Nacionalização da Independência

notas sobre o caso de Pernambuco (1817-1831)

Autores

Palavras-chave:

nacionalização da Independência, Período Regencial, elites políticas

Resumo

O presente artigo discorre sobre o contexto de Pernambuco na Independência do Brasil, entendendo-a como um processo de longa duração, inciado em 1817 e consolidado em 1831. A prosa não se submete rigorosamente à cronologia dos acontecimentos, sendo marcada, portanto, por idas e vindas. Trata sobre disputas políticas, contendas na imprensa, personagens da cena política envolvidos no tráfico de escravos e motins de povo e tropa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Manuel Correia de. Movimentos Nativistas em Pernambuco: Setembrizada e Novembrada. Recife, Universidade Federal de Pernambuco, 1971.

ARMITAGE, John. The History of Brazil: from the period of the arrival of the Braganza family in 1808 to the a abdication of Don Pedro the First in 1831. Vol. II. London: Smith, Elder and Co., Cornhill, 1836.

ASSIS, Machado de (1839-1908). Memórias póstumas de Brás Cubas. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2018.

BLAKE, Augusto Victorino Alves Sacramento. Diccionario bibliographico brazileiro. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, v. III, 1900.

CABRAL, Flávio Gomes. Os efeitos da notícia da revolução liberal do Porto na província de Pernambuco e a crise do sistema colonial no nordeste do Brasil (1820-1821). In: Fronteras de la Historia, núm. 11, 2006, pp. 389-413. Instituto Colombiano de Antropología e Historia Bogotá, Colombia.

CABRAL, Flávio José Gomes. Conversas reservadas: “vozes públicas”, conflitos políticos e rebeliões em Pernambuco no tempo da Independência do Brasil. Tese (doutorado). Recife: UFPE, 2008.

CARVALHO, José Murilo de. A construção da ordem: a elite política imperial – Teatro das sombras: a política imperial. 4ª ed. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2007.

CARVALHO, Marcus J. M. de. Cavalcantis e cavalgados: a formação das alianças políticas em Pernambuco, 1817-1824. Rev. bras. Hist., São Paulo, v. 18, n. 36, 1998a.

CARVALHO, Marcus J. M. de. Movimentos sociais: Pernambuco (1831-1848). In: GRINBERG, Keila; SALLES, Ricardo (Org.). O Brasil imperial, v. 2 (1831-1870). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009, v. 2.

CARVALHO, Marcus J. M. de. O encontro da “soldadesca desenfreada” com os “cidadãos de cor mais levianos” no Recife em 1831. In: Clio – Revista do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco, v. 01, nº 18, p. 109-137. Recife, Editora Universitária da UFPE, 1998b.

CARVALHO, Marcus J. M. de. O Outro Lado da Independência: Quilombolas, Negros e Pardos em Pernambuco (Brazil), 1817-1823. In: Luso-brazilian Review, v. 43, n. 1, pp. 1-30, 2006.

CARVALHO, Marcus J. M. de; ALBUQUERQUE, Aline Emanuelle De Biase. Os desembarques de cativos africanos e as rotinas médicas no Porto do Recife antes de 1831. In: Almanack, v. 1, n. 12, pp. 44-64, 2016.

CASTRO, Paulo Pereira de. A “experiência repúblicana”, 1831-1840. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de. História Geral da Civilização Brasileira, Tomo II, 2º volume: Dispersão e Unidade. São Paulo: DIFEL, 1978, pp. 9-67.

COSTA E SILVA, Albero da Costa e. As marcas do período (capítulo). In: SCHWARCZ, Lilia Moritz (Dir.); COSTA E SILVA, Alberto da (Org.). História do Brasil nação (volume I): crise colonial e Independência, 1808-1830. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011, pp. 23-35.

COSTA, Wilma Peres. O Império do Brasil: dimensões de um enigma. In: Almanack Brasiliense, 2005, n. 1, pp. 27-43.

CÂMARA, Bruno Augusto Dornelas. O “retalho” do comércio: a política partidária, a comunidade portuguesa e a nacionalização do comércio a retalho, Pernambuco 1831-1870. Tese de doutorado. Recife: UFPE, 2012.

FAORO, Raymundo. Os donos do poder: formação do patronato político brasileiro. 1ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2021.

FELDEMAN, Ariel. O império das carapuças: espaço público e periodismo político no tempo das regências (1832-18442). Dissertação (mestrado). Curitiba: UFPR, 2006.

FELDMAN, Ariel. A mesma independência: a atuação pública de um unitário pernambucano (1822-1823). In: Revista Tempo, vol. 20, 2014, pp. 1-20.

FERRAZ, Socorro. Liberais & Liberais: Guerras civis em Pernambuco no século XIX. Recife: Editora Universitária da UFPE, 1996.

