A ROTA DO FIM DO MUNDO

mercado global de drogas e organizações criminosas na Amazônia

Autores

  • Joana das Flores Duarte Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.18764/2178-2865.v27n1.2023.3

Palavras-chave:

Mercado global, cocaína, organizações criminosas, trabalho, região amazônica

Resumo

O presente artigo é resultado de uma pesquisa concluída sobre mercado global de drogas, trabalho, informalidade e a situação de homens e mulheres brasileiros e estrangeiros presos na tipificação penal da Lei 11.343, de 2006. Estruturado em três partes, na primeira objetiva-se situar o caráter qualitativo e quantitativo da pesquisa, ao privilegiar o uso de dados abertos de fontes nacionais e internacionais e a análise marxista dialógica do discurso para o exame das entrevistas semiestruturadas. Em seguida, busca- se desvendar as relações entre fluxos, rotas e conflitos geopolíticos desencadeados pelo mercado global da cocaína e a atuação estratégica da América do Sul e da região Amazônica no setor de produção e exportação para a Europa e África. Nas considerações finais, faz-se apontamentos sobre a tríade: regularização, descriminalização e legalização como responsabilidade do Estado

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-12-17

Como Citar

DUARTE, Joana das Flores.
A ROTA DO FIM DO MUNDO: mercado global de drogas e organizações criminosas na Amazônia
. Revista de Políticas Públicas, v. 27, n. 1, p. 47–63, 17 Dez 2023 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rppublica/article/view/21830. Acesso em: 25 jul 2024.