Aspectos CTS em livros didáticos de Biologia: intensidades e propósitos

Autores

Palavras-chave:

Educação CTS, Material didático, Formação cidadã

Resumo


Neste artigo, apresentamos resultados de uma pesquisa empírica que objetivou analisar os níveis de intensidade dos aspectos científicos, tecnológicos e sociais em textos complementares presente em Livros Didáticos de Biologia. Discutimos os limites e as possibilidades da Educação Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS) e suas possíveis contribuições para a formação cidadã. Analisamos 48 textos complementares a partir de uso de categorias que possibilitaram investigar a presença e o nível de intensidade da Educação CTS nos textos. Entende-se que é necessário um processo de ressignificação sobre o que os livros dizem, que (não) discutem de aspectos CTS, bem como ter um atento olhar crítico ao processo de escolha e uso desse recurso. Defendemos a concepção de Educação CTS que se preocupa com a formação do cidadão para a participação na sociedade, para a resolução de problemas e para a tomada de decisão responsável diante do acelerado desenvolvimento científico-tecnológico.

STS aspects in Biology textbook: intensities and purposes

Abstract

We present results of an empirical research that aimed to analyze the levels of intensity of scientific, technological and social aspects in complementary texts present in Didactic Books of Biology. We discuss the limits and possibilities of Science-Technology-Society Education (STS) and their possible contributions to citizen education. We analyzed 48 complementary texts using categories that made it possible to investigate the presence and level of intensity of STS Education in the texts. It is understood that there is a need for a process of reframing about what the books say that (not) discuss STS aspects, as well as a careful critical look at the process of choosing and using this resource. We defend the concept of STS Education that is concerned with the training of citizens to participate in society, to solve problems and to make responsible decisions in the face of accelerated scientific and technological development.

Keywords: STS education. Didactic material. Citizen formation.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Bruno Araújo-Queiroz, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPGECM/UFRN). É Mestre em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Estadual de Santa Cruz (PPGEC/UESC). Possui graduação em Ciências Biológicas (licenciatura) pela Universidade Federal do Piauí/Campus Professora Cinobelina Elvas (UFPI/CPCE). Realiza estudos e pesquisas em Educação em Ciências e Biologia com ênfase nos seguintes temas: Educação CTS/CTSA, Educação para a Sustentabilidade, Formação de Professores e Livros didáticos. É bolsista da CAPES.

Wanna Santos de Araújo, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Piauí (2010), Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Piauí (2012) e Doutora em Educação pela Universidade de Brasília-UnB (2018). Professora Adjunta da Universidade Federal do Piauí, Campus Professora Cinobelina Elvas. Tem experiência na área de Biologia Geral, com ênfase em Ensino de Ciências Biológicas, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores e Educação CTS.

Luciana Barboza Silva, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Graduada em Ciências Biológica Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2003) e mestrado em Entomologia e Conservação da Biodiversidade pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2005). Doutorado em Entomologia Agrícola, na Universidade Federal de Viçosa (2009). É professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e desenvolve pesquisa com entomologia agrícola e ensino de ciências e biologia. É bolsista de produtividade do CNPQ.

Referências

AGUINAGA, M. A. O.; FACHÍN-TERÁN, A. O livro didático em biologia desde a perspectiva CTS. In: SEMINÁRIO EM ENSINO DE CIÊNCIAS NA AMAZÔNIA, 3, Manaus, AM. Anais…, Manaus, 2008.

AIKENHEAD, G. S. What is STS science teaching? In: SOLOMON, J.; AIKENHEAD, G. (Eds.). STS education: international perspectives on reform. New York: Teachers College Press, 1994.

AMORIM, A. C. O Ensino de Biologia e as Relações entre C/T/S: o que dizem os professores e o currículo do ensino médio? 1995. 198 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1995. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/253841. Acesso em: 17 jul. 2019.

ARAÚJO, W. S. A formação inicial e a prática pedagógica de professores de Biologia de Bom Jesus-PI: articulações possíveis. 2012. 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2012.

ARAÚJO-QUEIROZ, M. B. Educação CTS na formação inicial de professores de Ciências e Biologia: contributos e articulações para futuras práticas pedagógicas. 2019. 140 f.. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus – Bahia, 2019.

ARAÚJO-QUEIROZ, M. B.; SILVA, R. L.; PRUDÊNCIO, C. A. V. Estudos CTS na educação científica: tendências e perspectivas da produção stricto sensu no Nordeste brasileiro. Revista Exitus, v. 8, n. 3, p. 310-339, 2018.

AULER, D. Interações entre Ciência-Tecnologia-Sociedade no Contexto da Formação de Professores de Ciências. 2002. 257 f. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/82610. Acesso em: 22 nov. 2020.

