Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ccaatropica <p>Publicação do <a href="http://www.ccaa.ufma.br/"><span style="color: #005ca1;"><strong>Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA), </strong></span></a>uma Unidade Acadêmica da UFMA, localizado na cidade de Chapadinha, Maranhão, na Meso-região Leste Maranhense.</p><p>Missão: Canal de divulgação da produção científica de professores e pesquisadores que atuam no campo das Ciências Agrárias e Ambientais no Campus de Chapadinha/UFMA.</p><p>ISSN 1982-4831</p><p>Periodicidade: Semestral</p> pt-BR Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas 0000-0000 Direitos autorais Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas <br /><br /> <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/" rel="license"><img style="border-width: 0;" src="http://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/4.0/88x31.png" alt="Licença Creative Commons" /></a><br />Este obra está licenciado com uma Licença <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/" rel="license">Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional</a>. Response of Snap Bean Lines to Charcoal Rot Disease http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ccaatropica/article/view/10879 <p>The purpose of this research was to survey <em>Macrophomina phaseolina </em>incidences on snap bean from the bank of snap bean germplasm at the <em>Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro</em>, so as to start a breeding program aiming at obtaining resistant cultivars. Twenty-nine accesses (F<sub>10 </sub>lines) from the snap bean germplasm bank regarding the reaction to <em>Macrophomina phaseolina</em>were assessed. The evaluation was performed 20 days after inoculation, and the response of plants to infection was estimated by a graded scale from zero to five. Five promising accesses were chosen to be considered as genitors in the breeding program in view of resistance, which are related as follows: UENF 7-6-6, UENF 7-10-10, UENF 9-4-14, UENF 14-6-26, and UENF 14-22-102.</p> Geovana Cremonini Entringer Pedro Henrique Dias dos Santos Derivaldo Pureza da Cruz Gabriel Coda Vidal Seara Camila Queiroz da Silva Sanfim de Sant'Ana Geraldo de Amaral Garvina Copyright (c) 2020 Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas 2020-12-29 2020-12-29 12 1 Avaliação de cultivares de feijoeiro comum com agricultores familiares do estado do Rio de Janeiro http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ccaatropica/article/view/13268 <p>A produção de feijoeiro comum pela agricultura familiar demanda a identificação de cultivares adaptadas com aceitação pelo mercado consumidor. Objetivou-se avaliar a produção de cultivares de feijoeiro de diferentes tipos comerciais de grão, por agricultores familiares no estado do Rio de Janeiro. Em Cachoeiras de Macacu, no sítio Dois Irmãos adotou-se esquema fatorial 2 x 5 combinando duas adubações (química ou orgânica) e cinco cultivares. No sítio Santa Mônica foram avaliadas seis cultivares. As sementes foram inoculadas com rizóbio. Em Teresópolis-RJ, foi adotado esquema fatorial 2 x 4, entre dois tratamentos de inoculação das sementes (inoculado ou não inoculado) e quatro cultivares. Em todos experimentos, os rendimentos de grãos foram acima de 2700 kg. ha<sup>-1</sup>. No Sítio Dois Irmãos, a produção de grãos não diferiu entre os tratamentos de adubação orgânica ou química. As cultivares Valente e Radiante atingiram a maior produção nos Sítios Dois Irmãos e Santa Mônica, respectivamente. Em Teresopólis, a inoculação não afetou a nodulação e a produção de grãos, e a cultivar Constanza apresentou maior produção. O cultivo de feijões com grãos especiais pode incrementar a renda do produtor dentro de práticas preconizadas pela agricultura de base agroecológica.</p> Rodolfo Condé Fernandes Mara Alexandre Silva Adelson Paulo Araújo José Guilherme Marinho Guerra Copyright (c) 2020 Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas 2020-12-29 2020-12-29 12 1 Enraizamento de estacas de aceroleira utilizando sombreamento e ácido indolbutírico http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ccaatropica/article/view/12552 O presente trabalho teve por objetivo avaliar a formação de mudas a partir de estacas tratadas com ácido indol-3-butírico (AIB), oriundas de plantas matrizes de aceloreiras submetidas a diferentes níveis de sombreamento, pelo tempo de 120 dias. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 3 (níveis de sombreamento: pleno sol, 50% e 70%) x 2 (concentrações de AIB: 0 e 6.000 mg L<sup>-1</sup>). Foram avaliados o percentual de estacas brotadas e de estacas enraizadas, número de raízes e de estacas vivas, comprimento da maior raiz e massa da matéria seca das raízes. Observou-se que não houve interação entre os fatores sombreamento e AIB para as variáveis analisadas, porém, estacas tratadas com 6.000 mg L<sup>-1</sup> de AIB apresentaram maior porcentagem de enraizamento. Rerison Magno Borges Pimenta Valtemir Gonçalves Ribeiro James Pereira dos Santos Rubens Silva carvalho Copyright (c) 2020 Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas 2021-04-02 2021-04-02 12 1 Morfoanatomia da folha de Adenocalymma pedunculatum (Vell.) L. G. Lohmann (Bignoniaceae) http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/ccaatropica/article/view/13467 <p><em>Adenocalymma pedunculatum</em> (Vell.) L. G. Lohmann (Bignoniaceae) é uma espécie de ampla distribuição em florestas e vegetação de cerrado no Brasil, apresenta <em>habitus</em> subarbustivo, ou liana quando próxima a outras plantas. Este trabalho teve como objetivo realizar uma descrição morfoanatômica de suas folhas. A espécie<em> </em>apresenta ramos cilíndricos e lenhosos, folhas bipinadas, opostas e imparipinadas, com três folíolos. Anatomicamente a lâmina foliolar apresenta epiderme uniestratificada revestida por uma cutícula espessa, mesofilo dorsiventral, com parênquima paliçádico e lacunoso pluriestratificado, com feixes vasculares dispersos no mesofilo, a nervura mediana possui parênquima cortical em ambas as faces, o cilindro vascular é circundado completamente por um largo cordão de fibras de colênquima, floema e xilema, ocorrendo em sua totalidade. O folíolo é hipoestomática com estômatos anomocíticos, com ocorrência de tricomas peltados em forma de disco em ambas as faces. Suas características morfo-anatômicas são comuns às outras espécies de Bignoniaceae.</p><p> </p> André Luiz Silva Copyright (c) 2020 Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas 2020-12-29 2020-12-29 12 1