JURISTAS E POLITIZAÇÃO DA JUSTIÇA NO BRASIL: DESAFIOS ANALÍTICOS PARA A ABORDAGEM SOCIOPOLÍTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2236-9473v20n1.2023.1

Palavras-chave:

Juristas, Politização, Brasil, Sociologia Políca

Resumo

A análise das inter-relações entre os espaços da política e do direito envolve a superação de diversos pressupostos que pautam as “questões legítimas” na análise política das instituições e agentes judiciais. Do lado dos juristas, pode-se destacar, como um obstáculo, a reivindicação da posição metapolítica para as instituições judiciais. Nas abordagens da ciência política, um dos problemas que merecem ser transpassados, envolve a intersecção e subordinação das questões envolvendo justiça e política com a lógica própria do jogo judicial. Partindo desses pontos, este artigo busca discutir alguns caminhos de análise para a dinâmica da relação entre o espaço das instituições judiciais e a política no Brasil. O objetivo central é contribuir para a melhor problematização dessa relação, em especial para o incentivo a novos objetos e abordagens que tenham por centro a dimensão social do protagonismo político-judicial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-02-27

Como Citar

Engelmann, F. . (2023). JURISTAS E POLITIZAÇÃO DA JUSTIÇA NO BRASIL: DESAFIOS ANALÍTICOS PARA A ABORDAGEM SOCIOPOLÍTICA. Revista Pós Ciências Sociais, 20(1), 9–28. https://doi.org/10.18764/2236-9473v20n1.2023.1