-9328

Resumo

O presente artigo tem como objetivo diagnosticar a situação do impacto econômico no turismo causada pela pandemia da COVID-19. Para tal, foi realizada uma pesquisa de sondagem empresarial em ambiente virtual com os diversos segmentos turísticos de Santa Catarina. Os principais resultados mostraram que 76% das empresas tiveram redução total do volume de atendimentos. Entre as principais medidas de mitigação da crise tomadas pelas empresas, 42% renegociaram despesas. Das ações que poderiam ser realizadas pelo estado, 63% indicaram redução de tributos e 50% gostariam de uma campanha de marketing para refortalecer Santa Catarina como destino turístico. Assim, o estudo buscou fundamentar a tomada de decisão por parte do setor público e também do setor privado, como forma de aferir esses impactos e criar condições do retorno gradual das atividades turísticas em Santa Catarina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Emmendoerfer, Universidade Federal de Santa Catarina - Departamento de Engenharia e Gestão do Conhecimento.

‌Doutoranda‌ ‌em‌ ‌Engenharia‌ ‌e‌ ‌Gestão‌ ‌do‌ ‌Conhecimento‌ ‌da‌ ‌UFSC.‌ ‌Mestre‌ ‌em‌ ‌Planejamento‌ ‌Territorial‌ ‌e‌ ‌SocioAmbiental‌ ‌pela‌ ‌ Universidade‌ ‌Estadual‌ ‌de‌ ‌Santa‌ ‌Catarina‌ ‌(UDESC).‌ ‌Bacharel‌ ‌em‌ ‌Turismo‌ ‌e‌ ‌Hotelaria‌ ‌pela‌ ‌Universidade‌ ‌do‌ ‌Vale‌ ‌do‌ ‌Itajaí‌ ‌(UNIVALI).‌ ‌ Diretora‌ ‌de‌ ‌Estudos‌ ‌e‌ ‌Inovação‌ ‌da‌ ‌Agência‌ ‌de‌ ‌Desenvolvimento‌ ‌do‌ ‌Turismo‌ ‌de‌ ‌Santa‌ ‌Catarina‌ ‌(SANTUR),‌ ‌Florianópolis,‌ ‌Brasil.‌ ‌

Alexandre Augusto Biz, Universidade Federal de Santa Catarina

Pós-Doutorado Empresarial CNPq realizado no Instituto Stela (2012). Doutor em Engenharia eGestão do Conhecimento (UFSC, 2009). Mestre em Turismo e Hotelaria (UNIVALI, 2003).Graduado em Turismo e Hotelaria (UNIVALI, 1996). Professor do Departamento de Engenhariado Conhecimento – UFSC. Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação emEngenharia e Gestão do Conhecimento – UFSC.

Barddal, R.; Alberton, A.; Campos, L. M. de S. (2010) As dimensões e métodos de mensuração da sustentabilidade e o turismo: uma discussão teórica. Revista de Gestão Social e Ambiental – RGSA. vol .4, n. 2, p. 138-155, 2010.

 

Cooper, C.; Fletcher, J.; Wanhill, S.; Gilbert, D. & Shepherd, R. (2001). Turismo, princípios e práticas. 2 ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

 

ELO. (2020). Elo Performance e Insights. Impacto Econômicos do COVID-19. Disponívelem: https://drive.google.com/file/d/1TMGbMVsb92EdLxMzLnnQUUf7Oh3cRX0R/view . Acesso em: 30 de março de 2020.

 

FGV. (2020). Fundação Getúlio Vargas. 2020. Impacto Econômico do COVID-19 - Propostas para o Turismo Brasileiro. Relatório de abril de 2020. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV Projetos, 2020. Disponível em: https://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/02.covid19_impactoeconomico_turismo2_v07_fichacatalografica.pdf . Acesso em: 02 jul. 2020.

 

Fundação Siqueira Campos. (2012). Cálculo do tamanho amostral. Disponível em: http://www.siqueiracampos.com/downloads. Acesso em: 10 abr. 2020.

 

Ignarra, L. R. (1999).Fundamentos do turismo. São Paulo: Pioneira, 1999.

 

JUCESC. (2020). Junta Comercial do Estado de Santa Catarina. Empresas características do turismo ativas por mês em 2019 e 2020. Consulta realizada em:  abr. 2020.