GONÇALVES, Andréa Lisly. As “várias independências”: a contrarrevolução em Portugal e em Pernambuco e os conflitos antilusitanos no período do constitucionalismo (1821-1824). In: CLIO: Revista de Pesquisa Histórica - CLIO (Recife), ISSN: 2525-5649, n. 36, p. 4-27, Jan-Jun, 2018.

KOSTER, Henry. Viagens ao nordeste do Brasil. “Travels in Brazil”. Tradução e notas de Luiz da Câmara Cascudo. Campanhia Editora Nacional, 1942.

KRAAY, Hendrik. Reconsidering Recruitment in Imperial Brazil. In: The Americas, vol. 55, nº 1, 1998, pp. 1-33.

MATTOS, Ilmar Rohloff de. O Tempo Saquarema. 7. ed. São Paulo: Hucitec, 2017.

McBETH, Michael C. The Brazilian Recruit during the First Empire: Slave or Soldier?. In: ALDEN, Duril; DEAN, Warren (org.). Essays Concerning the Socioeconomic History of Brazil and Portuguese India. Gainesville: University Presses of Florida, 1977, pp. 71-86.

MELLO, Evaldo Cabral de. A outra independência: o federalismo pernambucano de 1817 a 1824. São Paulo: Editora 34, 2004.

MELLO, Felix Cavalcanti de Albuquerque. Memórias de um Cavalcanti. Introdução de Gilberto Freyre. Coleção “Brasiliana” da Biblioteca Pedagógica Brasileira, Série 5.ª, Vol. 196. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1940.

MELO NETO, João Cabral de. Auto do Frade. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011.

MOSHER, Jeffrey C. Pernambuco and the Construction of the Brazilian Nation-State, 1831-1850. Gainesville, Tese de Ph.D., University of Florida, 1996.

NABUCO, Joaquim. Um estadista do Império: Nabuco de Araujo, sua vida, suas opiniões, sua época, por seu filho Joaquim Nabuco. Tomo I (1813-1857). Rio de Janeiro: H. Garnier, 1897.

NEEDELL, Jeffrey D. Formação dos partidos políticos no Brasil da Regência à Conciliação, 1831-1857. In: Almanack Braziliense. São Paulo, no 10, nov. 2009, pp. 5-22.

PEREIRA DA COSTA, Francisco Augusto. Dicionário Biográfico de Pernambucanos Célebres. Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife, 1982.

ROSAS, Suzana Cavani. “A ponte de ouro”: praieiros, guabirus e a conciliação imperial (1849-1857). Recife: Ed. UFPE, 2016.

ROSAS, Suzana Cavani; CADENA, Paulo Henrique Fontes. “O donatário da província de Pernambuco”: a elite imperial a partir da trajetória de vida e liderança partidária de Pedro Francisco de Paula Cavalcanti de Albuquerque (1840-1875). In: Almanack, Guarulhos, n. 25, 2020, pp. 1-32.

SAINT-HILAIRE, Auguste de. Viagem pelo Distrito dos Diamantes e litoral do Brasil. Coleção “Brasiliana” da Biblioteca Pedagógica Brasileira, Série 5.ª, Vol. 210. São Paulo: Companhia Editora Nacional; 1941.

SILVA, Alberto da Costa e. Francisco Félix de Souza, mercador de escravos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2004.

SILVA, Luiz Geraldo Santos da. O avesso da Independência: Pernambuco (1817-1824). In: MALERBA, Jurandir (org.). A independência brasileira: novas dimensões. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

SOBRINHO, Alexandre José Barbosa Lima. Pernambuco: da Independência à Confederação do Equador. Recife: Conselho Estadual de Cultura, 1979.

SOUSA, Octávio Tarquínio de. Bernardo Pereira de Vasconcelos (História dos fundadores do Império do Brasil, vol. V). Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1988.

SOUZA JÚNIOR, Paulo Montini de Assis. Abreu e Lima, redator: estudos sobre cultura política e pensamentos nos pasquins fluminenses de José Ignácio de Abreu e Lima, 1833. Dissertação (mestrado). Recife: UFPE, 2020.

TOLLENARE, Louis-François. Notas dominicaes tomadas durante uma residência em Portugal e no Brasil nos anos de 1816, 1817 e 1818. Parte relativa a Pernambuco. Traduzida do manuscripto francez inédito por Alfredo de Carvalho com um prefácio de M. de Oliveira Lima. Recife: Jornal do Recife, 1905.

VIANA, Oliveira. Populações Meridionais do Brasil. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2005.

WALSH, Robert (1772-1852). Notices of Brazil in 1828 and 1829, by the Rev. R. Walsh, LL. D. M. R. I. A., author of "a journey from Constantinople". Vol. II. London: Frederick Westley and A. H. Davis, 1830.

Downloads

Publicado

2024-03-11

Como Citar

Soares dos Santos Júnior, I. (2024). Nacionalização da Independência: notas sobre o caso de Pernambuco (1817-1831). Revista Brasileira Do Caribe, 24(47), 61–82. Recuperado de https://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rbrascaribe/article/view/22531