A LIQUIDEZ DAS RELAÇÕES DO TORCER NA CONTEMPORANEIDADE: aproximações comportamentais entre jovens gaúchos e valencianos

Autores

  • Rodrigo Koch Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

DOI:

https://doi.org/10.18764/2236-4099v12n28.2022.6

Palavras-chave:

Modernidade Líquida, Futebolização, Comunidade Valenciana, Rio Grande do Sul, Jovens torcedores

Resumo

Tendo como base teórica o fenômeno da Futebolização e o conceito de Modernidade Líquida, este artigo faz análises comparativas entre crianças e jovens do Rio Grande do Sul e da Comunidade Valenciana acerca dos comportamentos identitários vinculados ao futebol contemporâneo e pós-moderno. Utilizamos metodologias de pesquisa mistas para apresentar, cruzar e analisar os dados coletados. A partir das análises, tornar-se possível falar de uma tribo infanto-juvenil global futebolizada, que está vinculada as mais ricas e superequipes da contemporaneidade (todas elas sediadas na Europa) e as celebridades da modalidade. São típicos comportamentos do torcedor (ou aficionado) flâneur ou pós-moderno, inserido na Modernidade Líquida.

 

THE LIQUIDITY OF SOCCER FANS RELATIONSHIPS IN CONTEMPORARY: behavioral approximations between young gauchos and valencians

Based on the phenomenon of Futebolização and the concept of Liquid Modernity, this article makes comparative analyzes between children and young people from Rio Grande do Sul and the Valencian Community about the identity behaviors linked to contemporary and post-modern soccer. We use mixed research methodologies to present, cross-reference and analyze the collected data. Based on the analyses, it becomes possible to speak of a global soccer children's and youth tribe, which is linked to the richest and most contemporary superteams (all of them based in Europe) and the celebrities of the sport. They are typical behaviors of the fan flâneur or post-modern, inserted in Liquid Modernity.

Keywords: Liquid Modernity; Futebolização; Valencian Community; Rio Grande do Sul; Young Soccer Fans.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Koch, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

Pós-Doutor (Sociologia) pelo Institut Universitari de Creativitat i Innovacions Educatives de la Universitat de València, Doutor em Educação (Culturas Juvenis) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Mestre em Educação (Estudos Culturais) pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), pós-graduado em Administração e Marketing Esportivo pela Universidade Gama Filho (UGF), e graduado em Educação Física pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Vencedor (1º lugar na classificação geral) do Prêmio Brasil de Teses e Dissertações sobre Futebol e Direitos do Torcedor - Edição 2018-2019. Pesquisador Associado do Centro Latino Americano de Estudos em Cultura - CLAEC. Professor adjunto D da Uergs - Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, lotado na unidade Hortênsias-São Francisco de Paula.

Referências

ALABARCES, Pablo. Cidadania e narrativas nacionais do futebol argentino contemporâneo. Eco-Pós. Brasil, v.5 (1), p.27-36, 2002.

Análise Econômico-Financeira dos Clubes Brasileiros de Futebol. 11ª edição. Demonstrações Financeiras de 2019. Itaú BBA. Diretoria Geral de Atacado. Julho/2020.

ANDRADE, Paula Deporte, & COSTA, Marisa Vorraber. Usos e possibilidades do conceito de pedagogias culturais nas pesquisas em estudos culturais em educação. Textura, Canoas, v.17 (34), p.48-63, 2015.

BAUER, Martin; GASKELL, George (eds). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução de Pedrinho Guareschi. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Identidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

BAUMAN, Zygmunt; LEONCINI, Thomas. Nascidos em tempos líquidos. Rio de Janeiro: Zahar, 2018.

CANCLINI, Nestor Garcia. Culturas Híbridas. São Paulo: EDUSP, 2003.

DANTAS, Marina de Mattos; ANJOS, Luiza Aguiar dos; MENDES, Bárbara Gonçalves. Torceres: pensando diferentes posibilidades de pertencimento clubístico. Licere, Belo Horizonte, v.24, n.1, mar/2021.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. Lisboa: Edições Antipáticas, 2005.