 

ME. (2018). Ministério da Economia. Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). Disponível em:http://www.rais.gov.br . Acesso em: 14 mar. 2020.

 

SANTUR. (2019). Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina. Mapa do Turismo de Santa Catarina. Disponível em:https://www.santur.sc.gov.br/index.php/multimidia/mapa-do-turismo. Acesso em: 02 jul. 2020.

 

SANTUR. (2020a). Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina. Pesquisa Impactos no turismo catarinense causados pelo COVID-19. Disponível em:http://santur.sc.gov.br/images/documentos/Pesquisa%20SANTUR%20do%20impacto%20COVID19%20no%20turismo%20SC%2011%2005%202020.pdf . Acesso em: 02 jul. 2020.

 

SANTUR. (2020b). Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina. Painel de casos COVID-19 em SC. Disponível em: http://santur.sc.gov.br/index.php/informacoes/diesin . Acesso em: 28 jul. 2020.

 

SANTA CATARINA. Governo de Estado. Decreto estadual nº 515, 17 de março de 2020. Situação emergencial em todo território catarinense. Disponível em: https://leisestaduais.com.br/sc/decreto-n-515-2020-santa-catarina-declara-situacao-de-emergencia-em-todo-o-territorio-catarinense-nos-termos-do-cobrade-no-1-5-1-1-0-doencas-infecciosas-virais-para-fins-de-prevencao-e-enfrentamento-a-covid-19-e-estabelece-outras-providencias . Acesso em: 20 jun. 2020.

 

SEF. (2019). Secretaria do Estado da Fazenda. Arrecadação de ICMS acumulado no ano de 2019 provenientes de atividades características do turismo 2020. Consulta realizada em: abr. 2020.

 

RBOT. (2020). Rede Brasileira de Observatórios de Turismo. Sondagem empresarial dos impactos da COVID-19 no setor do Turismo no Brasil : apresentação dos resultados. Rede Brasileira de Observatórios de Turismo ; Observatórios participantes da sondagem: Observatório de Turismo do Paraná ... [et al.]. – 2020. 34 p.: il. color.

 

OMT. (2020). Organização Mundial do Turismo. Apoyo al empleo y a la economia a través de los viajes y el turismo: Llamamiento a la acción para mitigar el impacto socioeconómico de la COVID-19 y acelerar la recuperación. OMT, Madrid, 2020. Acesso em www.unwto.org. Acesso em 15/07/2020.

 

Yeoman, I. (2020). Don’t leave home - but then go see your country. Newsroom, Wellington. Disponível em: https://www.newsroom.co.nz/ideasroom/2020/04/19/1133096/dont-leave-home-but-then-go-and-see-your-country. Acesso em: 28 jun. 2020.

 

WTTC. (2020). World Travel Tourism Council. Recovery Scenarios 2020 & Economic impact from Covid-19. Disponível em:file:///C:/Users/Notebook/Downloads/Latin_America_Recovery_Scenarios_2020_and_Economic_Impact_from_COVID_19.pdf. Acesso em: 2 jun. 2020.

Referências

BARDDAL, R.; ALBERTON, A.; CAMPOS, L. M. de S. As dimensões e métodos de mensuração da sustentabilidade e o turismo: uma discussão teórica. Revista de Gestão Social e Ambiental – RGSA, v. 4, n. 2, p. 138-155, 2010.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). Brasília, DF: Ministério do Trabalho e Emprego, 2018. Disponível em: http://www.rais.gov.br. Acesso em: 14 mar. 2020

BRASIL. Ministério do Turismo. Mapa do turismo brasileiro 2019-2021. Brasília, DF: Ministério do Turismo, 2019. Disponível em: http://www.mapa.turismo.gov.br/mapa/init.html#/home. Acesso em 30 jun. 2020.

COOPER, C.; FLETCHER, J.; WANHILL, S.; GILBERT, D.; SHEPHERD, R. Turismo, princípios e práticas. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

ELO PERFORMANCE E INSIGHTS. Impactos econômicos do COVID-19. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1TMGbMVsb92EdLxMzLnnQUUf7Oh3cRX0R/view. Acesso em: 30 de março de 2020.