AULER, D.; DALMOLIN, A. M. T.; FENALTI, V. S. Abordagem temática: natureza dos temas em Freire e no enfoque CTS. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 2, n. 1, p. 67-84, mar. 2009.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científico-tecnológica para quê? Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), v. 3, n. 2, p. 122-134, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Orientações curriculares para o Ensino Médio: ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Brasília: MEC/SEB, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 1999.

CAMBI, B. Educação CTS em livros didáticos: da análise à aproximação com a modelagem matemática. 2015. 194 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Paulo, SP, 2015.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 11. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

EL-HANI, C. N.; ROQUE, N.; ROCHA, P. L. B. Livros didáticos de biologia do ensino médio: resultados do PNLEM/2007. Educação em Revista, Belo Horizon¬te: Ed. UFMG, v. 27, p. 211-240, 2011.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. Editora Paz e Terra, 1962.

LUJÁN LÓPEZ, J. L.; LÓPEZ CEREZO, J. A. Educación CTS en acción: enseñanza secundaria y universidad. In: GONZÁLEZ GARCÍA, M. I.; LÓPEZ CEREZO, J. A.; LUJÁN LÓPEZ, J. L. (Orgs.). Ciencia, Tecnología y Sociedad: una introducción al estudio social de la ciencia y la tecnología. Madrid: Editorial Tecnos S.A., 1996.

ROSA, M. D.; MOHR, A. Seleção e uso do livro didático: um estudo com professores de ciências na rede de ensino municipal de Florianópolis. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), v. 18, n. 3, p. 97-115, 2016.

SÁ, M. B. Z.; SANTIN FILHO, O. Relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade em livros didáticos de química. Acta Scientiarum: Human and Social Sciences, Maringá, v. 31, n. 2, p. 159-166, 2009.

SANTOS, M. E. V. M. Conhecimento, ciência e educação CTS: rumo a "novas" dimensões epistemológicas. Revista Iberoamericana de Ciencia, Tecnología y Sociedad - CTS, v. 2, n. 6, 2005.

SANTOS, W. L. P. Contextualização no ensino de ciências por meio de temas CTS em uma perspectiva crítica. Ciência & Ensino, vol. 1, número especial, 2007.

SANTOS, W. L. P. Educação científica humanística em uma perspectiva freireana: resgatando a função do ensino de CTS. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 1, n. 1, p. 109-131, 2008.

SANTOS, W. L. P. Educação CTS e cidadania: confluências e diferenças. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, v. 9, n. 17, p. 49-62, 2012.

SANTOS, W. L. P.; CARNEIRO, M. H. S. Livro didático de Ciências: fonte de informação ou apostila de exercícios? Contexto e educação. Editora Unijuí, ano 21, n. 76, p. 201-222, 2006.

SANTOS, W. L. P.; SCHNETZLER, R. P. Educação em química: compromisso com a cidadania. 4 ed. Ijuí: Editora da UNIJUÍ, 2010.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Tomada de decisão para ação social responsável no ensino de ciências. Ciência e Educação (UNESP), Bauru, v. 7, n. 1, p. 95-111, 2001.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da Abordagem C-T-S (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 2, n. 2, p. 133-162, 2000.

SILVEIRA, M. L.; ARAÚJO, M. F. F. O papel do livro didático de biologia na opinião de professores em formação: implicações sobre a escolha e avaliação. Revista da SBEnBIO, v. 1, p. 5594-5605, 2014.

SOUSA, G. P.; TEIXEIRA, P. M. M. Educação CTS e genética: elementos para a sala de aula: potencialidades e desafios. Experiências em Ensino de Ciências, v. 9, n. 2, 2014.

STRIEDER, R. Abordagem CTS e ensino médio: espaços de articulação. Dissertação de Mestrado. São Paulo: IFUSP, 2008.

STRIEDER, R. B. Abordagens CTS na educação científica no Brasil: sentidos e perspectivas. 2012. 283 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências) – Instituto de Física e Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo: USP, 2012. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/81/81131/tde-13062012-112417/publico/Roseline_Beatriz_Strieder.pdf. Acesso em: 19 nov. 2019.

TRIVELATO, S. L. F. C/T/S: mudanças curriculares e formação de professores. Tese de Doutorado. São Paulo: FE/USP, 1993.

Downloads

Publicado

2021-05-24

Como Citar

Araújo-Queiroz, M. B., Araújo, W. S. de, & Silva, L. B. (2021). Aspectos CTS em livros didáticos de Biologia: intensidades e propósitos. Ensino &Amp; Multidisciplinaridade, 6(2), 66–81. Recuperado de http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ens-multidisciplinaridade/article/view/16870

Edição

Seção

Artigos