Sentidos compartilhados e práticas docentes frente ao fenômeno da violência contra o professor

Autores

  • Michelle Beltrão Soares
  • Laêda Bezerra Machado

DOI:

https://doi.org/10.18764/

Palavras-chave:

Violência, Professor, Representações Sociais.

Resumo

O presente artigo recorte de uma pesquisa mais ampla, objetivou compreender as representações sociais da violência contra o professor no espaço das escolas da Região Metropolitana do Recife (RMR), enfatizando as formas ou tipos de violência vivenciados pelos professores no espaço da escola e como os docentes lidam com essa violência contra si. Tomou-se como referencial a Teoria das Representações Sociais de S. Moscovici, especialmente a Teoria do Núcleo Central, idealizada por J.C. Abric. Participaram desta etapa da investigação 20 professores (10 de escolas públicas estaduais e 10 de escolas privadas). Foram realizadas entrevistas com esses professores através de pranchas indutoras. O material das entrevistas foi tratado a partir da Análise de Conteúdo. Os
resultados do estudo indicam a dimensão prática das representações desses professores, ou seja, o modo como lidam com a violência contra si no interior da escola e sala de aula, expresso através das origens da violência contra o professor, das manifestações da violência contra ele e das atitudes de enfrentamento diante do fenômeno.
Palavras–chave: Violência. Professor. Representações Sociais.

ABSTRACT


This article is part of a larger research project aimed to understand social representations of violence against the teacher within the schools of the Recife Metropolitan Region (RMR), emphasizing the forms or types of violence experienced by teachers in the school and how teachers deal with such violence against them. Took as a reference the Theory of Social
Representations of S. Moscovici, especially the Central Nucleus Theory,created by JC abric. Participated in this phase of the investigation 20 teachers (10 public schools and 10 private schools). Interviews were conducted with teachers through these boards inducing. The interview material was treated from the content analysis. The study results indicate the practical dimension of the representations of these teachers, in other
words, how to deal with violence against themselves inside the school and classroom, expressed through the origins of violence against the teacher, the manifestations of violence against him and coping attitudes concerning the phenomenon.
Keywords: Violence. Teacher. Social Representations.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle Beltrão Soares

Professora Assistente da Universidade Federal de Pernambuco - Departamento de Psicologia
e Orientação Educacional – Centro de Educação; Doutoranda em Educação – UFPE.


Laêda Bezerra Machado

Professora Doutora Associado 1 da Universidade Federal de Pernambuco - Departamento
de Administração Escolar e Planejamento Educacional – Centro de Educação.

Downloads

Como Citar

Soares, M. B., & Machado, L. B. (2015). Sentidos compartilhados e práticas docentes frente ao fenômeno da violência contra o professor. Revista Educação E Emancipação, p.107–127. https://doi.org/10.18764/

Edição

Seção

Artigos