FGV. Impacto econômico do COVID-19: propostas para o turismo brasileiro. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2020. Relatório de abril de 2020. Disponível em: https://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/02.COVID19_impactoeconomico_turismo2_v07_fichacatalografica.pdf . Acesso em: 2 jul. 2020.

FUNDAÇÃO SIQUEIRA CAMPOS. Cálculo do tamanho amostral. 2012. Disponível em: http://www.siqueiracampos.com/downloads. Acesso em: 10 abr. 2020.

IGNARRA, L. R. Fundamentos do turismo. São Paulo: Pioneira, 1999.

JUCESC. Empresas características do turismo ativas por mês em 2019 e 2020. Florianópolis: JUCESC, 2020.

OMT. Apoyo al empleo y a la economia a través de los viajes y el turismo: llamamiento a laacción para mitigar el impacto socioeconómico de la COVID-19 y acelerar larecuperación. Madrid: OMT, 2020. Acesso em: www.unwto.org. Acesso em: 15 jul. 2020.

RBOT. Sondagem empresarial dos impactos da COVID-19 no setor do Turismo no Brasil: apresentação dos resultados. Brasília, DF: Rede Brasileira de Observatórios de Turismo; Observatórios Participantes da Sondagem; Observatório de Turismo do Paraná, 2020.

SANTA CATARINA. Decreto estadual nº 515, 17 de março de 2020. Situação emergencial em todo território catarinense. Florianópolis, 2020 Disponível em: https://leisestaduais.com.br/sc/decreto-n-515-2020-santa-catarina-declara-situacao-de-emergencia-em-todo-o-territorio-catarinense-nos-termos-do-cobrade-no-1-5-1-1-0-doencas-infecciosas-virais-para-fins-de-prevencao-e-enfrentamento-a-COVID-19-e-estabelece-outras-providencias. Acesso em: 20 jun. 2020.

SANTA CATARINA. Secretaria do Estado da Fazenda. Arrecadação de ICMS acumulado no ano de 2019 provenientes de atividades características do turismo 2020. Florianópolis: SEF, 2019.

SANTUR. Mapa do turismo de Santa Catarina. Florianópolis: SANTUR, 2019. Disponível em: https://www.santur.sc.gov.br/index.php/multimidia/mapa-do-turismo. Acesso em: 2 jul. 2020.

SANTUR. Painel de casos COVID-19 em SC. Florianópolis: SANTUR, 2020b. Disponível em: http://santur.sc.gov.br/index.php/informacoes/diesin. Acesso em: 28 jul. 2020.

SANTUR. Pesquisa impactos no turismo catarinense causados pelo COVID-19. Florianópolis: SANTUR, 2020a. Disponível em: http://santur.sc.gov.br/images/documentos/Pesquisa%20SANTUR%20do%20impacto%20COVID19%20no%20turismo%20SC%2011%2005%202020.pdf. Acesso em: 2 jul. 2020.

SEBRAE. Relatório de inteligência do turismo. Brasília, DF: Sistema Inteligência Setorial, 2020. Disponível em: https://atendimento.sebrae-sc.com.br/inteligencia/. Acesso em: 24 jun. 2020.

YEOMAN, I. Don’t leave home - but then go see your country. [S.l.]: Newsroom, Wellington, 2020. Disponível em: https://www.newsroom.co.nz/ideasroom/2020/04/19/1133096/dont-leave-home-but-then-go-and-see-your-country. Acesso em: 28 jun. 2020.

WTTC. (2020). World Travel Tourism Council. Recovery scenarios 2020 & economic impact from COVID-19. Disponível em: file:///C:/Users/Notebook/Downloads/Latin_America_Recovery_Scenarios_2020_and_Economic_Impact_from_COVID_19.pdf. Acesso em: 2 jun. 2020.

Downloads

Publicado

2020-10-01

Como Citar

EMMENDOERFER, Luana; BIZ, Alexandre Augusto.
PERSPECTIVAS INICIAIS DOS IMPACTOS DA COVID-19 NO TURISMO DO ESTADO DE SANTA CATARINA – BRASIL
. Revista Turismo & Cidades, v. 2, p. 139–152, 1 Out 2020Tradução . . Disponível em: . Acesso em: 14 abr 2024.

Edição

Seção

Edição especial