PSICOLOGIA E (DE)COLONIALIDADE DO SER/ SABER RELIGIOSO

Islã, muçulmanos, islamofobia

Autores

  • Camila Motta Paiva

Palavras-chave:

Decolonialidade, religião, Islã, muçulmanos, islamofobia

Resumo

Este artigo, que se configura como estudo teórico-reflexivo, tem como objetivo fazer uma recuperação do lugar ocupado pelo tema da religião no pensamento decolonial e, na sequência, a partir das pesquisas desenvolvidas pela autora, apontar como a colonialidade do ser, saber e poder atuam especificamente sobre o Islã e os muçulmanos. A partir dessa agenda, destaca-se como a psicologia, área de formação e atuação da autora, ainda reluta em adentrar os estudos que tangenciam a religião e segue reproduzindo colonialismos em suas teorias, métodos e práticas. Pretende-se evidenciar as maneiras perversas pelas quais genocídio, epistemicídio e espiritualicídio se entrelaçam, e culminam na islamofobia, uma das expressões obscuras da modernidade/colonialidade vivida por muçulmanos e muçulmanas ao redor do mundo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Motta Paiva

Psicóloga. Doutorado e Mestrado em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Pesquisadora do Grupo de Antropologia em Contextos Islâmicos e Árabes (GRACIAS – FFCLRP/USP).

Downloads

Publicado

2024-07-11

Como Citar

PAIVA, Camila Motta.
PSICOLOGIA E (DE)COLONIALIDADE DO SER/ SABER RELIGIOSO: Islã, muçulmanos, islamofobia
. Revista de Políticas Públicas, v. 28, n. 1, p. 243–264, 11 Jul 2024 Disponível em: https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rppublica/article/view/23971. Acesso em: 22 jul 2024.