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (ECA). Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Brasília, DF: 1990.

EUROPEAN CLUB ASSOCIATION. Fan of the future: definig modern football fandon. Nyon, Switzerland: ECA, 2020.

GASTALDO, Édison. Jogos, identidade e poder: uma entrevista com Pablo Alabarces. Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação – E-Compós, Brasília, v.16, n.3, set/dez. 2013.

GIULIANOTTI, Richard. Sociologia do futebol: dimensões históricas e socioculturais do esporte das multidões. São Paulo: Nova Alexandria, 2010.

GIULIANOTTI, Richard. Fanáticos, seguidores, fãs e flâneurs: uma taxonomia de identidades do torcedor no futebol. Recorde: Revista de História do Esporte. Volume 5 (1), p.1-35, 2012.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação & Realidade, Porto Alegre, v.22 (2), p.15-46, 1997.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

KOCH, Rodrigo. Marcas da futebolização na cultura e na educação brasileira. Dissertação (Mestrado em Educação). ULBRA, Programa de Pós-Graduação em Educação, Canoas/RS, 2012.

KOCH, Rodrigo. Identidades em construção: um olhar sobre a Futebolização da juventude no Ensino Médio. Tese (Doutorado em Educação). UFSM, Programa de Pós-Graduação em Educação, Santa Maria/RS, 2018.

KOCH, Rodrigo. Futebolização: identidades torcedoras da juventude pós-moderna. Brasília, DF: Trampolim Editora/Ministério da Cidadania, 2020.

KOCH, Rodrigo. Como será o torcedor de futebol pós-pandemia? Indicativos do Rio Grande do Sul de novas identidades torcedoras. FuLiA/UFMG, v.6, n.1, pp.28-49, jan.-abr. 2021a.

KOCH, Rodrigo. Marcas da futebolização no cotidiano da Comunidade Valenciana. Ludopédio, São Paulo, v. 149, n. 14, 2021b.

KOCH, Rodrigo. Identidades culturales de niños y jóvenes aficionados al fútbol en la Comunitat Valenciana. Ludopédio, São Paulo, v. 151, n. 2, 2022.

LIPOVETSKY, Gilles. Da leveza: rumo a uma civilização sem peso. Barueri, SP: Manole, 2016.

LLOPIS-GOIG, Ramon. Práctica, consumo e identificación: la primacia del fútbol en las pautas de ócio de la sociedade española. Panorama Social. Número 14. Segundo Semestre, páginas: 136-148. 2011

LLOPIS-GOIG, Ramon. Identificación con clubes y cultura futbolística en España: una aproximación sociológica. Revista Internacional de Ciencias del Deporte. Volumen IX - año IX Páginas: 236-251. ISSN:1885-3137, nº 33 - Julio – 2013.

LLOPIS-GOIG, Ramon. Globalización y transnacionalismo en el fútbol europeo: hallazgos y conclusiones derivados del proyecto FREE. In: CORNELSEN, Elcio Loureiro; CAMPOS, Priscila Augusta Ferreira; SILVA, Silvio Ricardo da. Futebol, linguagem, artes, cultura e lazer 2: produção acadêmica sobre futebol, análises e perspectivas. Rio de Janeiro: Jaguatirica, 2017.

SILVA, Juremir Machado da. A sociedade midíocre. Porto Alegre; Sulina, 2012.

STEINBERG, Shirley. Kindercultura: a construção da infância pelas grandes corporações. In: Silva, L.H., Azevedo, J.C., & Santos, E.S. (Orgs.). Identidade Social e a Construção do Conhecimento. Porto Alegre: SMED, 1997.

Downloads

Publicado

2022-05-12

Como Citar

Koch, R. (2022). A LIQUIDEZ DAS RELAÇÕES DO TORCER NA CONTEMPORANEIDADE: aproximações comportamentais entre jovens gaúchos e valencianos. Cadernos Zygmunt Bauman, 12(28). https://doi.org/10.18764/2236-4099v12n28.2022.6