A INDEPENDÊNCIA DO MARANHÃO NOS LIVROS DIDÁTICOS

currículo, historiografia e ensino

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18764/2446-6549.e2023.25

Palavras-chave:

Independência do Maranhão, Livros didáticos de história, Narrativa histórica, Ensino de história

Resumo

Através da historiografia oitocentista, a independência do Maranhão foi atrelada à história nacional como um evento que confirmava a unidade pregressa, um acordo em que prevaleceu a comunhão de interesses contra o “jugo português” e garantiu a unidade imperial. Essa premissa ganhou materialidade na cultura escolar, principalmente a partir dos livros didáticos. Gradativamente, mudanças curriculares buscaram reformular essa história, ampliando o escopo de lugares e atores sociais. A partir dessa perspectiva, o presente artigo investiga as onze coleções didáticas aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático (2020) para os anos finais do ensino fundamental a partir de uma abordagem holística. A análise de conteúdo indica a força de cânones historiográficos oitocentistas, mas com abertura às novas perspectivas historiográficas e sociais. À vista disso, buscamos evidenciar que a aula de história é um espaço de grande potencial para refletir sobre a independência do Maranhão como evento histórico marcado pela complexidade da cultura política vivenciada, a violência e a disputa que mobilizou populações subalternas em busca de diferentes ideais e projetos políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raissa Gabrielle Vieira Cirino, Universidade Estadual do Maranhão – UEMA

Doutora em História pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF. É bolsista fixação de doutor vinculada ao Departamento de História e ao Programa de Pós-graduação em História da Universidade Estadual do Maranhão – PPGHIST/UEMA.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

CIRINO, Raissa Gabrielle Vieira.
A INDEPENDÊNCIA DO MARANHÃO NOS LIVROS DIDÁTICOS: currículo, historiografia e ensino
. InterEspaço: Revista de Geografia e Interdisciplinaridade, p. e2023.25, 29 Dez 2023 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/interespaco/article/view/22914. Acesso em: 22 jul 2024.