COLONIALIDADE DO PODER E MERCADO FINANCEIRO DA AMÉRICA LATINA

análise crítica dos Acordos de Basileia

Autores

  • Schleiden Pinheiro Nascimento
  • Maurilio Arruda de Araújo
  • Edson Queiroz Nascimento
  • Emmanuel Marques Silva
  • Michele Monteiro Lirio Maria

Palavras-chave:

Colonialidade do poder, decolonização, mercado financeiro, acordos de Basileia

Resumo

A expansão do capitalismo por meio da financeirização produziu uma ampla gama de produtos e serviços financeiros de alta alavancagem e alto risco, sendo exigida uma regulamentação bancária para estabelecer padrões e diretrizes para a regulação do setor bancário e financeiro a nível global. A decolonização, como uma abordagem crítica, busca desfazer as estruturas de dominação e exploração que resultaram dos períodos coloniais, levando em consideração a herança de opressão, desigualdade e marginalização. Este ensaio teórico-crítico tem por objetivo explorar os Acordos de Basileia sob a perspectiva da colonização do poder de Quijano (1992), descrevendo como esses acordos visam perpetuar as estruturas coloniais e as relações de poder que historicamente impedem o desenvolvimento econômico e social da América Latina. Neste trabalho é apresentado um breve histórico dos Acordos de Basileia, ressaltando o seu surgimento em decorrência das crises financeiras decorrentes da expansão capitalista. São apresentadas críticas aos Acordos de Basileia relacionadas ao seu caráter universal, impacto desigual nas economias, efeito pró-cíclico, possibilidade de arbitragem regulatória, falta de transparência e preocupações com accountability. Finalmente são propostas sugestões de pesquisa relacionadas à financeirização e colonialidade do poder

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Schleiden Pinheiro Nascimento

Professor da Faesa Centro Universitário (FAESA/UGN). Doutorando em Ciências Contábeis (PPGCON/UFES). Mestre e Bacharel em Administração (UFES). E-mail: schleidenn@gmail.com

Maurilio Arruda de Araújo

Doutorando em Ciências Contábeis (PPGCON/UFES). Professor da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). E-mail: maurilioarruda@hotmail.com

Edson Queiroz Nascimento

Doutorando em Ciências Contábeis (PPGCON/UFES). Universidade Federal do Espírito Santo. E-mail: edson@oceqgroup.com.br

Emmanuel Marques Silva

Doutorando em Ciências Contábeis (PPGCON/UFES). E-mail: ems.vix@gmail.com

Michele Monteiro Lirio Maria

Doutoranda em Ciências Contábeis (PPGCON/UFES). Universidade Federal do Espírito Santo.E-mail: michelemlirio@yahoo.com.br

Downloads

Publicado

2024-07-11

Como Citar

NASCIMENTO, Schleiden Pinheiro; ARAÚJO, Maurilio Arruda de; NASCIMENTO, Edson Queiroz; SILVA, Emmanuel Marques; LIRIO MARIA, Michele Monteiro.
COLONIALIDADE DO PODER E MERCADO FINANCEIRO DA AMÉRICA LATINA: análise crítica dos Acordos de Basileia
. Revista de Políticas Públicas, v. 28, n. 1, p. 92–110, 11 Jul 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rppublica/article/view/23963. Acesso em: 22 jul 2024.