A CONTRIBUIÇÃO DA CULTURA CORPORAL DE MOVIMENTO PARA EMPODERAMENTO DAS JUVENTUDES NO NÚCLEO AFRO ODOMODÊ

Autores

  • Pamela Tavares Monteiro Universidade Federal do Espírito Santo
  • Ivan Marcelo Gomes Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2865.v27n1.2023.18

Palavras-chave:

Corpo negro, estética Afro-diaspórica, empoderamento negro, políticas públicas, juventudes

Resumo

Esta investigação destaca o Núcleo Afro Odomodê, equipamento público voltado às juventudes afrodescendentes, pertencente a Prefeitura Municipal de Vitória, no Espírito Santo. Concentrado na promoção da valorização da cultura e empoderamento negro juvenil, o Odomodê oferta ações afrorreferenciadas para o ensino das relações étnico-raciais, como grupo de estudos, oficinas, cursos, eventos; tendo como princípio, o Plano Municipal de Juventudes, o Estatuto da Juventude Lei nº 12.852/2013 e o Estatuto da Igualdade Racial, Lei nº 12.288/2010. O objetivo desta investigação se concentrou em compreender como a cultura corporal de movimento relacionada com as culturas afras trabalhadas no Odomodê interferem no cotidiano destas juventudes. Metodologicamente, adotou um Estudo interpretativo, qualitativo com ferramentas de observação participante e trabalho de campo, com uso do diário de campo, além de entrevista semiestruturada. Este trabalho destaca a dimensão cognitiva do processo de empoderamento negro. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-12-17

Como Citar

Monteiro, P. T., & Gomes, I. M. (2023). A CONTRIBUIÇÃO DA CULTURA CORPORAL DE MOVIMENTO PARA EMPODERAMENTO DAS JUVENTUDES NO NÚCLEO AFRO ODOMODÊ. Revista De Políticas Públicas, 27(1), 305–323. https://doi.org/10.18764/2178-2865.v27n1.2023.18